Skip to content

Fêz-se vingança, não justiça

05/05/2011

Alguém precisa ser inimigo de si mesmo e contrário aos valores humanitários mínimos se aprovasse o nefasto crime do terrorismo da Al Qaeda do 11 de setembro de 2001 em Nova Iorque. Mas é por todos os títulos inaceitável que um Estado, militarmente o mais poderoso do mundo, para responder ao terrorismo se tenha transformado ele mesmo num Estado terrorista. Foi o que fez Bush, limitando a democracia e suspendendo a vigência incondicional de alguns direitos, que eram apanágio do pais. Fez mais, conduziu duas guerras, contra o Afeganistão e contra o Iraque, onde devastou uma das culturas mais antigas da humanidade nas qual foram mortos mais de cem mil pessoas e mais de um milhão de deslocados.

Cabe renovar a pergunta que quase a ninguém interessa colocar: por que se produziram tais atos terroristas? O bispo Robert Bowman de Melbourne Beach da Flórida que fora anteriormente piloto de caças militares durante a guerra do Vietnã respondeu, claramente, no National Catholic Reporter, numa carta aberta ao Presidente:”Somos alvo de terroristas porque, em boa parte no mundo, nosso Governo defende a ditadura, a escravidão e a exploração humana. Somos alvos de terroristas porque nos odeiam. E nos odeiam porque nosso Governo faz coisas odiosas”.

Não disse outra coisa Richard Clarke, responsável contra o terrorismo da Casa Branca numa entrevista a Jorge Pontual emitida pela Globonews de 28/02/2010 e repetida no dia 03/05/2011. Havia advertido à CIA e ao Presidente Bush que um ataque da Al Qaeda era iminente em Nova York. Não lhe deram ouvidos. Logo em seguida ocorreu, o que o encheu de raiva. Essa raiva aumentou contra o Governo quando viu que com mentiras e falsidades Bush, por pura vontade imperial de manter a hegemonia mundial, decretou uma guerra contra o Iraque que não tinha conexão nenhuma com o 11 de setembro. A raiva chegou a um ponto que por saúde e decência se demitiu do cargo.

Mais contundente foi Chalmers Johnson, um dos principais analistas da CIA também numa entrevista ao mesmo jornalista no dia 2 de maio do corrente ano na Globonews. Conheceu por dentro os malefícios que as mais de 800 bases militares norte-americanas produzem, espalhadas pelo mundo todo, pois evocam raiva e revolta nas populações, caldo para o terrorismo. Cita o livro de Eduardo Galeano “As veias abertas da A.Latina” para ilustrar as barbaridades que os órgãos de Inteligência norte-americanos por aqui fizeram. Denuncia o caráter imperial dos Governos, fundado no uso da inteligiência que recomenda golpes de Estado, organiza assassinato de líderes e ensina a torturar. Em protesto, se demitiu e foi ser professor de história na Universidade da Califórnia. Escreveu três tomos “Blowback”(retaliação) onde previa, por poucos meses de antecedência, as retaliações contra a prepotência norte-americana no mundo. Foi tido como o profeta de 11 de setembro. Este é o pano de fundo para entendermos a atual situação que culminou com a execução criminosa de Osama Bin Laden.

Os órgãos de inteligência norte-americanos são uns fracassados. Por dez anos vasculharam o mundo para caçar Bin Laden. Nada conseguiram. Só usando um método imoral, a tortura de um mensageiro de Bin Laden, conseguiram chegar ao su esconderijo. Portanto, não tiveram mérito próprio nenhum.

Tudo nessa caçada está sob o signo da imoralidade, da vergonha e do crime. Primeiramente, o Presidente Barak Obama, como se fosse um “deus” determinou a execução/matança de Bin Laden. Isso vai contra o princípio ético universal de “não matar” e dos acordos internacionais que prescrevem a prisão, o julgamento e a punição do acusado. Assim se fez com Hussein do Iraque,com os criminosos nazistas em Nürenberg, com Eichmann em Israel e com outros acusados. Com Bin Laden se preferiu a execução intencionada, crime pelo qual Barak Obama deverá um dia responder. Depois se invadiu território do Paquistão, sem qualquer aviso prévio da operação. Em seguida, se sequestrou o cadáver e o lançaram ao mar, crime contra a piedade familiar, direito que cada família tem de enterrar seus mortos, criminosos ou não, pois por piores que sejam, nunca deixam de ser humanos.

Não se fez justiça. Praticou-se a vingança, sempre condenável.”Minha é a vingança” diz o Deus das escrituras das três religiões abraâmicas. Agora estaremos sob o poder de um Imperador sobre quem pesa a acusação de assassinato. E a necrofilia das multidões nos diminui e nos envergonha a todos.

Leonardo Boff é autor de Fundamentalismo,terrorismo , religião e paz, Vozes 2009.

Anúncios
62 Comentários leave one →
  1. felipe prazeres permalink
    05/05/2011 16:16

    sou seu grande admirador… o texto é incrivel… mas a data é 11 de setembro e não de novembro… parabens pelo texto

  2. 05/05/2011 16:24

    Estoy completamente de acuerdo con Vd. ( creo que más o menos entiendo su idioma ). Lo que me parece mentira es que políticos “teóricamente” de izquierdas estén de acuerdo con este tipo de actuaciones. Todo en el mundo esta podrido por la AVARICIA, EL DINERO, etc. Nadie tiene principios, solo intereses. Me gustaría hablar con Vd. de vez en cuando, lo sigo en Twiter y he leído su libro sobre San Francisco de Asís. Por cierto, no me gustó que Juan Pablo II le reprendiera, creo más bien que gente como Vd. debería reprender a la Iglesia Catolica. Por favor, si tiene tiempo, le insisto en que me gustaría hablar con Vd. de vez en cuando. Saludos,

  3. 05/05/2011 16:26

    Muito interessante seu pensamento.

  4. 05/05/2011 16:35

    Quem saíra em defesa dos direitos da consciência?
    Parabéns, como sempre uma ótima reflexão!

  5. Paula permalink
    05/05/2011 16:39

    concordo, assino embaixo, defendo! Estou com a velha máxima do Gandhi de que “olho por olho e o mundo acabará cego”

  6. 05/05/2011 17:33

    Fantástico, como sempre. Concordo inteiramente com o seu posicionamento, inclusive publiquei, no dia de ontem, uma crônica com uma reflexão semelhante. Querendo dar uma olhada…: http://vendedordeyuyos.blogspot.com/

    PS: Sou um grande fã seu desde que li o A Águia e A Galinha. Pra mim, o senhor é um dos maiores pensadores do país. Obrigado.

  7. 05/05/2011 19:27

    concordo plena mente com o texto, pois é o mesmo sentimento que tenho, as regras que impõe aos outros não vale pra eles.

  8. Cosme Spalado permalink
    05/05/2011 20:57

    O dia que não houver mais retaliações de ambos os lados teremos o fim desse ciclo vicioso. Mas para isso é preciso ter humildade. Seria o dar a outra face.
    Ps . Jesus Cristo Libertador foi o primeiro livro seu que eu li quando era adolescente. Isso lá nos anos 1970. Um abraço.

  9. jcassioms permalink
    05/05/2011 20:59

    Meus parabéns pela coragem de dizer a verdade nua e crua. Todos que conhecemos um pouco de seu passado só podemos mesmo esperar atitudes como esta que coloca clara suas opiniões sem se importar a quem vai atingir. O povo norte americano gasta verdadeiras fortunas para manter sua gigantesca frota bélica em movimento pelo mundo afora, calcula-se que 70% dos gastos com energia feitos pelos norte americanos são usados para manter suas indústrias bélicas, naval, aeronáutica e também para movimentar esta enorme frota bélica espalhada pelo planeta. Que não tem outro objetivo senão o de manter o mundo todo sob seu domínio. O povo norte americano gosta de se sentir um império! O maior de todas as épocas. E todos os imperadores que conhecemos no passado foram genocidas e escravagistas, e agora com os norte americanos não acontece diferente. Este é um povo genocida e escravocrata pois escraviza os seus semelhantes do terceiro mundo. Quem paga essa enorme conta de consumo de energia usada para manter todas estas bases militares espalhadas pelo planeta e quem paga a conta para movimentar toda a sua enorme frota bélica somos todos nós que vivemos no terceiro mundo! O custo disso tudo é muito caro para eles pagarem sozinhos! E são esses gastos absurdos com a indústria bélica que os EUA mantém espalhados pelo mundo, assim como, toda a sua desproporcional frota bélica em movimento constante que obriga o mundo a abrigar um enorme contingente de famintos e miseráveis nos países satélites de terceiro mundo.
    E o pior de tudo isso, é que somos explorados pelos genocidas do norte e nem percebemos! O Brasil não passa de quintal extrativista para os americanos que vem aqui buscar nossas riquezas minerais, petrolíferas, além de alguma coisa na agricultura e dessa forma nos impede de crescer, nos impede a evolução política social e nos impede a justiça!
    Vender commodity não favorece nenhum povo! Apenas favorece a quem compra, aquele que leva nosso minério de ferro a preço de bananas e depois nos vende o mesmo ferro brasileiro trabalhado com valores agregados por verdadeiras fortunas. Até trilho de trens estamos importando da China que leva o minério de ferro daqui, o transforma em trilhos de trens e devolve ganhando todo o valor agregado que poderia ter ficado por aqui mesmo, gerando emprego e renda.
    Lamentável!

    • 07/05/2011 7:22

      Concordo plenamente com suas reflexões. Os dados dos gastos militares vão por trilhões de dólares sem falar de que há, segundo o denunciou Miguel d’Escoto como presidente da Assembleia da ONU (eu estava presente), 300 ogivas nucleares circulando em navios, aviões e submarimos que podem ser lançadas dentro um minuto e meio. Quem evitará os riscos que sempre estão presentes, pois a segurança nunca é absoluta? É um Imperio demente e a população assume esta glorificação da morte como uma glória, propria de necrofilos e dementes.

      Um abraço
      lboff

  10. Alexandre Teixeira permalink
    05/05/2011 22:04

    Interessante o texto! Uma boa dose de intelectualidade e sobriedade! Porém, faltou considerar as nuances da estratégia de guerra utilizada pelos terroristas jihadianos: a guerra assimétrica global, que por ser totalmente desprovida de quaquer nexo jurídico, exige também uma resposta pouco ortodoxa, figurando como o maior desafio a ser superado pelos Estados da atualidade. Ah sim, outra coisa: é perigoso demais falar o criticar a atuação da ‘inteligencia”, como atividade voltada para a produção de conhecimento, sem ter conhecimento de causa! Nem Busch e nem Obama sabem ao certo o que ocorreu com Bin Laden nestes últimos 10 anos, e porque só foi apagado agora!

    • claudio permalink
      09/05/2011 16:04

      E desde quando criminosos cometem crimes “simétricos”, “providos de nexo jurídico” etc??? Nem por isso o Estado de Direito deve dar “resposta assimétrica” igualando-se a eles…

  11. Leandro Ramos permalink
    06/05/2011 0:13

    Uma boa dose de intelectualidade e sobriedade! Porém…,
    faltou considerar as nuances da estratégia de guerra utilizada pelos terroristas
    jihadianos: a guerra assimétrica global, que por ser totalmente desprovida de
    qualquer nexo jurídico, exige também uma resposta pouco ortodoxa, figurando como o maior desafio a ser superado pelos Estados da atualidade. Ah sim, outra coisa: é perigoso demais falar ou criticar a atuação da ‘inteligência”, como atividade voltada para a produção de conhecimento, sem ter conhecimento de causa! Nem mesmo Bush ou Obama sabem ao certo o que ocorreu com Bin Laden nestes últimos 10 anos, e porque ele só foi apagado agora!

  12. 06/05/2011 0:28

    Meu amigo, meu irmão,
    esta ação criminosa meu causou grande aflição.
    Piei algumas frases no twitter a respeito, fazendo inclusive a mesma citação que o irmão fez a concluir este seu texto, veja:

    Talvez, se tiver fôlego, venha compilar minhas considerações a esse respeito aqui no meu blog.

    Paz e carinho.

  13. Juliana permalink
    06/05/2011 8:46

    Obrigada por corresponder à minha inquietação. Desde o primeiro tweet sobre a morte de Bin Laden algo se mexeu dentro de mim dizendo “isso não está certo”. Mas a mídia em geral só reportava as comemorações dos americanos e o posicionamento de chefes de estado moralmente obtusos – como o peruano que disse que esse assassinato era um milagre do neo-beato João Paulo II. Parecia que estava tudo bem, tudo correto e o mundo tinha ficado melhor, como disse Obama. Mas eu não conseguia aceitar a morte criminosa de um homem, mesmo que ele tenha sido o provocador de milhares de outras mortes. Concordo contigo e não podemos permitir que o mundo continue caminhando para a imoralidade, na direção contra a vida.

  14. Gilson Alves Barbosa permalink
    06/05/2011 9:03

    Também concordo com seu entendimento. O fundamentalismo americano ressuscitou de vez a Lei de Talião. Paradoxal para um país que nasceu fundamentado nos princípios da liberdade, da igualdade e da justiça.
    E pensar que o Obama foi agraciado com um prêmio Nobel da Paz! Como disse uma vez Bob Dylan: “quantas mortes ainda serão necessárias para se saber que já se matou demais…”. Meu Deus! Até quando persistirá essa loucura?

    Abraços

  15. JOANA MACHADO DE SIQUEIRA permalink
    06/05/2011 9:31

    PARABENS PELO BELISSIMO ARTIGO,O PRESIDENTE BARACK OBAMA, GANHADOR DO NOBEL DA PAZ EM 2009, TIROU O DIREITO DA FAMILIA DE BIN LADEN REALIZAR A CERIMONIA FUNEBRE SEGUNDO A TRADIÇÃO ISLAMICA. BIN LADEN DEVIA SER PRESO E JULGADO PELOS SEUS ATOS, E NÃO EXECUTADO.

  16. Rubens permalink
    06/05/2011 14:17

    Um belo ensaio e manifesto pelos princípios fundamentais da práxis humana e da justiça.
    Não obstante, há que se refletir que mesmo a mais perversa lógica possui coerência instrumental. O mais assustador não é o equívoco da vingança, mas a manipulação consciente e, talvez científica, de processos que remontam às experiências rituais que milenarmente foram de grande relevo na configuração do psiquismo humano. Há que se repensar as teorias de Konrad Lorenz e Walter Burkert à luz da neuroteologia e das neurosciências sociais. Não se trata somente de uma vingança, mas de uma gigantesca operação de manipulação das consciências (ou de forças arquetípicas do inconsciente coletivo) através de uma projeção coletiva mórbida na figura do “scapegoat”. Bin Laden dexou de ser um terrorista e passou a integrar a grande Sombra da humanidade. A política americana explora a fragmentação psíquica e a pedagogia do medo como forma de dominação política.
    Além de denunciar a violência aos princípios, sua voz poderosa ainda pode esclarecer as técnicas e os mecanismos psíquicos usados como armas de guerra.

  17. Tania Guimaraes permalink
    06/05/2011 17:29

    Quem sabe?
    No 11 do 9 muitos poderiam ter sido salvos. As autoridades insistiram que o pessoal nao saira dos preidos. Muitos policias e bombeiros correram para o local para morrerem. as autoridades nao tinham os radios digitais e andavam com radios analog.

  18. 06/05/2011 18:31

    Gostei *-*

    Ei quero por botoes de curtir nos meus posts do ogritoverde.wordpress.com, me ensina? *-*

  19. Antônio Gastão permalink
    06/05/2011 22:53

    Em entrevista ao Jornal O Globo do dia 10 de novembro de 2001, logo após o ataque terrorista às Torre Gêmeas, que matou 2600 pessoas nas torres e mais 147 nos dois aviões que as atingiram, LEONARDO BOFF DECLAROU: “ACHO MUITO POUCO CAIR UM AVIÃO SOBRE O PENTÁGONO. DEVIAM CAIR 25 AVIÕES.” Ele deve ter achado pouco as 125 pessoas que morreram no Pentágono e 59 no avião que caiu sobre o prédio, além das outras 40 que resistiram aos terroristas e terminaram mortas quando o avião que as conduzia caiu numa área rural. Um humanista admirável.

    • Flor permalink
      08/05/2011 13:28

      Muito bem lembrado! Muito bem dito!

    • Hirlan permalink
      08/05/2011 23:21

      Dúvido dessa declaração.

    • 09/05/2011 10:44

      Você sabia que no Pentágono existem 25 formas de destruir toda a humanidade com armas nucleares, quimicas e biológicas, distribuidas em mais de 800 bases militares pelo mundo alem daquelas estocadas nos USA?

      Isso não o faz pensar? Esses dados me foram passados por F. Capra cocm quem tenho dado palestas juntos em varios lugares e que conhece bem o sistema de segurança americano.

      Um senador democrata num dos seus discursos declarou que um mes após a invasão do Paquistão haviam sido mortos mais de 5 mil pessoas, 95% delas não militares,civis inocentes…Quase o dobro dos mortos das Torres. Eles não contam, por não serem brancos e norte-americanos?

      É bom ver os dois lados para não cair na ingenuidade de que o terrorismo está so de um lado. Hoje os USA se transforam num Estado terrorista onde o presidente publicamente se propõe um assassinato:”nós vamos matar bin Laden”. Desde quando um Executivo tem o direito de mandar matar, quando é tarefa da justiça prender, julgar e se for o caso condenar à mote. Hoje temos um Imperador que é assassino. Até o conservador O Globo de hoje, segunda-feira, fez esta critica, veja na pg.2.
      Rudol Höss que na sua autobiografia,escrita na prisão, elencsa mais de 2 mihões de judeus que ele, pessoalmente, mandou para as camaras de gas nazista, foi preso, julgado pelas autoridades polonesas e depois concdenado ao enforcamento. A esse assassino maior, valem as leis da justiça internacional e para bin Laden vale a vingança e o assassinato puro e simples. Sobre Hôss escrevi um artigo no ano passado e pode ser lido no meu site: Como pensar o ser humano apos Auschwit?

      Existe ética, meu irmão e leis internacionais que nos fazem civilizados e não nos deixam voltar ao estado das cavernas, coisa que acho vc tambem não quer.
      lboff

      • 09/05/2011 11:48

        Acho que o sr. não entendeu o comentário do Antonio Gastão. Ele disse que o sr. foi incongruente, pois exige humanitarismo a uma pessoa inimigo dos EUA no Paquistão e não consegue enxergar humanitarismo em outras pessoas, mortas no Pentágono.

        Então, parafraseio sua pergunta: os mortos no Pentágono e dos outros aviões caídos no 11 de setembro não contam porque são brancos e norte-americanos?

        Se uma pessoa conta, todos contam.

        O sr. simplesmente não comentou o que disse Gastão. Falou de tendencionismo aos EUA, leis internacionais, guerra no Paquistão (acredito que foi um engano, o sr. quis dizer Afeganistão), judeus na 2ª Guerra Mundial, ou seja, nada do que o sr. Gastão disse. O sr., Boff, mudou de assunto. Não comentou um questionamento simples: se sei humanismo só vale para não-americanos, ou mesmo se sua frase no jornal O Globo de 10/11/01 é verdadeira.

        Abraço

      • claudio permalink
        09/05/2011 16:31

        O Prof. entendeu o comentário muito bem, tanto que respondeu sobre o Pentágono e seu poder de destruiçao mundial, 25 formas diferentes de destruir a humanidade!!! vc naum acha q um local desses naum deveria ser destruído??? é logico q ele naum estava falando em matar as pessoas, mas destruir o local, foi exagero de retórica sim. E um dos textos linkados “mais crítico”, vem me falar em manuquiísmo do Boff, tenha santa paciencia!!! tem povo mais maniqueísta do q o americano, cujo governo de Buhs rezava todos os dias pedindo ajuda divina pra lutar contra “o eixo do mal”????

  20. Tania Guimaraes permalink
    07/05/2011 8:22

    “explora a fragmentação psíquica e a pedagogia do medo como forma de dominação política.”

    A mais pura verdade. Freud foi um medico com profundos conhecimentos (Para a epoca) da fisiologia e quimica do cerebro. Ele nao a descartou, porem no final de sua carreira a manteve em perspectiva. Ja fazem decadas que americanos abandonaram a preocupacao com a mente(Que ate hoje nao podemos aformar que nao seja metafisica) e direcionaou a humanidade a “cuidar” do cerebro. Dai modificou todo um protocolo do cuidade e pesquisa da mente, subjulgando esta a funcoes cerebrais. E obvio que qualquer alteracao no cerebro afeta a mente. Porem a verdade escondida e que as altaracoes na mente tambem alteram o cerebro. A magica do placibo costuma nao falhar. Mais o mais importante neste assassinato simbolico a Freud, e que foram intruduzidos no mercado remedios para controlar comportamento emocoes e pensamento.
    Estes remedios sao muito mais perigosos do que se possam imaginar. Todos os assassinos em massa. Aqueles que entraram em locais de movimento humano e matram varios estavam medicados. Remedios que tem pesquisas alteradas para publicarem os resultados desejados, nao o que a quimica mostra. Remedios para alterar a funcao sexual.
    Junto com uma psicologia que ja tinha sido abandonada e foi tirada do bau, feito mais sofisticada e menis humanistica, a nova geracao que cuida da mente a descarta. A realidade da mente segue sendo um enorme misterio, mais a tratam como se ja a conhecesse a fundo. O resultado tem sido mudancas nas leis e da numenclatura que regia os cuidados das enfermidades mental. Protocolos que fazem impossivel cuidar do enfrmo em ambiente humanizado e protetor, com o minimo de supervisao medica ou de custodia. Com a rubrica da “inclusao” os que estao entre nos, e com a mente bem alterada agora sofrem a pressao de “funcionar” em profissoes que nos deixam todos vuneraveis, e sem nem ferramentas para identificar los
    Os remedios nao sao pesquisados nem em criacas nem em idosos, porem para eles sao tambem administrados.
    Seguem modificando o cerebro e fazendo de conta que seus conhecimentos sao muito mais profundos do que o que na realidade sao. Fizeram isto convencendo a humanidade que sabem quem veio primeiro, entre o ovo e a galinha. A pessoa que sofre de depressao costuma ter mais cabelos brancos, porem ninguem pode aformar com toda a certeza do mundo que: Cabelos brancos causam depressao, ou Depressao causam mais cabelos brancos.. As enfermidades psicosomaticas viraram objeto do mercado, e nao dilemas humanos que na realidade necessitam de humanos e maior comprensao da cultura, tanto a familiar, quanto a mais ampla.
    E o cerebro vem sendo modificado, atacado em nome da nova “ciencia” A televisao, ja presente por muitas decadas vem alterado, o cerebro, assim como a mente e a comunicacao. Nao sou fa de Al Gore em sua jornada “mistica” para o meio ambiente, porem ele escreveu um livro brilhante que nos oferece uma exposicao valiosa e bem ancorada naciencia do cerebro e o impacto da televisao na comunicacao e na fisiologia da razao. Vale apena ler este livro como titulo em ingles de: The Attack on Reason

  21. Felipe permalink
    07/05/2011 8:36

    Bin Laden é egresso de uma abastada família e poderia ter sido ativista anti americano de um cem número de jeitos diferentes. Porém escolheu a mais nefasta de todas as maneiras de combater o mal. Combateu o mal com a BARBÁRIE e teve o fim que escolheu, pois nada mais justo que morrer pela espada como alguém que viveu pela espada.

    • omar kayan permalink
      29/04/2013 11:16

      Osama nao queria ser julgado por ninguem, vergonha era o que ele temia e na verdade acho que ele mesmo nao lamentaria sua morte , talvez seu funeral mas ate isso hoje onde ele esta nao lamenta coisas terrenas. A barbarie sempre acompanhou a evoluçao humana e jamais a deixará.

  22. 07/05/2011 18:50

    Mais um texto seu, lúcido e bem escrito, pensado a partir de um ângulo franco e honesto.

    Concordo com seu ponto de vista em número, gênero e grau… muito grata por partilhar conosco seus pensamentos e reflexões.

    (Sou sua fã!)

    ….

  23. 07/05/2011 18:57

    Ah, sim… desculpe por tomar um espaço a mais, mas vamos a um outro ponto de vista.

    Partindo-se do pressuposto que as coisas não sejam exatamente como a mídia alardeia: você acredita mesmo que ele foi capturado e morto nesta data?

    Sinceramente, eu acho que tudo não passa de um golpe (mal ajambrado até) para alavancar a decadente popularidade do Obama num momento meio crítico. Pelo que andei pesquisando aqui e ali, acho que o Bin Laden já está morto há anos, tendo morrido de causas naturais entre os seus.

    Quer mais circo (circo sim, porque o pão anda faltando para uns tantos lá) do que esta captura seguida de morte e de descarte do corpo?

    (onde já se viu um caçador, um guerreiro, se desfazer de seu maior troféu, os espólios da caça? isto foi um belo golpe isso sim…).

    Well… algo aqui não cheira bem… penso que mais uma vez estamos sendo manipulados pela mídia aquiescente…

  24. Tania Guimaraes permalink
    07/05/2011 22:03

    Os que acreditam que napoleao Bosama nao matou OBL desta vez e foi tudo hollywood nao entendem a politica interna USA. Napoleao Obama jamais conseguiria. Nao ele. Se fosse um Bush ate poderia.
    Americanos sem grana em 2012 nao vao estar nem ai se Basama matou Obama na hora de votar.
    A propria CIA espalhou a morte de Osama a tempos atras para espionar as reacoes.

  25. Tania Guimaraes permalink
    07/05/2011 22:05

    Olho por olho e a humanidade morre cega, como so fanaticos religiosos de todas as religioes

  26. Carlos permalink
    08/05/2011 1:20

    Boff, não sei se vale à pena comentar, mas estava tendo uma forte pressão nos EUA para investigar o 11 de setembro, não? O ator Charlie Sheen, inclusive, falou a respeito, mas em seguida aconteceu desastres em sua vida. Prisão e etc.

    Talvez a verdade seja outra. Todavia, acredito que é mais seguro nem se envolver nisso.

    • 08/05/2011 6:19

      Olá, bom dia!

      Se vc se refere aqui aos fatos explicados, por exemplo,às denúncias efetuadas pelos autores de Zeitgeist (entre outros tantos que abordaram e abordam o mesmo ponto de vista), eu sou mais favorável a esta hipótese, que a grande maioria considera absurda.

      Nossa ética pessoal não está capacitada para admitir a possibilidade de o 11 de Setembro ter sido um trabalho interno, pois isso é ainda mais incompreensível do que o suposto ataque terrorista às torres gêmeas… mas sobre este planeta pode ocorrer de tudo, ainda mais quando estão em jogo os interesses financeiros dos poderosos.

      Eu não sei e ninguém sabe a verdade exata dos fatos… só nos resta admitir que quer tenham eles sido causados por x ou por y, sempre serão aterradores e profundamente lamentávies.

      Abraços.

  27. Tania Guimaraes permalink
    08/05/2011 7:47

    Infelizmente o senhor Sheen esta sim em um processo de psicose. Ao qual milhares no mundo inteiro usam para agradar seus cantos sadicos da mente. Gracas a midia que se encarrega de mante estes cantos bem estimulados.

    Qualquer um teria conseguido criar um fake deste evento, porem jamais, nunca o napoleao Bosama. A ele nao poderia ser permitido ter criado um fake de ter mandado mater Osama.

  28. Tania Guimaraes permalink
    08/05/2011 10:44

    Jamais apoiaria a violencia saido de ninguem, Porem uma resistencia pacifica esta em ordem no mundo inteiro. A ONU, digo a MAFIA tem de sentor uma pressao de todos estes paises de covardes que assisitem a decadas a destruicao da humanidade mundo afora.

  29. Cosme Spalado permalink
    08/05/2011 20:22

    Lendo todos os comentários sobre este fato, paro e pergunto. Por que todo esse anti americanismo ? por que tanto ódio contra um país livre, democrata e que te permite expressar toda sua contrariedade ? Engraçado é que ninguém comenta sobre as atrocidades de Fidel Castro contra seu próprio povo, de Hugo Chaves, e do terrorismo que o taliban comete contra o povo afegão. Não sou a favor de nenhum ato de violência, mas o que voce faria se toda sua família fosse constante ameaçada por um lunático ?

  30. Hirlan permalink
    08/05/2011 23:18

    Adorei o artigo.

    Fiquei mais fã do senhor ainda.

    Só não gostei da Marina, que o senhor deu apoio na campanha presidencial, pois ela tava fazendo o papel da direita, se lançando candidata. E que depois se confirmou, pois ficou neutra no segunso turno, sabendo que isso favorecia o Cerra( Cadê o diploma de economista, na eleição para senador, ele declarou para a justiça eleitoral que era Engenheiro Civil)- veja isso no conversa afiada do Paulo Henrique Amorim.

    Mas o artigo é tudo que pensa.

    Só me atrevo a dizer que errou quando afirmou que Sadam foi ao tribunal. Foi preso, não teve direito a advogado, e foi sumariamente enforcado, sem piedade. O video está na internet.

  31. Hirlan permalink
    08/05/2011 23:24

    Em 11 de setembro não foi ataque, mas contra- ataque! E que fique bem claro.

  32. Tania Guimaraes permalink
    09/05/2011 7:49

    Spalado A historia nao comeca com OBL, assim como com ele nao terminara. A liberdade de expressao e como disse o iluminado presidente Lula, e voce poder dizer que esta com fome. Porem a real liberdade e voce poder comer. O senhor, nao leve a mal mais me parece o ecco que me e de costume sempre ouvir. “Liberdade” Liberdade”
    Desde de quando deveria ser os Estados Desunidos da America da Morte que dipensa a “liberdade” ou nao, a vida ou nao.
    OBL foi um enorme colaborador, primeiro com a conhecida violencia USA. E foi traaido depois de tantas colaboracoes. Nada justificaria o 11 do 9, ada vale apena aquilo. Porem estas outras formas que o senhor sugere de protestar contra o imperio sempre batem em ouvidos surdos. E se nada justifica um 11 do 9, quantos deles USA ja causou no Iraque?

  33. Tania Guimaraes permalink
    09/05/2011 11:33

    Ninguem com um minimo de decencia umana apoia este assassinato covarde

  34. Tania Guimaraes permalink
    09/05/2011 18:32

    Nos Estados Desunidos da America da Morte os discursos seguem uma ligica bem ilogica. Com a vivencia que eu tenho aqui nos meus 37 anos de residencia aprendi que procuram sempre fazer a frgmentacao de tudo. E como se eles manipulassem as populacoes do mundo para estarem sempre bem confusas e olhando num caledoscopio quando os ve. Ai eles estacionam este caledoscopio onde a sua “imagem” parece melhor, ou mais amena, positiva etc.
    Acho que ja mencionei o que napoleao Bosama fez em suas viagens na AL. Eles se recusa a linkar a historia dos USA de apoio a ditaduras, matancas e jogadas em golpes. Da mesma forma minimizam o fato que a historia nao tem principio no 11 do 9. Ninguem comenta que muitos poderiam nao ter morrido nas torres.
    Mais uma istorinha na America Latina: United Fruits e uma agronegocio altamente lucrativa e atua na Colombia. Assim como a Cocacola eles tem a sua propria milicia. Estas milicias saem assassinando grupos que tentam organizar sindicatos. Tambem, na Colombia sairam roubando terras de campecinos. Pois bem, na Colombia mataram forma bem umas 43 mil pessoas. As familias destas pessoas entraram na justica . O resultado nao tenho informacoes. Porem o adevogado que defendeu a United Fruits hoje e o Adevogado Geral da nacao.
    O principal em olhar para este imperio e poder examinar toda a historia e fazer as conexoes que eles sempre procuram desligar.

    A mais fresquinha e: vem ai od novos drones. Suas telas sao HD. Ele pode grampiar conversas telefonicas em qualquer local do mundo, e piloto, logico e opcional

  35. DAVI JOSÉ DOS SANTOS permalink
    09/05/2011 20:07

    OS EUA SEMEARAM CERTO …DEPOIS COLHERAM PRA SI …11 DE SETEMBRO É ISSO ,ADEMAIS …A EQUAÇAO 1 TERRORISTA ACUSADO DO ATENTADO AO WORLD TRADE CENTER =3000 MORTOS TÁ MUITO ERRADA !!!!DIGA -SE PASSAGEM ,UMA DAS INVESTIGAÇOES SOBRE ARMAS QUIMICAS EM TERRITORIO IRAQUIANO CONSTATOU QUE LÁ NÁO HAVIA …NENHUMA USINA OU DEPOSITO DAS MESMAS ..ENQUANTO NOS EUA ( O PÁIS DA LIBERDADE!) EXISTIA NA EPOCA …25 DEPOSITOS …

  36. 09/05/2011 21:12

    Bem, bem, bem… já que o assunto está rendendo pano para mangas, vou colcar meu ponton de vista também.. . e não sobre o assassinato de Bin Laden (que, para mim, nem sequer ocorreu) e sim sobre a questão da arrogância dos E.U.A.

    Desde os anos 40 (ou até mesmo antes) que o governo dos states mete a colherinha torta nas políticas internas de todos os países que pode alcançar. Quantos governante (ditadores) elegeu e derrubou na américa Latina ao longo das últimas décadas? Quantos golpes financiou? Quantos mercenários e guerrilheiros armou em redor do mundo para conduzir algumas situações para o lado que lhe interessava? quantas armas forneceu ao lado que interessava armar em lutas internas de outros países?

    I-n-t-r-o-m-e-t-i-d-o-s… eternos intrometidos, isso é o que eles são. A retaliação (se é que foi retaliação, porque tbm não creio que tenha sido) praticada com o ataque às torres gêmeas foi algo insistentemente pedido por eles, através das intromissões e manipulações efetuadas ao ondo dos anos.

    Se nada parecido foi causado pelos países da AL ao longo dos anos, é porque somos um povo menos beligerante, mais condescendente (alienado tbm). E não vamos á forra para defender nossa liberdade porque estamos habituados a baixar a cabeça para todo tipo de barbaridade. como exemplo, as roubalheiras constantes, descaradas e imorais dos nosso políticos, sobre as quais fazemos piadas e programinhas de tv bobinhos em vez de instalar uma bomba no congresso.

    Foi mais imoral Bin Laden (ainda acho que não foi ele) explodir as torres gêmeas do que os EUA assassinarem milhares de seus compatriotas na guerra do Vietnã, uma guerrinha sem vergonha, especialmente criada para durar bastante e nunca ser ganha?

    Vamos deixar que respondam os veteranaos amputados, os neuróticos de guerra, as mães e esposas que perderam pessoas amadas da família e os vietnamitas que tbm foram afetados e tiveram suas vidas modificadas.

    Quem sou eu para julgar? Ninguém… mas ainda me reservo o direito de não ser míope, de ver as coisas pelos mais variados ângulos, na tentativa de ter uma visão menos parcial dos fatos.

    E os fatos gritam que os governos americanos, desde há muito tempo, vêm brincando com os outros países menos desenvolvidos, de olho em ganhos escusos e antiéticos.

    Pois é… de vez em qunado eles vão levar um lambada em troco e me parece que isto está de bom tamanho.

  37. 09/05/2011 23:50

    Carta de Gandhi a Obama. O que o advogado Mahatma Gandhi diria ao também advogado Barack Obama http://bit.ly/dNoX2h

  38. Tania Guimaraes permalink
    10/05/2011 20:24

    Sempre me surprende quando as pessoas defendem o Iraque baseado no fato deles nao ter tido as tais armas. E por que eles nao teriam o direito de ter armas de destruicao em massa? Por que eles nao e um punhado de paises sim, tipo agora mesmo o Pakistao?

    Tambem acho muito interessante as constantes denuncias, tanto de individueos, como de representantes politicis de varios paises.
    Eu lancei uma campanha bem solitaria no twitter.#Naoavitimologia Na minha solitude la tento levantar na consciencia o papel e atuacao bem pacifica das vitimas em tudo
    USA, esta estabelecido, nada mais e do que uma Roma em esteroide. Nao vao diminuir a intensidade de sua constante busca ao poder e mais expansao. Amigo acima relatou a historia comcando dos anos 40’s porem USA nada mais e do que a continuacao do colonialismo europeu que antecedeu os anos 40 ate bem mais la pra tras.
    A unica coisa que faz um sadico (bullying) freiar a sua agressao e sentir uma forca ingual ou maior que o detenha. cada pais, so por si nao pode encarar este leao. Porem juntos, os fracos podem muito bem juntar forcas e se fazer forte. Isto requer uma sincronia enorme entre os individuos e organizacoes. requer tambem muito sacrificio. No oriente medio estamos vendo um comeco de sincronia de varios paises dando um basta. Ai USA faz um estrago na Libia e no Pakistao para mostrar quem manda.
    Infelizmente vem muito mais ai. Os planos deles para o futuro proximo e de mais agressao, porem agressoes que eles chamam de cirurgicas. Ou seja CIA super espalhados. Seus novos drones tem tela HD e podem espionar qualquer ligacao telefonica. Por exemplo: Entre Dilma e qualquer outro lider no mundo. Alem da espionagem planejam estas operacoes especiais para assassninar os que encontraram nos computadores e pen drives de OBL.
    Se nos acreditamos ou nao nao representa diferenca nehuma para eles. eles seguem fazendo exatamente o que diz que vao fazer. Ate anuncio no jornal a CIA ja pos procurando tradutores para os documentos que dizem terem apreendido na operacao Geronimo.
    Se o resto do mundo nao se levantar, comecando com a MAFIA, digo ONu que da cobertura para este pais criminoso nao vai acontecer nada de melhor. A ONU ja deu evidencia suficiente que jamais servira de organizacao de justica internacional. Como disse o amigo acima assassinatos sao o que nao faltam nem faltarao.
    desejo de se unir, fazer parte desta MAFIA, ao invez de tentar desfaze la acho que a parte de grande babaquice. nao leve a mal. A mesma coisa e colaborar com esta MAFIA com brasileiros dentro do Haiti, militares. Nao vejo nada demais se civis fosse ajudar o povo sofrido, mais de unifirme com emblema de MAFIA me faz vergonha.
    Se nao examinarmos a tendencia humanna de se adaptar no papel da vitima. Se nao encararmos de frente o nosso proprio masoquismo, estaremos eterna vitimas destes sadicos. Isto se tivermos muita sorte, pois esta Roma ainda tem muito poder. Esta podre mais nao esta pobre.
    Uma notinha: 3000 morreram nas torres em parte porque as autoridades constantemente durante a tragedia mandou todos permanecerem dentro do predio. eles nao tinhas radios digital e nao ouviam uns aos outros.

  39. Claudio permalink
    11/05/2011 11:37

    Um texto sóbrio e consciente, novamente vc consegue avaliar a questão por um ponto de vista coeso, a ação em si, só serviu para engrandecer os valores que os americanos acreditam serem os válidos. Bin Laden expos todas as chagas dos norte-americanos, até mesmo a sua morte mostra a fragilidade estrutural de um país que já é um reflexo de decadencia imperial.

  40. Pe. Clésio dos Santos permalink
    13/05/2011 10:59

    Olá leonardo, saudação fraterna!
    Expresso meu apreço pela sua simplicidade de vida e pela suas colocações como um dos maiores teólogos que ja estudei e tenho a graça de acompanhar. Parabens pelo que vc escreve. Minha estima. Pe. Clésio

  41. Pe. Clésio dos Santos permalink
    13/05/2011 10:59

    desejo receber artigos pelo e-mail

  42. Nestor Luiz Cardozo Lopes permalink
    18/05/2011 9:28

    Eu já tive o privilégio de assistir e participar de uma palestra do grande pensador Leonardo Boff, na cidade de Rio das Ostras – RJ, no ano de 2001.
    O homem é show!
    Parabéns pelo excelente texto.
    Nestor Lopes – Presidente do Museu Dercy Gonçalves – Santa Maria Madalena – RJ.

  43. Alexandre E. S. Visconti permalink
    19/05/2011 5:11

    Não há dúvida de que os EUA se arvoraram há muito em serem os xerifes do mundo após a 2ª guerra mundial e a partir da guerra fria, mas, cujos oponentes (Stalin), para manter o regime comunista, já haviam matado milhões de pessoas na União Soviética, bem mais ainda do que o próprio Hitler. Isso, fora o muro de Berlim, que veio depois e toda a opressão do regime sobre seu povo, política e religiosa, enfim, nenhuma democracia, nenhuma liberdade, tudo em grande segredo militar.
    Principalmente, a partir da era Bush e do ataque às torres gêmeas de NY, os EUA recrudeceram sua oponência ao terrorismo internacional, no que fizeram muito bem, apesar de que a invasão a países como o Iraque nada tinha a ver e foi usada politicamente pelo Bush e, temos que reconhecer, como diz o Leonardo Boff, que qualquer assassino tem direito a julgamento, por pior que seja.
    Mas, os EUA também se defendem e o mundo ocidental, em geral, de indivíduos que, por exemplo, declaram que querem ver o Estado de Israel rasgado do mapa e, de outros que são capazes de se suicidar, desde que levem junto outras pessoas de que não gostam, ou mesmo, inocentes, não importa. E ainda por cima, ainda acham que irão para o céu por que Alah protege quem luta pela causa santa. Ou seja, são fanáticos implacáveis, como os que se lançaram nos aviões contra as torres e o Pentágono americano.
    Sabemos que nessa defesa, nessa luta, muitos inocentes morrem, como nas guerras em geral, mas sabemos também que esses terroristas sem cara ainda são capazes de atacar qualquer país no ocidente, além dos EUA, como já fizeram ou até, no oriente, como aconteceu há pouco, matando recentemente 80 pessoas, já pra vingar a morte do Bin Laden.
    Então, vamos com calma. Eu admiro muito o Leonardo Boff pelas suas idéias socialistas e a favor da natureza, mas acho que ele exagera na defesa ao terrorista capturado. Por todos os motivos acima citados, uma captura numa casa que mais parecia uma fortaleza do grande chefe dos terroristas, supostamente, o maior deles, o mais astuto e cruel e sabendo que, num simples apertar de botão em resposta a um “renda-se”, ele poderia colocar toda operação de mais de quatro anos e dez anos de procura a perder? Isto, além de matar, explodir todo mundo, inclusive, ele mesmo e seus asseclas? Convenhamos, nem o Barak Obama nem ninguém iria mesmo querer isso nos EUA e a prioridade teria que ser mesmo o sucesso da operação trazendo os militares vivos, se possível todos, como ocorreu.
    Eu mesmo, se fosse um dos Navy entrando no escuro na casamata também entraria atirando a esmo e matando o primeiro que se movesse e, parece que ainda houve alguma resistência e o quarto do Bin era um verdadeiro arsenal de armas e havia ainda um rifle próximo a ele.
    O Sandam Hussain foi pego vivo por que não era um terrorista e estava num buraco, sozinho e com medo de morrer, quer dizer, a situação era outra e ele pôde ser julgado e condenado em seu próprio país.
    Afinal, os EUA poderiam tê-lo matado também…
    Além disso, penso que seria muito mais humilhante para a Al Qaeda, Taliban e outros, o Bin Laden ter sido preso, pois, agora pode se converter num mártir da causa terrorista (se já não se converteu); além do que, os EUA poderiam interrogar o prisioneiro, até se utilizando da tortura, como dizem, pra extrair muito mais coisas dele sobre as organizações terroristas. Então, só haveriam vantagens para os EUA em capturar o cara vivo e, quanto ao enterro, foi seguido todo ritual islâmico e ele foi jogado ao mar, exatamente para que seu cadáver e túmulo não se transformassem em alvo de romarias de simpatizantes (de repente virava até um santo, pois tinha cara disso, de profeta de olhar meigo ou do “maluco beleza” que pixava os muros lá do Rio nos anos 90).
    Então, é preciso que se diga que hoje existe uma verdadeira guerra terrorista contra todo o mundo ocidental, pois até essas revoltas que estão ocorrendo no mundo árabe os estão enfraquecendo e se, por acaso, uma dessas organizações terroristas tiver acesso à bomba, eles não hesitarão em jogá-la em algum país que se alie aos EUA, inclusive no Brasil, o que seria até um alvo bem mais fácil do que os EUA.
    Então, sob todo e qualquer aspecto, penso que terrorismo e terroristas têm que ser inaceitáveis para qualquer sociedade livre e evoluida, não importando a ideologia política ou religiosa dos que se opõem a eles. Definitivamente, eles são indefensáveis e não justificáveis sob qualquer prisma, sob qualquer ponto de vista, amém.

  44. Tania Guimaraes permalink
    20/05/2011 20:45

    “Não há dúvida de que os EUA se arvoraram há muito em serem os xerifes do mundo após a 2ª guerra mundial e a partir da guerra fria, ” Os apologistas de gringos. Estes sao os equivalentes aos “rebeldes” da Libia, que ao saber que gringo prepara para invadir, matar em massa, destruir tudo, se prontificam para serem centurioes comprados e esmagar seu proprio povo

    • Alexandre E. S. Visconti permalink
      25/05/2011 14:57

      Parabéns; respondeu 62 linhas de argumentações em apenas 5. Ou é um gênio ou não disse nada, ou quase nada. Aguardo melhor réplica para poder argumentar. Digo e repito, sou um admirador incondicional do Leonardo Boff, porém, admiradores também discordam em determinados pontos.

      Abraço

  45. Alexandre E. S. Visconti permalink
    25/05/2011 15:20

    Tânia, quase ia esquecendo; com relação à sua notinha anterior, de 10/05/2011 às 20:24 h, afirmando que: “3000 morreram nas torres porque em parte as autoridades constantemente durante a tragédia mandou todos permanecerem dentro do prédio. eles não tinham radio digital e não ouviam uns aos outros”… eu só tenho mesmo a lamentar e não posso nem comentar.

    Pobres terroristas, afinal, eles não foram tão culpados assim e sim, os próprios americanos. Essa eu garanto que o Boff também vai lamentar de ter vindo como defesa de seu texto.

  46. 28/09/2013 7:59

    Fêz-se vingança, não justiça | Leonardo Boff

  47. Luiz Bento Ratzinger permalink
    23/09/2014 15:40

    Abonar o terrorismo islâmico é o cúmulo da ânsia por promoção ao marxismo.
    O que acontece com o oriente islâmico não é resposta a um primeiro terrorismo ocidental, e sim, simplesmente INVEJA.

    A inveja é o centro do pensamento marxista, é ela que manda e desmanda. Não há méritos, direitos, ordem, moral, apenas um sentimento depreciador da capacidade humana, enaltecida como caráter magnífico de uma suposta dignidade humana.

    Cá entre nós, sem ninguém ficar sabendo… o marxismo não é mesmo repugnante, e asqueroso? Você sabe que sim!

  48. 18/04/2016 10:18

    Republicou isso em Fred Lacerda.

Trackbacks

  1. Top Posts — WordPress.com
  2. Bule Voador » Fêz-se vingança, não justiça
  3. Obama versus Osama: capítulo final? | novasinapse.com

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: