Pular para o conteúdo

O que o Papa Francisco trouxe até agora de novo

26/07/2013

          É arriscado fazer um balanço do pontificado de Francisco pois o tempo decorrido não é suficiente para termos uma visão de conjunto. Numa espécie de leitura de cego que capta apenas os pontos relevantes, poderíamos elencar  alguns pontos.

1.Do inverno ecclesial à primavera: saimos de dois pontificados que se caracterizaram pela volta à grande disciplina e pelo controle das doutrinas. Tal estratégia criou uma espécie de inverno que congelou muitas iniciativas. Com o Papa Francisco, vindo de fora da velha cristandade européia, do Terceiro Mundo, trouxe esperança, alívio, alegria de viver e pensar a fé crista. A Igreja voltou a ser um lar espiritual.

 

         2.De uma fortaleza à uma casa aberta: Os dois Papas anteriores passaram a impressão de que a Igreja era uma fortaleza, cercada de inimigos contra os quais devíamos nos defender, especialmente o relativismo, a modernidade e a pós-modernidade. O Papa Francisco disse claramente: “quem se aproxima da Igreja deve encontrar as portas abertas e não fiscais da afândega da fé; “é melhor uma Igreja acidentada porque foi à rua do que uma Igreja doente e asfixiada porque ficou dentro do templo”. Portanto mais confiança que medo.

 

         3.De Papa a bispo de Roma: Todos os Pontífices anteriores se entendiam como Papas da Igreja universal, portadores do supremo poder sobre todos as demais igrejas e fiéis. Francisco prefrere se chamar bispo de Roma, resgatando a memória mais antiga da Igreja. Quer presidir na caridade e não pelo direito canônico, sendo apenas o primeiro entre iguais. Recusa o título de Sua Santidade, pois diz que “somos todos irmãos e irmãs”. Despojou-se de todos os títulos de poder e honra. O novo Anuário Pontifício que acaba de sair  cuja página inicial deveria trazer o nome do Papa com todos os títulos, agora aparece apenas assim: Francesco, bispo de Roma.

 

         4.Do palácio à hospedaria: O nome Francisco é mais que nome; sinaliza um outro projeto de Igreja na linha de São Francisco de Assis: “uma Igreja pobre para os pobres” como disse, humilde, simples, com “cheiro de ovelhas” e não de flores de altar. Por isso deixou o palácio  papal e foi morar numa hospedaria, num quarto simples e comendo junto com os demais hóspedes.

 

         5.Da doutrina à prática: Não se apresenta como doutor mas como pastor. Fala a partir da prática, do sofrimento humano, da fome do mundo, dos imigrados da África, chegados à ilha de Lampedusa. Denuncia o fetichismo do dinheiro e o sistema financeiro mundial que martiriza inteiros países. Desta postura resgata as principais intuições da teologia da libertação, sem precisar citar o nome. Diz:”atualmente, se um cristão não é revolucionário, não é cristão; deve ser revolucionário da graça”. E continua:”é uma obrigação para o cristão envolver-se na política, pois a política é uma das formas mais altas da caridade”. E disse à Presidenta Cristina Kirchner:”é a primeira vez que temos um Papa peronista” pois nunca escondeu sua predileção pelo peronismo. Os Papas anteriores colocavam a política sob suspeita, alegando a eventual ideologização da fé.

 

         6.Da exclusividade à inclusão: Os Papas anteriores enfatizaram, especialmento Bento XVI a exclusividade da Igreja Católica, a única herdeira de Cristo fora da qual corre-se risco de perdição. O Francisco, bispo de Roma, prefere o diálogo entre as Igrejas numa perspectiva de inclusão, também com as demais religiões no sentido de reforçar a paz mundial.

 

         7. Da Igreja ao mundo: Os Papas anteriores davam centralidade à Igreja reforçando suas instituições e doutrinas. O Papa Francisco coloca o mundo, os pobres,  a proteção da Terra e o cuidado pela vida como as questões axiais. A questão é: como as Igrejas ajudam a salvaguardar a vitalidade da Terra e o futuro da vida?

 

         Como se depreende, são novos ares, nova música, novas palavras para velhos problemas que nos permitem pensar numa nova primavera da Igreja.

 

Leonardo Boff é teólogo e autor de Francisco de Assis e Francisco de Roma, Editora Mar de Ideias, Rio 2013.

 

 

 

Anúncios
71 Comentários leave one →
  1. TIAGO permalink
    26/07/2013 22:15

    Violência mata muito mais e o Papa reza pelos mortos da Boite Kiss…

    Curtir

    • Mônica permalink
      26/07/2013 23:47

      E COMO vc sabe que ele não rezou e não reza pelas outras vítimas da violência?

      Curtir

    • Neli permalink
      27/07/2013 2:08

      Tiago, a violência tem mtas formas. Há violência nos assaltos, nas brigas, nas drogas, no trânsito… Há violência na desnutrição das crianças, na falta de escolas e educação para todos, no despreparo e incompetência dos que se propõe a governar… Há violência na corrupção, na falta de atendimento médico, na exclusão e, inclusive, nas palavras… E todas elas matam, cada uma a seu modo. Se não matam o físico, matam o espírito e o interior das pessoas.
      O Papa está num encontro de Juventude, falando aos jovens. Quase a totalidade dos mortos na Kiss eram jovens, que tb sofreram a violência da ganância humana (um número abusivo de público dentro da boate, a saída cerceada pelo pagamento da comanda, revestimentos de baixa qualidade e baratos, material pirotécnico de baixo custo…).
      Pense na possibilidade de, além da prece em si, pelos 242 jovens mortos, o Papa, simbolicamente, rezou por todos os jovens que sofrem violência, em suas mais diversas formas e disfarces.

      Curtir

      • veronica permalink
        28/07/2013 16:48

        concordo com a sua colocação

        Curtir

      • Graça Lima permalink
        29/07/2013 0:33

        Neli, muito bem feita sua colocação. Pena que a pessoa a quem ela é dirigida, talvez não a assimile, por ser possível vítima de violência de educação deficiente.

        Curtir

      • Guilherme Cezar Filho permalink
        30/07/2013 14:29

        Profunda, sábia e bela reflexão Neli. Não sou católico, mas compartilho integralmente teu pensamento, teu sentimento. Esse Papa é dez, e se ela conseguir alterar os rumos da ação da sua igreja, teremos uma grande melhora no mundo (por supuesto!)

        Curtir

      • Josias permalink
        31/07/2013 18:03

        Bem observado, suas colocações Neli, o Tiago, pelo visto é mais um daqueles que não consegue vê um palmo a Sua frente; triste a colocação dele. O Papa Francisco, merece nossos respeitos pelo grande amor ao próximo, conseguindo transmitir que ainda há pessoas que embora, tenham um cargo de supra importância, conseguem manter a simplicidade de um ser como os demais. Que as pessoas que só pensam em coisas materiais tomam como exemplo de que nada somos que simples mortais.

        Curtir

    • Roberta permalink
      27/07/2013 9:54

      O Papa reza por todos, Tiago! E fala da violência que atinge principalmente o jovem que muitas vezes sai para uma festa ou balada. O que ele fez foi apenas, dentre tantos perigos e exemplos, citar um que atingiu dolorosamente muitas famílias que agora clamam por justiça. Pois o descaso, a omissão são também formas de violência.

      Curtir

    • 28/07/2013 20:58

      então, tiago, tome você a iniciativa de rezar para aqueles que morrem de violência e não fique esperando outros para fazer aquilo que, de maneira simples, podes fazer!

      Curtir

  2. Anderson permalink
    26/07/2013 22:38

    Vida longa ao bispo de Roma.

    Curtir

  3. david rubio permalink
    26/07/2013 22:40

    esta visita del papa a brasil, el pais con más católicos del mundo es una nueva etapa de la Iglesia no puede ser otra cosa, espero para más adelante el encuentro con Boff y con la teología de la liberación, que es la misma teología que predica este papa sin denominarla así.

    Curtir

  4. janaina velasco permalink
    26/07/2013 22:55

    O papa acompanha (e sabe) a urgência da noção e ação em unidade planetária, apesar de ter que seguir o protocolo da igreja católica, ele está em sintonia com a necessidade da igualdade, liberdade e fraternidade da era de aquários.

    Curtir

  5. 26/07/2013 23:07

    ESTOU DE FATO ENCANTADA COM O PAPA FRANCISCO!!!!!!!!!

    Curtir

    • SAVIO permalink
      29/07/2013 13:54

      seria bom que o encanto fosse tambem da vivencia da palavra de Deus, pois o Papa prega a palavra de Deus e não pode ser adorado pois ele é um homeme como todos nós, só tem um privilegio que ele sabe da palavra e vive ela e nós temos que seguir de acordo como a palavra tá na Biblia, depois que ler e souber interpretar ai você vai dizer o encanto que vai encontrar a bendita salvação

      Curtir

      • Luiz permalink
        30/07/2013 8:15

        SAVIO, eu não diria privilégio, mas algo que o diferencia, e muito, de nós: ele é o sucessor de Pedro, o primeiro apóstolo. A LIGAÇÃO do Papa com Cristo é algo que nos ENCANTA …

        Curtir

  6. Márcia Ferreira Machado permalink
    26/07/2013 23:25

    Tudo que tenho a dizer é que assistir ao papa pela TV muito me emocionou. As lágrimas corriam sem se quer avisar que viriam.
    Já evangelizei jovens espíritas e muito me afetou ver a maioria dos jovens brasileiros, apesar de inflamados por justiça nas ruas, com tantas dúvidas sobre qual caminho seguir depois de sair às ruas, em quem votar, votar ou não votar. Seguros de que esse papa é pop, esse papa pode representar n ossa voz no poder. Credo ou não, todos respeitaram e o papa não frustou ninguém.
    É certo que para emocionar tanto e com tanta facilidade e tão profundamente, é preciso um amor imenso e sem igual. Mais que as palavras, suas atitudes falam sobre quem é Francisco.

    Curtir

    • 29/07/2013 15:45

      márcia não confunda, os jovens da JMJ, não são os mesmos que foram as ruas, como não são o povo que vota na DILMA.

      Curtir

      • Eliana permalink
        30/07/2013 14:42

        Tem católicos nessas manifestações sim como tem milhares destes votando na Dilma e em todo tipo de ideologia.
        Não são estas manifestações de uma ideologia única se apresentando nas ruas e sim cidadãos comuns pensando o bem de todos…
        Poderá haver mais de algumas ideologias ou partidos mais não é isso a ideia que acontece nesse chamado de ir para as ruas que eu saiba…

        Curtir

  7. Mônica permalink
    26/07/2013 23:46

    Já fui testemunha de jeová, dos 07 aos 17 anos. Uma época complicada da minha vida. Depois conheci a Corrente da Paz Universal, do universalista e pacifista Luiz Goulart: lembro-me das sua maravilhosas palestras e meditações. Maravilhoso! Depois conheci um pouco o espiritismo de Kardek a quem tenho profundo respeito (assim como Bezerra de Meneses) e finalmente a IEDD (Umbanda). Adorava os seus ritos de iniciação! Todos tiveram uma importância muito grande na minha vida. Mas nenhuma liturgia me emocionou mais que a da ICARD.

    Curtir

    • 29/07/2013 15:48

      A verdade da Vida é JESUS CRISTO. Se nascemos muitas vezes como essa religiões ESPIRITAS pregam, pois acreditam na reencarnação,Pergunto…O que JESUS veio fazer morrendo na cruz??

      Curtir

      • Izabel permalink
        29/07/2013 23:11

        Veio pregar o amor, assim como o papa Francisco. Quem sabe não é a mesma alma reencarnada? Outro corpo, outras palavras, outros tempos, mesmo amor.

        Curtir

      • 30/07/2013 15:54

        Querido Leonardo: Fico impressionada com a movimentação que Francisco fez em muitos setores a partir de ser Papa. Desde os que seguem a igreja católica até os opositores de todo tipo. Eu me deleitei com todo tipo de comentários em outros site e discussões como também me preocupei ao perceber a idêntica dificuldade de cada ideologia de perceber um avanço de alguma forma no lugar do outro. Uma triste falta de celebração e de compreensão de que um bom passo dado por um ser humano ou organização, ainda que não sejam os mil passos que projetamos que realizem é também um passo da humanidade. Ultimamente há uma agressão manifesta nos diálogos sobre qualquer tema controverso como se o mundo deve-se ser homogêneo no seu sentir, pensar e atuar. Sabemos que o planeta onde nos encontramos é de uma diversidade de mais de 30 milhões de espécies onde somos apenas uma de elas e sendo apenas uma de elas temos milhares de expressões culturais diferentes e formas de viver a vida interior e social. A biodiversidade e a vontade para interagir entre o diferente são um potencial para a paz fantástico quando a proposta é aprofundar esta convivência. Realmente se este caminho do diálogo que está abrindo Francisco vem com foco no aprofundamento entre ideologias, práticas e religiões diferentes, haverá mais paz no mundo. Não é suficiente definir os limites entre umas e outras como observar os pontos em comum. O importante é celebrar u outro e aceitar isto como uma realidade humana digna de ser compreendida e acolhida, todos filhos de uma única Luz . Luz que, entendida por cientistas, filósofos, religiosos, ateus, diferentes classes sociais e idades pode ser explicada ou vivenciada de formas diferentes e até negada…mais o comum é sabermos que há algum origem que pode ser para uns explicável e para outros um mistério… Ambos válidos.. .Hoje eu sinto um ar de satisfação quando consigo ver núcleos de pessoas diferentes em suas práticas e formas de entender o mundo e viver sua espiritualidade e que conseguem aproximar-se e fazer algo juntas celebrando isto. Quem sabe se esta abertura se der na igreja católica para o diálogo e para ações conjuntas esta adoutrinação ás vezes mais compulsiva que orgânica de uma ideologia frente a outra (feitas de inúmeras formas) possam passar a viver o aqui-agora de forma mais amorosa, como bem o próprio São Francisco (seja visto como santo, símbolo ou arquétipo) nos soube mostrar… menos fala e muita ação conjunta. Menos competição e mais compaixão. Hoje celebro estos passos que você citou ,ainda iniciais, deste papado mais acredito que o bom papado de Francisco não dependa apenas dele e sim das próprias práticas dos católicos como todas as ideologias, indivíduos e instituições atuais desejarem a mudança na igreja como a própria mudança em si mesmos para aprender a aproximar-se ao diálogo fraterno e aprofundado. De que vale criticar a falta de mudanças se não se reconhecem e apoiam estas mudanças? Não acredito mais na costume do convencimento do outro e sim no caminhar juntos nas diferenças… Entendo o cristianismo não nascido para ser enclausurado em adoutrinamentos e moralidades (que mudam a cada época) e sim numa ética sustentável que precisa ser reconstruída por valores humanos inclusivos, nunca excludentes como se têm visto. Um cristianismo que possa ouvir uma guiança interior,uma musicalidade nas metáforas deixadas pelo Cristo (seja este entendido como o Filho de Deus, ou como um arquétipo) e compreender esta memória impregnando com amor a Terra. Acolher qualquer ser humano, Incluir as ideologias existentes do mundo e seus melhores saberes. cada uma veio a fazer um aporte, nos goste ou não.elas são expressões do que dentro também levamos. Aprender a não sentir-se seguro apenas no próprio círculo de identificação e sim seguros em qualquer círculo compartilhando saberes, informando-se, convivendo., Que seja não só esta uma nova igreja para os pobres e sim para todos os necessitados da sagrada compreensão do que é biodiversidade e diversidade cultural. Que seja dentro ou fora da igreja estabelecida o compromisso é de todo ser humano. Que consigamos não tirar esse sorriso de Francisco e sim aumentar o de todos nós , nos encontremos onde nos encontremos…. Um abraço,leonardo.grata pela suas escritas. Eliana, desde o sul do Brasil

        Curtir

  8. Chu permalink
    27/07/2013 0:53

    Caminhada de luz, renascendo a esperança por onde passa. Salve Francesco , nosso pastor!!!

    Curtir

  9. Celina Côrte permalink
    27/07/2013 3:10

    Prezado Dr. William, Encaminhou-lhe por considerar relevantes e claras as palavras de Leonardo Boff. O atual papa tem conseguido sensibilizar e até mesmo levar à reflexão as pessoas que não professam o catolicismo.

    Enviado via iPad

    Curtir

  10. 27/07/2013 3:11

    Tenho formação espírita cristã, num grupo de base universalista que busca a conexão com a essência perene e pura de todas as correntes de pensamento filosófico e religioso, e vejo na figura do papa Francisco um sinal de evolução, nessa linha de seu comentário, Boff, porém, como prudentemente e sabiamente você mesmo alertou: ainda é cedo para tirarmos conclusões, até pelo aparato de exposição midiática. Apesar disso, alegra-me sentir a esperança que ele inspira e semeia.

    Curtir

  11. 27/07/2013 7:41

    solo por ser ud ,voy a intentar de nuevo

    exteriorizar mi fe …que siempre tuve a pesar de las instituciones y los errores humanos.si creyendo en el hombre en la mujer y en los ninos…con un padre y una madre especiales pero no exclusivos

    maria y jesus eran ecumenicos
    la gente se demostraba el carino y las pasiones.los religiosos tambien

    los boff y los de la serna eran escuchados

    Curtir

  12. Ir. Sônia permalink
    27/07/2013 8:28

    Onde reina o amor Deus ali está! O Papa Francisco, trouxe esperança, alívio, alegria de viver e pensar a fé crista. A Igreja voltou a ser um lar espiritual. Obrigado Senhor pelo nosso Pastor!

    Curtir

  13. 27/07/2013 8:36

    Principalmente e acima de tudo, Francesco, com o seu exemplo e sua fala, mostra Jesus como a pedra angular, única e suficiente da igreja romana… Vida longa ao Bispo de Roma, o Senhor o abençoe!

    Curtir

  14. Maria Celeste de Oliveira Maia permalink
    27/07/2013 10:08

    A opinião de David Rubio deve ter sido um grande afago no coração de LB.

    Curtir

  15. Isabel Pinho permalink
    27/07/2013 10:27

    Difícil escolher o parágrafo mais bonito.Muito significativos. Fico, então, com as palavras do Papa:” é melhor uma igreja acidentada porque vai à rua do que uma igreja doente porque ficou dentro do templo”.
    Assisti pela segunda vez o cientista Hildebrando, maravilhoso com sua preocupação com a malária, orquídeas. Foi no Roda Viva, mas por quê da sua umportância: ele militou mas ele vai ao trabalho e faz pela humanidade. Me levou a procurar uma definição mais complacente do que seria a democracia, pois se autodefine como elitista-não somos todos iguais.Aí o sr.explicaria melhor essa situação, mas como ele, acho que tem coisas que nem todos sabem fazer. E, todos necessitam, então, procurei na Internet e achei o seguinte: ” A democracia só funciona mediante um Estado organizado juridicamente, um Estado de Direito.( artigo primeiro da CF). Em uma democracia deliberativa- a brasileira- grifo meu, o direito deve estar ligado à noção de justiça. As relações entre as pessoas, a sociedade e o Estado passam a ser pensadas em termos de justiça( dar a cada um o que lhe é devido- tradição clássica).
    Para Barzotto, a justiça social não esgota o conceito de justiça. No que se refere ao bem de uma pessoa singular, convém que exista uma justiça particular que ordene imediatamente o homem a respeito do bem de outra. A justiça particular dá a cada um o que é seu em consideração ao bem comum. Em suma tem-se que: a – Justiça social: devido diretamente à sociedade e indiretamente aos indivíduos ( noção de ordem).
    b – Justiça particular: devido(a) diretamente aos indivíduos e indiretamente à sociedade( noção de igualdade) . E segue….
    Está faltando uma certa familiaridade com a democracia, penso de uma forma geral.E,,o que se desconhece, erra-se muito.
    “Refunde-se” o pensamento da democracia….Um abraço, Isabel

    Curtir

  16. Miralice Maria Moreira permalink
    27/07/2013 10:37

    Para ressaltar valores não se deprecia outros valores tão importantes tanto quanto .Nada cristão ficar desmerecendo outros papas em relação ao atual. todos têm sua caracteristica e seus carismas não são menores .Papa Francisco traz uma bagagem de outros mares e com a mesma grandeza d’alma , ativando nos à profundidade da espiritualidade .Deus é o mesmo e a Ele todos devotam a mesma reverencia e dedicação . Que a preferencia pelo pobre não seja apenas a pobreza material , mas muito mais a carencia de espiritulaidade firmada no Evangelho de Jesus Cristo..

    Curtir

  17. Francisco Bastos permalink
    27/07/2013 11:32

    Há um mensageiro a marcar época na História do povo de Deus, sinalizando um novo tempo, com um jeito novo de profetizar ou seja, viver o que sente, pensa e faz……….. e assim as palavras ganham sentido novo. Fico feliz em testemunhar esse relevante fato.
    A simplicidade é o combustível do móvel que é a solidariedade. Essa luta é contra o egoísmo e exige uma permanente conversão, pois nada é definitivo, senão a vontade de servir ao irmão, com opção preferencial aos periféricos da História. Isso é libertar-se e se comprometer com a libertação do outro. Cordialmente.

    Curtir

  18. Rachel permalink
    27/07/2013 12:18

    Será que o Papa encontrou com D.Pedro casaldaglia ?

    Curtir

    • Paulo Roberto Dos Santos. permalink
      29/07/2013 20:54

      A voz é de Jacó, mas a mão é de Esaú… você já pensou quando o papa Francisco estiver “usando” o anel de tucum…Aí penso que esteve com São D. Pedro Casaldaliga…

      Curtir

  19. 27/07/2013 13:02

    Também acredito que praticar fé por meio de uma instituição religiosa, é justamente isso que o Papa Francisco vive e prega. A simplicidade, a aproximação com as pessoas por meio do amor e caridade, buscando sempre desenvolver o melhor das pessoas. Esse é um resgate do cristianismo simples e puro, aquele que Jesus, nosso salvador, ensinou e viveu.
    Vejo muita coerência nas atitudes do papa, principalmente no respeito as outras religiões. Direcionamento de atitudes sem acepções, isso tende a unir no lugar de separar e até mesmo gerar intrigas, conflitos…

    Curtir

  20. Juan Jose Verdesio permalink
    27/07/2013 13:30

    Eu acreditaria mais na frase do italiano Giuseppe Tomaso di lampedusa para o quase italiano Francisco que anda de carro FIAT: Se vogliamo che tutto rimanga come è, bisogna che tutto cambi. Frente a uma crise de crescimento de fieis, melhor se refugiar num dos maiores cantos do mundo onde o pensamento mágico domina a maioria. E assim arrebanhar mais para sobreviver. Na Ásia terreno perdido, Na Europa mais ainda. F
    ica a América latina e África para poder continuar a arrecadar dízimos. Além da perda de fiéis será que também a sobrevivência financeira da corporação mais antiga do mundo está em perigo?

    Curtir

  21. Fatima permalink
    27/07/2013 16:49

    Bravo! Bravíssimo! Maravilhosa análise, caro teólogo, filósofo e amigo íntimo de São Francisco de Assis, Leonardo Boff.! Abraço da Fatima/ Laguna/SC

    Curtir

  22. Fatima permalink
    27/07/2013 17:00

    Um ponto que gostei muito foi o chamado que o papa Francisco faz aos velhos e jovens. Ele alertou a juventude para nào permitir que o mundo a deixe de lado, bemo como os velhos. Imagino que o bispo de Roma pede que a sociedade não seja indiferente a sabedoria dos velhos e a boa vontade da juventude que deseja participar, que almeja oportunidades. Parabéns novamente, caro teólogo Leonardo Boff. Fátima/Laguna/SC

    Curtir

  23. Lázaro Pacheco permalink
    27/07/2013 17:37

    Para incluir minhas impressões do Papa Francisco no seu texto, eu coloco os movimentos seguintes:
    1) de uma simpatia aparente a uma empatia real, forte: se os dois Papas anteriores eram simpáticos, Papa Francisco é bem mais simpático, de acordo com o tipo brasileiro e latinoamericano de proximidade, ele é muito mais “ligado” a nós.
    2) de um eurocentrismo asfixiante a um pluralismo étnico, no tocante à maneira de viver Cristo hoje: não são o incenso, o ostensório, a legião de coroinhas e os cantos gregorianos que tornam uma celebração ou missa “santos”; eles podem estar presentes, mas penso que a atividade litúrgica terá uma luz totalmente nova se for incorporada numa sociedade em vez de ser “importada” de outra realidade. Pra quê colocar estola com bordados dourados se o brilho deve vir da vida vivida como Cristo viveu?

    Curtir

  24. Margarida Maria Alacoque permalink
    27/07/2013 17:45

    O PAPA FRANCISCO É O MAIS PERFEITO EXEMPLO DE UM CRISTÃO AUTENTICO, ISTO É, AQUELE QUE VIVE E PRATICA E DÁ TESTEMUNHO DOS ENSINAMENTOS DO CRISTO, DO EVANGELHO. A PALAVRA VIVA É MAIS FORTE QUE QUALQUER DOUTRINA, DOGMAS, NORMAS E LEIS CRIADAS PELA MENTE HUMANA

    Curtir

  25. 27/07/2013 17:50

    O amor se mostra na mais intensa faísca de Deus!!! Tu luz me tocou em ardência amorosa! Ardo em chama: incêndio vasto da alma!

    Curtir

  26. Antonio Costa Netto permalink
    27/07/2013 18:27

    Boa análise inicial. Percebe-se boa ventade para as mudanças na área pastoral e de exemplo vivido. Que seja realmente verdadeiro estes sinais para que aqueles “que tocam a cruz de Jesus’ possam levar consigo o compromisso do verdadeiro cristão.

    Curtir

  27. Jandira Sagionetti Nunes permalink
    27/07/2013 18:58

    Obrigada pelos aclaramentos, Leonardo Boff! Parece um que um NOVO TEMPO está chegando. Que Deus nos abençoe!

    Curtir

  28. 27/07/2013 19:57

    O Papa (preferiria chamá-lo de irmão) Francisco revolucionou até no relacionamento com as mulheres. É um papa beijoqueiro, com o devido respeito. Beijou até a presidenta Dilma, fraternalmente, claro. Beijou muitas criancinhas, paternalmente. Tornou o beijo mais natural, mais acessível, menos sensual.

    Curtir

  29. Maria das Graças Duarte permalink
    27/07/2013 20:06

    Concordo com esta análise preliminar de Leonardo Boff.Sinto assim tbém,novos ares,novos ventos,como que uma esperança quase sepultada a ressurgir.Vamos aguardar,mas neste momento sinto um grande bem estar.

    Curtir

  30. Reginaldo Dias dos Santos permalink
    27/07/2013 20:58

    é fantástico a forma como o Papa faz a leitura de mundo, como ele enfatiza a importância da juventude na Igreja, porém os nossos Padre parecem não perceber que a juventude estar morrendo e são variadas as forma s de salva-las. Nos jovens estamos sedentos do amor de Deus, precisamos de uma igreja mais acolhedora e menos capitalista.
    Posso afirmar que o Papa Francisco mim fez acreditar mais na Igreja, e ñ desistir de trabalhar com grupo de jovens, obrigado Papa Francisco….

    Curtir

  31. 27/07/2013 21:56

    “Todo artista tem que ir aonde o povo está”. O mesmo deve se dizer da igreja católica que deio que outros fossem até o povo. Este papa tem dito claramente que a igreja tem que se aproximar das pessoas. A frase citada no parágrafo 2 dá esperança que a igreja volte a cumprir seu dever.
    http://cariocadorio.wordpress.com/2013/07/21/a-chegada-do-papa-francisco/

    Curtir

  32. Antonio Jose da Silveira. permalink
    27/07/2013 23:45

    Caro L. Boff, “Francesco, Bispo de Roma.” Faço associação a “São Francisco: Homem de de Deus” com toda a abertura que São Francisco tinha a ponto de desenvolver três ramos na arvore franciscana. Na tua abertura e sensibilidade para com os protestantes, veio-me a memória o teu livro: “E a Igreja se fez Povo.” A ideia do Papa: presidir na caridade e a enfase no bispado de Roma como a função petrina me parece corresponder a algumas expectativas colocadas naquela reflexão.Oxalá estejamos caminhando mesmo à superação de uma concorrência das Igrejas por fieis e a busca de uma unidade cristã. Sei que o tema é delicado, pois vejo nas fragmentações e desenvolvimentos mais recentes de Igrejas, muitos grupos ainda dominados por uma visão muito estreita, fundamentalista e acríticos ao capitalismo. Mas você poderia nos brindar com uma “provocação” reflexiva por um ecumenismo transformador de romanos, ortodoxos e protestantes por uma igreja renovada a partir dos pobres e livre do poder do estado e da manipulação do capital? Isto é uma provocação num fraterno abraço com paz e bem!

    Curtir

  33. Léo César Vieira de Souza permalink
    28/07/2013 0:48

    Ainda estou avaliando o item 5, especialmente a parte em que é mencionada a idéia de que “é uma obrigação para o cristão envolver-se na política, pois a política é uma das formas mais altas da caridade”, porque Humanidade já derramou e continua derramando sangue de inocentes para separar religião de política.

    Curtir

  34. José Pascoal Vaz permalink
    28/07/2013 1:29

    A partir da visita do Papa Francisco, os padres progressistas se sentirão muito mais à vontade e intensificarão suas ações por um mundo mais justo. Os padres conservadores certamente repensarão suas posturas. Temos pressa por um mundo justo.

    Curtir

  35. jose orlando lauria permalink
    28/07/2013 5:13

    seu antecessor me parece que tinha verdadeira obssessao pelo trono. enquanto nao se tornou papa nao sossegou e por isso deve ter passadomaus momentos com seus pares. esse ao contrario dele, possui cara de bonachao de povo normal e logo conquistou seu povo. vai ficar mais facil tocar no povo suas ideias. nao ha nele ar de aristrocacia e sim de pai de todos. acho ainda que o desenho de seu rosto, de sorriso facil, foi muito votado para essa guinada da igreja. nesses tempos bicudos para a maioria do mundo nada como alguemque afague a alma ao aparecer e falar ao povo. acho que ele vai modificar muito a igreja. e acho tbm que por tras dele ha um conselho de cardeais o ajudando nesta guinada.

    Curtir

  36. Stela Ferraz permalink
    28/07/2013 8:13

    …”se um cristão não é revolucionário, não é cristão, deve ser revolucionário da graça, é uma obrigação para o cristão envolver-se na política mas a política da caridade”…

    Curtir

  37. Mauro Ricardo Alves dos Santos permalink
    28/07/2013 9:36

    Um bom caminho parece que vai ser trilhado. Vamos aguardar…

    Curtir

  38. 28/07/2013 17:18

    Nice post, I enjoy this blog!
    God bless this blog

    Curtir

  39. Dernevaldo Coutinho permalink
    28/07/2013 23:21

    Esse é um papa que vem me convencendo aos poucos. Principalmente porque deixou um pouco do teologismo sistemático de lado e olhou para o lado pratico da vida! Assim eu me RECONVERTO!

    Curtir

  40. Ana Paula Diniz permalink
    29/07/2013 12:07

    E UMA IGREJA QUE SE HARMONIZA … E UMA IGREJA QUE DANÇA… E UMA IGREJA QUE NOS MEUS 23 ANOS( HOJE COM 43), CONHECI ATRAVÉS DE PE IRALA( JESUITA), ATRAVÉS DO GRUPO OPA

    Curtir

  41. 29/07/2013 15:16

    Confia no SENHOR de todo o teu coração, e não te estribes no teu próprio entendimento – Provérbios 3:5.
    E nada mais

    Curtir

  42. 29/07/2013 15:42

    Fala-se muito em um mundo melhor, um mundo de paz, mais ninguém busca a receita para que isso aconteça. Fala-se… Fala-se… Fala-se… E senão haver ação, nunca vai haver transformação.
    Quando fala se num estado laico, embora tentem passar a ideia de não impor religião, mais na verdade pregam a ideia do Marxismo, que é não falar de DEUS, é deixar DEUS de fora. Por que nos países onde o comunismo foi implantado era proibido a religião. E como pode um mundo ser melhor sem DEUS??
    E a única mudança possível nesse mundo só pode acontecer com JESUS no comando. Isso ficou provado com a Jornada Mundial da Juventude. Ficou visível a diferença do dos movimentos religiosos e os não religiosos. OS seres humanos que caminham com JESUS, é o povo que conseguirá mudar o mundo. Fazer um mundo melhor, um mundo sem guerra, de respeito ao ser humano. Um evento desse porte sem brigas, sem bebidas alcoólicas, sem lixo esparramado, mostra a diferença. Ali naquele movimento estavam os verdadeiros católicos , que jejuam, tem vida de comunhão com DEUS através da oração. É essa a diferença visível.

    Curtir

  43. 29/07/2013 17:18

    Teologia da Libertação. Que bom ouvir novamente essa palavra que quase foi abolida por João Paulo II, pois a juventude e as CEBS dos anos 80, eram movidos por essa ideologia.

    Curtir

  44. Ana permalink
    29/07/2013 17:58

    Será belo se não for tudo marketing da Igreja. Esperemos. Podemos viver sem justiça, mas não sem esperança.

    Curtir

  45. 30/07/2013 7:44

    Custou, mas este senhor que prega a pobreza e anda em carros de luxo cobrando fortunas para fazer palestras sobre a teologia da libertaçao falou mal de Bento XVI… Leonardo Boff fala de perdão, mas não conhece isso… critica João Paulo II porque, simplesmente, não o deixou fazer o que queria…
    Boff., já deu pra vc!

    Curtir

    • 30/07/2013 13:19

      Luiz Claudio,
      Ve-se que não conhece nada da minha vida. Nunca tive carro de luxo e vivo do meu trabalho com muitos anos de trabalho em favelas e ainda hoje nos movimentos sociais de base.Não se entregue a suas fantasias e preconceitos. Isso vai contra o que Papa Francisco pregou. Aliás já me convidou para um encontro em Roma e pediu meu livro Francisco de Assis e Francisco de Roma que acaba de sair.

      Curtir

  46. 30/07/2013 9:24

    Papa Francisco, seja bem vindo a nova Roma! Sei que voce nao pode voltar atrás e desfazer as merdas da igreja. Mas pra frente é que se anda! Longa vida ao Holy Roman Emperor… Sagrado Imperador Romano!

    Curtir

  47. maria leonice maciel permalink
    30/07/2013 20:15

    o papa ele surpreendeu? ainda não tanto mas vai! a humanidade tem esta Carta de Cristo comprovada escrita pelo espirito de deus, pq quem encontra Jesus, ele realmente salva, liberta cura feridas enfim> esse PAPA É COLUNA DA HUMANIDADE uma qualidade de Jesuss Cristo. O papa se surpreende porque quem desenvolve seus talentos vindos do céu: os passarinhos vem pousar em seus galhos. FOI I FORMIGUEIRO DE CAPACABANA! ou seja o PAPA ESTÁ NA TERRA COMO SE TIVESSE NO CÉU! o PAPA é uma pessoa certa no lugar certo……………Deus obrigado! pq teu povo compreende este Papa, lider, pulso firme, carismático, simplicidade e sorriso de criança, e…e….e…!

    Curtir

  48. Carlos Pamplona permalink
    06/08/2013 18:47

    Comparar pessoas é sempre um péssimo método de redação.

    Curtir

    • 07/08/2013 23:34

      Carlos
      Não analiso pessoas, Wojtyla/Rartzinger, pois isso é coisa de Deus. Analiso práticas de atores religiosos, Papas, papados. Essas são objetivas e podem ser analisadas e confrontadas com outras práticas.
      lboff

      Curtir

  49. 30/09/2013 8:16

    Sou protestante, mas amo as reflexões do Boff. Aliás ha quem diga que Leonardo Boff é um católico protestante… rs Deus abençoe a todos 🙂

    Curtir

  50. F.Fraga permalink
    30/09/2013 17:35

    Conhecí Leonardo Boff em palestra que realizou há muitos anos em Volta Redonda Rj e na ocasião fiquei admirado pela sua simplicidade e atenção com todos que o acercavam, inclusive eu que na ocasião tinha uma dúvida teológica e ele me esclareceu de maneira carinhosa e exemplar. Quem o critica é por que não o conhece pessoalmente.

    Curtir

Trackbacks

  1. As novidades de Francisco | Mario.Ruivo Blog

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: