Skip to content

A porção feminina de Deus

30/08/2014

Certa madrugada insone, retomei meu trabalho costumeiro ao computador. De repente, pretendi ter ouvido, não sei se do mundo celestial ou se de minha mente em estado alterado, uma voz, em forma de sussuro, que me dizia: “Filho, vou te revelar uma verdade que estava sempre lá, no meu evangelista Lucas, mas que os olhos dos homens, cegados por séculos de patriaracalismo não podiam enxergar”.

“Trata-se da relação íntima e inefável entre Maria e o Espírito Santo”. E a voz continuava sussurando: “aquele que é terceiro, na ordem da Trindade, o Espírito Santo, é o primeiro na ordem da criação. Ele chegou antes ao mundo; só depois veio o Filho de Deus. Foi o Espírito Santo, aquele mesmo que pairava sobre o caos primitivo e que de lá tirou todas as ordens da criação. Pois desse Espírito Criador, se diz pelo meu evangelista Lucas:’ virá sobre ti, Maria, e armará sua tenda sobre ti; por isso, o Santo gerado será chamado Filho de Deus”. “Armar a tenda”, como sabes, significa morar definitivamente. Se Maria, perplexa, não tivesse dito o seu “sim”, faça-se segundo a tua palavra, o Filho não ter-se-ia encarnado e o Espírito não ter-se-ia feminilizado”.

“Vede, filho, o que lhe estou dizendo: o Espírito veio morar definitivamente nesta mulher, Maria. Identificou-se com ela, se uniu a ela de forma tão radical e misterirosa que dela começou a se plasmar a santa humanidade de Jesus. O Espírito de vida produziu a vida nova, o homem novo, Jesus. Para ti e para todos os fiéis é claro que o masculino através do homem Jesus de Nazaré foi divinizado. Agora, vá lá no evangelho de São Lucas e constatarás que tambem o feminino, através de Maria de Nazaré, foi divinizado pelo Espírito Santo. Ele armou sua tenda, quer dizer, veio morar para sempre nela. Repare que meu evangelista João diz o mesmo do Filho: ‘Ele armou sua tenda em Jesus”.

“Não é o Espírito”, sussura a mesma voz, “que toma o profeta para alguma missão específica e cumprida, termina sua presença nele. Com Maria é diferente. Ele vem, fica e não a deixa mais. Ela é elevada à altura do Divino Espírito Santo. Daí que logicamente, ‘o Santo gerado será chamado Filho de Deus’. Somente quem foi elevado à altura de Deus pode gerar um Filho de Deus. É o caso de Maria. Não sem razão, é a “bendita entre as mulheres”.

“Filho, eis uma verdade que deves anunciar: por Maria Deus mostrou que além de ser Deus-Pai é também Deus-Mãe com as características do feminino: o amor, a ternura, o cuidado, a compaixão e a misericórdia. Estas virtudes estão também nos homens, mas elas encontram uma expressão mais visível nas mulheres”.

“Filho: ao dizeres Deus-mãe descobrirás a porção feminina de Deus com todas as virtudes do feminino. Não deves esquecer nunca que as mulheres jamais traíram Jesus. Foram-lhe fiéis até ao pé da cruz. Enquanto os homens, os discípulos, fugiram, Judas o traiu e Pedro o negou, elas mostraram um amor fiel até o extremo. Elas, antes dos apóstolos, foram as primeiras a testemunharem a ressurreição de Jesus, o fato maior da história da salvação”.

“O feminino de Deus não se esgota em sua maternidade, mas se revela no que há de intimidade, de amorosidade, de gentileza e de sensibilidade, perceptíveis no feminino”.

“Não permita que ninguém, por nenhuma razão, discrimine uma mulher por ser mulher. Aduza todas as razões para respeitá-la e amá-la, pois ela revela algo de Deus que somente ela pode fazer, sendo junto com o homem, a minha imagem e semelhança. Reforce suas lutas, recolha as contribuições que traz para toda a sociedade, para as Igrejas e para um equilíbrio entre homens e mulheres. Elas são um sacramento do Deus-Mãe para todos, um caminho que os leva à ternura de Deus. Oxalá as mulheres assumam sua porção divina, presente numa companheira delas, em Maria de Nazaré. Mas o dia virá em que cairão as escamas que encobrem seus olhos. E então, homens e mulheres, nos sentiremos também divinizados pelo Filho e pelo Espírito Santo”.

Ao voltar a mim, senti na clareza de minha mente, o quanto de verdade me tinha sido comunicado. E comovido, enchi-me de louvores e de ações de graça.

Leonardo Bof escreveu O rosto materno de Deus, Vozes 1999.

41 Comentários leave one →
  1. ANA CLÁUDIA BARROS permalink
    30/08/2014 1:54

    PERFEITO!
    “SACRAMENTO DO DEUS-MÃE” .
    MARIA DE NAZARÉ DIVINIZA O FEMININO, PELA ACEITAÇÃO DO DIVINO ESPÍRITO SANTO!

  2. Renata permalink
    30/08/2014 3:58

    Obgda, Luísa Pontes, p me trazer essas palavras tão elucidativas em relação à Mae Maria q eu sempre intui dessa maneira,ms nas palavras desse homem tão sábio, tornam-se ainda mais certas e cheias de fé na Senhora Mãe da humanidade, parte imprescindível na salvação de nossas almas através de Jesus : Nosso redentor.

  3. arthur lima permalink
    30/08/2014 4:23

    Gostaria de agradecer ao mestre e irmão Boff pois, depois de muitos anos me dizendo ateu por não saber lidar com a contradição entre um Deus que era amor e crueldade ao mesmo tempo, esse texto mudou minha percepção sobre Deus, me deu as chaves para que eu encontrasse resposta para uma das inquietações que eu buscava desde cedo e me permitindo me reaproximar de Deus e viver em sua presença hoje. Muito obrigado! Deus, através de você, mudou a minha vida!

    • 31/08/2014 1:13

      Arthur
      participo de sua alegria e da travessia que fez em sua vida. Creio que o poder da “anima” quer dizer, do feminino é capaz destas transformações. Parabens e sinta-se na palma da mão de Deus-Pai e Mãe de bondade.
      lboff

      • Edwiges permalink
        31/08/2014 22:26

        Realmente, nós não temos só Deus Pai e sim também Deus Mãe: e juntos estão dando a água da vida(vida eterna) nesta última época.(época do Espirito santo)

        O Espirito e a noiva dizem: vem! Aquele que ouve, diga: Vem! Aquele que tem sede venha, e quem quiser receba de graça a água da vida. AP:22:17

        Então, veio um dos sete anjos que tem as sete taças cheias dos últimos sete flagelos e falou comigo, dizendo: Vem, mostrar-te-ei a noiva, a esposa do Cordeiro;
        e me transportou, em espirito, até a uma grande e elevada montanha e me mostrou a santa cidade, Jerusalém, que descia do céu, da parte de Deus. AP:21:9,10

        Mas a Jerusalém lá de cima é livre, a qual é nossa mãe; GÁLATAS:4:26

        Deus abençoe!!!

  4. 30/08/2014 5:42

    realmente impressionante a natureza e a missao da mulher!

  5. simone sarmento lima permalink
    30/08/2014 7:51

    Texto espiritualizado (penso que seria assim denominação) para ser repassado entre amigos e colocado na mídia! Momento de leveza espiritual recebido e muito bem aproveitado para ser revelado, mostrado.
    O mundo se encontra de ponta-cabeça, necessita do bem e do bom. Aqui, se encontra a essência da vida que se plasmou para os tempos e tempos: Jesus é a prova viva disso.Como não acreditar, não ver, não perceber Deus? E a iluminação de Maria? O quarto elemento junto à trindade. A porção feminina do divino que recebe, alimenta, alenta e guarda amorosamente.
    Com todos os esclarecimentos recebidos, é com chave-de-ouro essa passagem “””E então, homens e mulheres, nos sentiremos também divinizados pelo Filho e pelo Espírito Santo”
    O mesmo Espírito Santo, que se espraia e se reflete nos anjos de Deus (seres de luz), os intermediários-guardiães de todos nós, como estamos em evolução, chegaremos a esse estágio. Acredito.
    Seu momento foi belíssimo, cheio de graça. Que Deus o ilumine sempre!

  6. 30/08/2014 9:48

    Extrema lucidez nas palavras do Prof.Leonardo Boff sobre as dimensoes espirituais do significado sensciente( no sentido em que a verdade epistemica teologica traduzida em experiencia experienciada,vivencia ,sensciencia numinosa por Boff do feminino em Deus religioso mariano.Maria, Silencio altissimo de amor! A obra de Boff intitulada O rosto materno de Deus expressando Maria como modelo mitico da cristandade de acordo com o pensamento do mito em Gilbert Durand.Esse referido livro deveria ser leitura obrigatoria a todos os especialistas e aderentes do arquetipo da Grande Mae presente em magnificas narrativas de fe crista..Observei um ateu na noite de lua cheia pedindo socorro a Virgem Mae.no meu projeto de pesquisa financiado pela FUNCAp- Fundaçao de Amparo a Pesquisa denominado O Imaginario da fe e da cura nos Cultos Marianos.

  7. Anselmo Coyote permalink
    30/08/2014 10:20

    Nem, bendito homem. Muito bonito, mas não vai dar pra “espalhar” isso, não. Se do jeito que está os homens não tem dos filhos um milionésimo das manifestações de amor que eles dedicam às mães, então espalhar isso será o objetificação definitiva do homem. Aliás, será que minha mãe errou ao me ensinar a amar tanto e admirar o meu pai? Não creio que tenha errado mas a dissonância com as outras criações é gigante. Ou estas estariam certas, o que significaria admitir que o pai realmente é essa figura que deve ser esquecida num inacessivel porão de desamor? Não entendo isso. É muito para minha pobre cabeça o obscurantismo relegado a José, cuja história todos conhecem.
    Não vai dar, bendito homem.
    Que o Espírito Santo, em sua infinita bondade e misericórdia me dê o entendimento ou o perdão. Amém.

    • 31/08/2014 1:10

      Anselmo
      A figura do pai é fundamental tanto assim que Jesus apresenta Deus na forma de Abba,paizinho querido. Mas apresenta-o com caracteristicas de mae que perdoa o filho prodigo, que procura a moeda perdida etc. Escrevi um livro sobre S.José, fruto de uma pequisa de 20 (pela Vozes) e o apresento como a corporificação do Pai celeste. Temos que ter uma visão equilibrada de que todos somos frutos do amor de Deus embora diferentes no sexo e na forma.Todos são tambem divinizados nao apenas alguns
      lboff

  8. Fernando permalink
    30/08/2014 11:12

    Lindo texto, frei Leonardo e de motivo para uma boa reflexão do porquê de em pleno séc. XXI as pessoas ainda insistirem no modelo patriarcal arcaico que já entrou em crise e tanta desgraça trouxe ao mundo através da segregação, força física, guerras e competitividade sem limites sobre o qual a civilização machista foi edificada. Mas, cuidado, frei, ao republicar um texto como estes, numa época em que as pessoas estão “marinando” e que corremos o perigo real de nos tornarmos uma república dos bananas talebãs fundamentalistas cuja ideologia é toda alicerçada no preconceito e ódio ao que é diferente e que difere do modelo judaico-sionista, mostrar a face de Deus – que também é feminina – pode ser considerado de uma heresia sem precedentes. Em tempos de aviões que caem como frutas podres de um pé de árvore e defuntos incompetentes em vida alavancam do fundo de suas covas candidaturas espúrias baseado única e exclusivamente na esquizofrenia e histeria coletivas, certas idéias podem ser consideradas subversivas, “comunistas”, até. Pode-se aplaudir os nazifascistas genocidas que lavam Gaza com o sangue de gente inocente e desarmada porque eles representam o “povo escolhido” e tem todos os direitos “divinos” de fazê-lo. Afinal, herdamos deles o modelo e a cultura macho-belicista inspirada em seu deus que tem sangue de sangue mas meditar sobre a porção afetuosa e maternal divina do Criador será considerado uma heresia – mais uma para a sua lista – e daí para a pecha de “comuna” é um pulinho. E, nestes tempos bicudos que se desenham no horizonte, de “comuna” para um terrorista do Hamas será só meio pulinho…
    Um grande abraço!

  9. Fernando permalink
    30/08/2014 11:14

    errata: leia-se acima:… inspirada em seu deus que tem SEDE de sangue…

  10. 30/08/2014 11:30

    Como era de se esperar, o texto está primoroso na forma e profundo nas reflexões, mas o conteúdo não parece proceder do mesmo escritor que denunciou a quaternização da trindade.

  11. Diana permalink
    30/08/2014 11:43

    Fiquei tão triste essa semana, uma criança que eu conheço pegou na medalhinha de Nossa Senhora das Graças da minha corrente e perguntou se era Jesus, eu disse não, é a mãe dele. Aí ele falou assim: “na igreja disseram que ela virou do mau”. Confesso que senti uma repulsa de alguns dos (sei que nem todos diriam essa insanidade) meus irmãos protestantes nessa hora, como eles podem dizer isso?? Ainda mais a crianças que estão construindo suas noções de certo e errado!

  12. 30/08/2014 12:30

    Uauuuuuu! Amigo Leonardo Boff, existem impressões nas sagradas escrituras tao fecundas que de fato ainda pouco conhecemos dos textos bíblicos e da maioria das vezes os deslocamos para nosso bel prazer. Que triste tudo isso. Seu artigo trata-se de uma clareza teológica de quem consegue aurir da fonte a simplicidade de Deus e sua grandeza feminina. Precisamos permitir que as encrustrações patriarcais do ocidente caiam de uma vez por todas. O povo está muito machucado por instituições e, por tamanha insegurança social, estamos observando o aparecimento de radicais religiosos dentro de todas as religiões. Tais pessoas querem defender mais estruturas engessadas do que a beleza que nos propõe o Espírito de Deus. Não desista nunca de ser fiel à sua consciência e estamos sempre acompanhando suas reflexões para questioná-las quando for preciso, mas acima de tudo como eternos aprendizes da sua escola da vida! Abraços!

  13. Clovis Albuquerque permalink
    30/08/2014 12:37

    Olá Leonardo Boff, queria perguntar, se você puder responder, se você mantém o apoio a Marina Silva, assim como você o fez em 2010. Pergunto na qualidade de seguidor, pois o tenho em alta conta de forma que a sua opinião importa muito para mim.

    Um forte abraço.

    • 31/08/2014 1:03

      Clovis
      respeito e gosto da Marina como pessoa.Somos amigos do tempo do Acre. Como atora política penso que se tornou vitima do poder buscado por ele mesmo,abandonando a visão que tinhamos de colocar o social no centro e não o economico em sua forma neoliberal. Ela escolheu este caminho e por isso virá o arrocho salarial, desemprego, menos meios para os pobres, juros mais altos para conter a inflação que significa que os ricos vão ficar mais ricos. Isso é um atraso e não a acompanho.
      Acho que apesar dos erros havidos Dilma represeneta ainda o melhor projeto para as grandes maiorias.
      lboff

  14. lílian permalink
    30/08/2014 13:39

    Parabéns pelo llindo artigo. Caríssimo mestre Leonardo Boff, sou uma entusiasta leitora de todos 0s seus artigos. Adorei este artigo sobre o feminino de Deus. Como estudiosa da língua hebraica, acrescento que o Deus-mãe está intrinsicamente ligado ao “Eterno”,como gosto de nominar Deus, também em Gênesis: “No princípio, Deus criou os céus e a terra e… o espírito (“ruah,em hebraico) de Deus paira sobre as águas”- – – O verbo “paira”, em hebraico, é “merahefet”, no feminino. Enviando um abraço fraternal, peço ao Eterno que continue a illuminá-lo sempre.

  15. 30/08/2014 18:03

    Olá Leonardo Boff! Muito legal o seu texto! Acho que muitas mulheres deixam de seguir o caminho da espiritualidade porque ela é igualada à religião em nossa sociedade e esta é bastante misógina. Atualmente, muitas religiões estão resgatando o princípio feminino. Eu compartilho mais da filosofia budista e pelo meu acompanhamento, eu sei que as mulheres estão se unindo para rever a interpretação de suas “escrituras”. Eu também estudo sobre isso e sei que muitas mulheres iluminadas (ou que receberam o Espírito Santo, no linguajar católico) existiram na história, mas foram ignoradas, de modo que o status quo patriarcal continuasse. No fim, se as pessoa compreendessem que a mensagem final de Deus (nem homem nem mulher) é amor, elas não veriam diferenças entre os seres vivos (nem os animais, como São Francisco quis apontar). Infelizmente, as pessoas usam a religião para dominar as outras, aos animais e ao planeta e brigam entre si. A mensagem é sempre uma só: Amor! Ainda existe uma esperança, entretanto! Eu acredito!

    • 31/08/2014 0:58

      Camila
      Ccncordo plenamente com vc. Todas as religiões estão revendo seu passado e superando o patricalismo e descobrindo a “anima” que está em cada um e assim tem a possibilidade de uma experiência mais completa do humano e do divino.
      Meus parabens por sentir sua porção divina enquanto mulher
      lboff

  16. susana permalink
    30/08/2014 20:58

    perfeito e divino, assim como é Cristo em nós…

  17. elizabeth azevedo permalink
    30/08/2014 23:38

    eu já tinha percebido este lado feminino de Deus quando tinha meus 10 anos de idade e as freiras brigaram comigo ,porem isso dentro de meu eu era mais forte pois Ana foi visitada por uma anjo e ela teve Maria , depois o sim de Maria para abrigar o divino , e as freiras diziam que eu estava erado .
    obrigado por afirmar aquilo que eu já tinha em mente .
    hoje tenho 53 anos

  18. 30/08/2014 23:39

    Divinamente real a percepção, da feminilidade de DEUS!!!

  19. Cícero permalink
    31/08/2014 0:03

    A beleza deste texto não reside somente na maestria com que foi escrito. Reside antes na singularidade da expressão do amor de Deus através de Maria.

  20. Cícero permalink
    31/08/2014 0:07

    Parabéns Boff. Sou um profundo admirador de seu trabalho. Perdi a oportunidade de ouvi-lo pessoalmente aqui em Belém.

  21. zelia primola permalink
    31/08/2014 7:42

    Maria,Diletíssima Mãe de Jesus e de todos nós,rogai por nós. O Leonardo Boff é um ser irmão nosso de admirável sabedoria, tudo escrito por ele traz grandes verdades, este artigo merece cuidadosa reflexão para que desperte nos homens a atenção,o valor,a confiança em Nossa Mãe Maria Imaculada.

  22. Ivani Madalena Ahlberg permalink
    31/08/2014 8:52

    Oi frei Leonardo. Estou escrevendo minha monografia na Faculdade de Teologia de Stockholm e o tema é justamente como a teologia da libertação vê a mulher e o seu papel na sociedade e na igreja. Poderia me dizer alguma coisa sobre isso relacionado ao tempo em que a TL surgiu e hoje?

    A respeito do seu artigo que acabei de ler, como vc pensa sobre as mulheres tbém terem o direito de serem ordenadas a serem padres e até Papa?

    Agradeço antecipadamente pela sua resposta. Creio que minha monografia é muito relevante para a sociedade suéca e para a igreja na Suécia.

    Ateciosamente
    Ivani Ahlberg

    • 31/08/2014 21:52

      Ivaani
      Há bastante teologia feita por mulheres na A.Latina e no Brasil. Aqui no Brasil se destacam Ivone Gebara e Maria Clara Bingemer (se entrar no Google encontrará as referencias).
      Eu tenho trabalhado o tema ainda no final dos anos 70 com a questão filosofico/teologica do masculino/feminino. Escrevi o livro O Rosto materno de Deus (Vozes) com ampla discussão teorica sobre o feminino. Depois fiz um livrinho muito lido Ave-Maria: o Espirito Santo e a mulher (Vozes) e por ultimo junto com a feminista recem falecida Rose Marie Muraro o livro Feminino/masculino:um novo paradigma para uma nova relação (Record, Rio). Aqui se fez uma pesquisa de envolveu uns 20 anos e muita bibliogarfia. Mas há tambem teologas no Mexico, no Peru, na Argentina. Talvez seja melhor escrever para Maria Clara
      Boa sorte e um abraço
      lboff

  23. 31/08/2014 13:26

    O Espírito Santo, continuidade da missão, passa por exaltar a mulher e dar ao feminino seu lugar e importância. O Espírito fez morada em Maria; e em todas as mulheres!

  24. 31/08/2014 13:30

    A libertação passa pela verdadeira libertação da mulher. Ser livre para repetir os erros dos homens não é liberdade. Precisamos nos desvencilhar da opressão do patriarcado, que faz mais mal aos homens, por incrível que isso pareça… O mundo precisa de mais coração. Como nunca ele precisa da figura de Maria!

  25. Sheila M. Soares permalink
    31/08/2014 16:30

    Com todo o respeito a vossa particularidade de pensar… Maria era sem duvida pura de coracao e preparada para receber o ser mais perfeito que ja esteve entre nos, tinha elevacao suficiente para abrigar o Divino mestre Jesus ; no entanto, a perfeicao e a autoridade Moral era do filho que seu ventre abrigara e estava sempre em sitonia com as potencialidades do universo, diante da crueza dos povos da epoca que ainda ate hoje nao compreende a envergadura que o corpo material de Jesus abrigava em si ;as potencialidades maximas de polaridades Masculina e Femininas, ultrapassando a angelitude e sendo uno com Deus.Como o proprio Mestre ,irmao maio nosso mesmo dissera ! Eu e o pai somos uno. A vontade de Deus era a sua acao na Terra! Muita Paz! E que Deus o abencoe, sempre! (desculpa o meu teclado nao ter acentuacao grafica…)

  26. Maive Trovão permalink
    31/08/2014 17:58

    “O Universo gera em toda a sua imensidão”, verdade cientificamente comprovada.
    “A mulher foi dado o dom de gerar”
    E o que foi revelado a você meu irmão, foi um dos pilares das 12 verdades. Ele é Ela !!!!
    Esta é a grande canção!

  27. 01/09/2014 12:45

    Deus é uno. Atravessa todos os tempos sem se mover, e permanece onde sempre esteve, e está e estará, observando seus filhos lhe lançarem suas interpretações da melhor forma que lhes convêm. Deus é amor, mas não é tolo. Deus é espírito santo, além do gênero. Deus vai além das covardes cercas que pretendem lhe aprisionar manejadas por seus filhos que se sentem mais amados, uns que os outros. Reconhecer a porção feminina de Deus não me parece emanar de um estado divino de comunicação celestial ou mesmo de uma alteração mental, sugere decorrente de um aprofundamento exaustivo da verdadeira face de Deus. Ato de pura humanidade em um mar de desumanas delineações, que durante os séculos lançam sobre Deus, a folha em branco que reflete a face de seus próprios investigadores. Penso que Deus deve estar exausto de interpretações humanas, dos acontecimentos remotos, dos acontecimentos presentes, dos acontecimentos passados, das repetidas vezes que nos perdemos Dele, da nossa covarde tolerância aos massacres aos nossos irmãos que vemos como em um filme, nos meios de comunicação, diariamente. As tragédias da vez…Israel e Palestina…Rússia e Ucrânia…Michael Brown no Missouri…e todos os filhos que prematuramente se vão para sempre…o amor é misericordioso! Deus é amor! E o amor é paz! Paz é Deus! E mesmo diante dos requintes de técnicas para destruir o mundo, da demonstração de força que pode o homem despender para assegurar sua capacidade de estabelecer-se sobre o próximo,há uma voz que diz que a paz é o melhor lugar, que pressupõe aceitação do próximo e de toda a garantia à manutenção da sua existência integra, física, psicológica, moral. Seja macho, seja fêmeo, seja branco, seja negro, seja religioso, seja agnóstico, seja o que quiser ser…Penso que Deus é uma montanha possível e Leonardo Boff uma formiguinha…que transita entre o paraíso e mar morto… com missão acima de suas forças…tomou uma folha imensa em suas mãos e vem bordando um mistério profético,…trabalho que vem lhe consumindo a seiva da vida, pelos longos dos anos e que certamento não se verá encerrar nesta! Suspeito que lá, naquela folha de papel formada pela folha intimamente ligada a mãe terra haverá de surgir uma face que revelará o mistério…E como todos mistério, traz mais a importância na busca que definitivamente na sua revelação. Se verá em nítida singeleza a face do próximo…àquele que devemos amor incondicionalmente. Meu amado irmão Leonardo Boff, mesmo bem menor que uma formiguinha, ouso dizer que é uma honra para o mundo você existir! Que a indignação das coisas do mundo sempre lhe dê energia para tecer o mistério em busca da verdadeira paz que acampa dentro do seu digno coração…

  28. leila sousa permalink
    05/09/2014 12:23

    Caro frei Boff, agradeço suas palavras tão ricas do Espirito Santo! Creio que ê isso mesmo: Maria é agraciada por Deus q divinisa e a torna protagonista na História da Salvação! Não,ela não é uma qualquer que foi eleita pra gerar o Filho de Deus! Ela é ” Bendita entre todas as mulheres”! Ela abre as portas com o seu grandioso SIM e esta na hora não da sociedade patriarcal como de todas as igrejas cristãs,inclusive a Católica,reconhecer e afirmar essa verdade!
    Agradeço! Abraço! Paz e Bem!

  29. Filofron permalink
    07/09/2014 1:27

    Hola estimado Professor.
    O texto correto seria o seguinte:
    Então o anjo lhe esclareceu: “O Espírito Santo virá sobre ti, e o poder do Altíssimo te cobrirá com a sua sombra. E por esse motivo, o ser que nascerá de ti será chamado Santo, Filho de Deus.( Lucas 1:35 )
    e no idioma grego seria : καὶ ἀποκριθεὶς ὁ ἄγγελος εἶπεν αὐτῇ• Πνεῦμα ἅγιον ἐπελεύσεται ἐπὶ σέ καὶ δύναμις ὑψίστου ἐπισκιάσει σοι• διὸ καὶ τὸ γεννώμενον ἅγιον κληθήσεται υἱὸς Θεοῦ.
    Não existe a frase ´´e armará tenda sobre Ti´´. Os verbos ´´επελεύσομαι´´ e ΄΄Κληθήσομαι΄΄ não pressupoem a tradução ´´armará tenda sobre Ti´´ .
    Esta tradução e muito livre e não se desprende do texto grego. De todo modo o Syllogismo sobre o feminino no ámago da Divinidade, é correto. Paz e Luz

  30. Filofron permalink
    15/10/2014 23:59

    Hola professor
    Feliz aniversário por o dia do professor.
    O livro …GODDESSES IN EVERYWOMAN ( jean shinoda Bolen) é muito esclarecedor
    Um abraço fraternal

Trackbacks

  1. A porção feminina de Deus « Associação Rumos
  2. EL ROSTRO MATERNO DE DIOS. LEONARDO BOFF | Evangelizadoras de los apóstoles
  3. Alive On The Edge » The feminine part of God
  4. EL ROSTRO MATERNO DE DIOS - Pastoral Social Carabayllo
  5. Palavras de Poder » Blog Archive » A porção feminina de Deus

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: