Skip to content

O que se esconde atrás do ódio ao PT (I)?

07/03/2015

Há um fato espantoso mas analiticamente explicável: o aumento do ódio e da raiva contra o PT. Esse fato vem revelar o outro lado da “cordialidade” do brasileiro, proposta por Sérgio Buarque de Holanda: do mesmo coração que nasce a acolhida calorosa, vem também a rejeição mais violenta. Ambas são “cordiais”: as duas caras passionais do brasileiro.

Esse ódio é induzido pela midia conservadora e por aqueles que na eleição não respeitaram rito democrático: ou se ganha ou se perde. Quem perde reconhece elegantemene a derrota e quem ganha mostra magnanimidade face ao derrotado. Mas não foi esse comportamento civilizado que triunfou. Ao contrário: os derrotados procuram por todos os modos desligitimar a vitória e garantir uma reviravolta política que atendesse a seu projeto, rejeitado pela maioria dos eleitores.

Para entender, nada melhor que visitar o notório historiador, José Honório Rodrigues que em seu clássico Conciliação e Reforma no Brasil (1965) diz com palavras que parecem atuais:

”Os liberais no império, derrotados nas urmas e afastados do poder, foram se tornando além de indignados, intolerantes; construíram uma concepção conspiratória da história que considerava indispensável a intervenção do ódio, da intriga, da impiedade, do ressentimento, da intolerância, da intransigência, da indignação para o sucesso inesperado e imprevisto de suas forças minoritárias” (p. 11).

Esses grupos prolongam as velhas elites que da Colônia até hoje nunca mudaram seu ethos. Nas palavras do referido autor: “a maioria foi sempre alienada, antinacional e não contemporânea; nunca se reconciliou com o povo; negou seus direitos, arrasou suas vidas e logo que o viu crescer lhe negou, pouco a pouco, a aprovação, conspirou para colocá-lo de novo na periferia, no lugar que continua achando que lhe pertence”(p.14 e 15). Hoje as elites econômicas continuam a abominar o povo. Só o aceitam fantasiado no carnaval. Mas depois tem que voltar ao seu lugar na comunidade periférica (favela).

Lamentavelmente, não lhes passa pela cabeça que “as maiores construções são fruto popular: a mestiçagem racial, que criava um tipo adaptado ao país; a mestiçavel cultural que criava uma síntese nova; a tolerância racial que evitou o descaminho dos caminhos; a tolerância religiosa que impossibiltou ou dificultou as perseguições da Inquisição; a expansão territorial, obra de mamelucos, pois o próprio Domingos Jorge Velho, devassador e incorporador do Piaui, não falava português; a integração psico-social pelo desrespeito aos preconceitos e pela criação do sentimento de solidariedade nacional; a integridade territorial; a unidade de língua e finalmente a opulência e a riqueza do Brasil que são fruto do trabalho do povo. E o que fez a liderança colonial (e posterior)? Não deu ao povo sequer os beneficios da saúde e da educação, o que levou Antônio Vieira a dizer:’Não sei qual lhe faz maior mal ao Brasil, se a enfermidade, se as trevas”(p. 31-32).

A que vêm estas citações? Elas reforçam um fato histórico inegável: com o PT, esses que eram considerados carvão no processo produtivo (Darcy Ribeiro) e o rebutalho social, conseguiram, numa penosa trajetória, se organizar como poder social que se transformou em poder político no PT e conquistar o Estado com seus aparelhos. Apearam do poder, pelo voto, as classes dominantes; não ocorreu simplesmente uma alternância de poder mas uma troca de classe social, base para um outro tipo de política. Tal saga equivale a uma autêntica revolução social, pacífica e de cunho popular.

Isso é intolerável para as classes poderosas que se acostumaram a fazer do Estado o seu lugar natural e de se apropiar privadamente dos bens públicos pelo famoso patrimonialismo, denunciado por Raymundo Faoro.

Por todos os modos e artimanhas querem ainda hoje voltar a ocupar esse lugar que julgam de direito seu. Seguramente, começam a dar-se conta de que, talvez, nunca mais terão condições históricas de refazer seu projeto de dominação/conciliação. Outro tipo de história política dará, finalmente, um destino diferente ao Brasil.

Para eles, o caminho das urnas se tornou inseguro pelo nível crítico alcançado por amplos estratos do povo que rejeitaram seu projeto político de alinhamento neoliberal ao processo de globalização, como sócios dependentes e agregados. O caminho militar será hoje impossível dado o quadro mundial mudado. Cogitam com a esdrúxula possibilidade da judicialização da política, contando com aliados na Corte Suprema que nutrem semelhante ódio ao PT e sentem o mesmo desdém pelo povo.

Através deste expediente, poderiam lograr um empeachment da primeira mandatária da nação. É um caminho conflituoso pois a articulação nacional dos movimentos sociais tornaria arriscado este intento e talvez até inviável.

O ódio contra o PT é menos contra PT do que contra o povo pobre que por causa do PT e de suas políticas sociais de inclusão, foi tirado do inferno da pobreza e da fome e está ocupando os lugares antes reservados às elites abastadas. Estas pensam em fazer, com boa consciência, apenas caridade, doando coisas, mas nunca buscando a  justiça social.

Antecipo-me aos críticos e aos moralistas: mas o PT não se corrompeu? Veja o mensalão? Veja a Petrobrás? Não defendo corruptos. Reconheço, lamento e rejeito os malfeitos cometidos por um punhado de dirigentes. Devem ser julgados, condenados à prisão e até expulsos do PT. Traíram mais de um milhão de filiados e principalmente botaram a perder os ideais de ética e de transparência. Mas nas bases e nos municípios – posso testemunhá-lo em dezenas de assessorias – vive-se um outro modo de fazer política, com participação popular, mostrando que um sonho tão generoso não se deixar matar assim tão facilmente: o de um Brasil menos malvado, mais digno, justo pacífico. As classes dirigentes, por 500 anos, no dizer rude de Capistrano de Abreu, “castraram e recastraram, caparam e recaparam” o povo brasileiro. Há maior corrupção histórica do que esta?

Voltaremos ao tema.

*Leonardo Boff é colunista do Jornal do Brasil, teólogo, filósofo e escritor

66 Comentários leave one →
  1. ivonetecastrom@gmail.com. permalink
    07/03/2015 0:51

    Quisera que tudo isso chegasse a todos os brasileiros. Infelizmente quem precisa ter este conhecimento, não consegue abrir-se e ler, pois já está totalmente alienado. Mas levar em frente.Obrigada Leonardo Boff, por todo esse esclarecimento. Que Deus continue te abençoando com toda essa sabedoria. Gde abraço.

    • 13/03/2015 11:03

      eu mesmo sou pobre e trabalhei minha vida inteira e fui prejuducada pelo PT…acorda gente…

      • Henry Gy permalink
        31/03/2015 13:56

        Daniela, os argumentos postos lindamente por BOFF no artigo são irreais em minha opinião. Embora BOFF afirme não ter vínculo com o PT, está profundamente preocupado em justificar o partido dito “dos trabalhadores” (a despeito de TODOS os estragos concretos, palpáveis e efetivos que o PT realizou – e realiza – contra TODA a sociedade brasileira. Danos irreparáveis, alguns deles travestidos de ações sociais). Está mais comprometido com o “discurso petista” do que retratar a realidade suada vivida a cada amanhecer por dezenas e dezenas de milhões de brasileiros. Incorporou, extra oficialmente, o papel de porta voz ” equilibrado, justo, ético” de um partido que abandonou o importantíssimo projeto de justiça social, honestidade e liberdade assim que assumiu o poder. E o PT usa bem as falas de BOFF (que tem um histórico magnífico de vida mas se deixa invadir de uma ingenuidade pueril em algumas de suas análises) e todo o respeito que ele, o Boff, ainda inspira em segmentos mais frágeis e crédulos da população. O PT chegou ao Planalto apoiado e fundeado na confiança de milhões de brasileiros sedentos de justiça (s) que os séculos de história dessa nação a eles negaram. Mas o o PT fez pior!!! Vendeu mas não entregou o peixe. A grande “revolução” que realizou foi distribuir meia dúzia de espigas de milho mas tomou para si, como algo privado e particular, os milharais e os silos cheios até o topo. Não só traiu ideais valorosos como adotou e sistematizou tudo aquilo que levou o Brasil ao fundo do poço moral, econômico, político, social e ético. Tenta nos dizer que a fala dos líderes petistas que ainda escapam da justiça e daqueles que ainda estão em presídios condenados ou investigados pela mesma justiça, têm fundamento. Segundo essa fala oficial e extra oficial a revolta de milhões de brasileiros não é contra os absurdos que esse partido realiza mas é um ódio segmentado, construído e direcionado por gente que “odeia o avanço das camadas mais pobres e abandonadas”. É choro de “coxinhas” como adoram tipificar os militantes da sigla que outrora já representou a Ética e a força do Trabalho honesto. É coisa de gente reacionária, de direitistas saudosos. É a fala que se repete como um mantra entre petistas e adoradores do absurdo. E vão repetir esse discurso até a exaustão pois nada tem de concreto para contrapor essa reza mentirosa de que, o Partido dos Trabalhadores é um aliado fundamental e irrecusável na busca de um país mais justo, com menos desigualdades, com mais educação de qualidade, próspero, democrático, livre e no qual você possa trabalhar e confiar. O Partido dos Trabalhadores já foi esse portador da esperança, da dignidade, da força de transformação da sociedade verde e amarelo mas não o é mais. O PT não passa hoje de uma organização, de uma casta que nada fica a dever ao que de pior o mundo já viu. A revolta é sua, minha e de todos que, minimamente, sabem que, depois de mais de 12 anos no poder, o PT e seus seguidores carolas dogmáticos, não passam hoje de uma grande e perigosa armadilha. Como se diz no Brasil: é uma arapuca financiada com nosso suor, dinheiro e trabalho. E, se não agirmos, a fatura a ser paga pode ser mais e maior do que um pais falido, pode ser a nossa liberdade. Termino meu comentário com o seu comentário pleno de razão: “eu mesmo sou pobre e trabalhei minha vida inteira e fui prejuducada pelo PT…acorda gente…”. Temos até 2017 para expressar e transformar o quadro atual. E com sorte, sapiência e muito trabalho, dar destino mais profícuo ao Estado e a Nação em 2018.

      • 05/04/2015 19:08

        Creio haver sutileza semântica entre SER PT e ESTAR PT; e tenho cá pra mim que não se pode estar santo sem ser santo. Entretanto o mimetismo politico dos que estão PT, está vindo à tona pela fogo do jogo das coisas que SÂO.

      • 08/04/2015 15:59

        Professor Biasi expressa no artigo publicado na Carta Capital todo o sentimento que tenho a respeito do PT. É um sentimento dos muitos aqueles que, por uma grande infelicidade, tinha conhecimento da corrupção que se alastrava como um câncer pelo Brasil. Sentimento daqueles que viram nos olhos de alguns desses idealistas, a tristeza em saber que, para fazer-se expressar e modificar o status-quo da politica, o partido dos trabalhadores teria que assumir a mesma ética dos outros partidos especialmente depois da derrota a lá Roberto Marinho para a ameba alagoana Color. Perder para o PSDB não seria problema, afinal, o partido estava ainda aprendendo a engordar os caixas de campanha com doações não contabilizadas, como afirma Eduardo Suplicy. Chegar ao poder exigiu muito dinheiro e o sangue de alguns militantes, como Celso Daniel. Até aí, a história é sujeita a absolvição, com certeza. Mas, daí para frente, jogar o jogo do “tudo pelo poder” com JD Corp. Ltd. como técnico, está longe de ser perdoado. Como é, não sei, só sei que é assim (Suassuna)

        http://bit.ly/1Fk1xT5

      • 12/05/2016 12:49

        Saber perder é uma coisa mas ficar quieto perante tanta corrupção é totalmente diferente. Muitos votaram achando q seria o melhor pra todos… Porém não foi o q aconteceu e a democracia é direito de todos…

  2. Maria Aparecida Da Silva permalink
    07/03/2015 9:14

    Grande homem!!! dono do conhecimento fantástico…é importante fazermos essa analise do passado…só assim chegamos a conclusão do pq da revolta da direita em tomar o poder. Com isso eles usam as piores armas para demolir a presidente. Mas a grande massa precisa acreditar e fazer valer o seu poder de decisão “Seu voto” Sou Dilma, Sou Lula, Sou 13, Sou PT…2018 De Novo com Lula

    • Mario Real permalink
      08/04/2015 16:17

      Há petistas sérios e não são poucos, porém os sérios, estão envergonhados. É só ler o que diz o petista Frei Betto… entretanto, tentar tapar o sol com a peneira… é impossível… assim o sol perpassa e cega mesmo… A Sra está cega pelo brilho do dinheiro roubado pelo PT, que ofusca a visão dos que nele creem. Política não é religião, não há crença, há fatos.

    • Rosy permalink
      24/02/2016 1:35

      Hoje dia 24/03/2016, ainda pode repetir Maria Aparecida da Silva, que é Dilma,é Lula, é 13 e em 2018 quer Lula de novo?

    • 24/02/2016 1:41

      Maria Aparecida Da Silva , ainda pode repetir hoje dia 24/02/2016, que é Dilma, é Lula, é 13 e quer Lula em 2018?

      • Mario Real permalink
        24/02/2016 21:37

        Não ela não pode. Está envergonhada e sem argumentos. O pt é passado. Fim de linha.

      • 25/02/2016 8:12

        Rosy Oliveira como será possível o que você falou, ainda este ano a “presidanta” eo “molusco” estarão cumprindo pena na “Papuda”!

  3. 08/03/2015 0:54

    cada uma

  4. Neide da Silva Santos permalink
    12/03/2015 21:20

    Parabéns Leonardo Boff, vc é um iluminado que enxerga com toda a clareza a verdade sobre a política atual. O que existe é uma frustração que transformou em ódio e não deixa que as pessoas veem o que realmente está acontecendo. Os ricos não aguentam ver que os pobres deixaram de ser mendigos. Ainda precisa fazer muito, apesar de tanto que já foi feito em favor dos excluídos da sociedade.

  5. Mácia permalink
    13/03/2015 9:09

    Ler os seus textos me faz compreender, embora não aceite as práticas comuns na minha realidade.

  6. Helio Silva permalink
    13/03/2015 18:08

    Caro Boff, seu texto é muito bom mas, a magnanimidade da vitória não foi exercida pelos vitoriosos. Uma campanha alavancada pela mentira e sem pudores éticos,do ” nós contra eles”,dos ” bons contra os maus”,com seus próceres disseminando o ódio entre classes ,só poderia descambar neste acirramento de posturas. Para ganhar eleições e perpetuar o projeto de poder,aceitam ” desvios ” éticos, sejam lá quais forem. Destroem todos os princípios pelos quais lutaram e , pelos quais , sempre foram reconhecidos perante à sociedade que os elegeu tempos outroras.

  7. 14/03/2015 12:44

    Gosto e me identifico com as idéias de Leonardo Boff

  8. Leonardo Xavier permalink
    14/03/2015 17:00

    A essência do PT está encantuada! Querem muito mais do que as “elites antigas” do Brasil, explorar a ingenuidade do bom povo brasileiro.
    Nosso país estava encontrando seu caminho e se perdeu por causa destas pessoas, escondidas atrás de uma falsa bandeira. Essa ideologia não faz sentido. É uma mentira!
    Nada do que está dito pelo Leonardo Boff faz mais sentido. Defente esse ponto de vista por não reconhecer que TAMBÉM foi enganado, assim como o povo brasileiro desinformado. Se aproveitou também da ignorância do povo, para se beneficiar e vender livros e se autopromover. É também um mau intencionado, assim como a essência do PT.

    • 22/03/2015 13:56

      Leonardo, recuso a infâmia de ter me beneficiado do PT ao qual nem pertenço. Vc devia ler com mais atenção o que escrevo sempre distinguindo o PT e o projeto que fez bem a toda uma Argentina, mais de 40 milhoes de inseridos. Quem fez isso na história? Não gente que pensa como vc.
      lboff

      • MEYRE ASSIS permalink
        03/07/2015 15:45

        Me orgulho muito de ter vc como ídolo….é simplesmente sensacional!!!!!

      • 25/02/2016 8:07

        LBdfoff, seria bom perguntar aos próprios Argentinos para descobrirmos que tudo não passa de Marketing do João Santana, em cima de inverdades, assim como no Brasil.

  9. Sidney permalink
    14/03/2015 21:06

    É azelite branca e raivosa que estão destruindo o Brasil.

    • Israel Machado permalink
      04/06/2015 18:34

      Eu acho que é azelite vermelha que não quer saber que no Brasil pos “molusco” temos 54 milhões de excluidos. A tal classe C e D foi gente rebaixada da classe B e C. Já li muito seus livros Leo Boff, mas hoje não leio mais pois o senhor ajuda esta “camarilha” que mente para o povo que incluiu alguém na sociedade.

    • 25/02/2016 8:10

      Você esqueceu de completar que a zelite branca hoje é representada pelos ricos politicos “incluidos” pelo PT!

  10. jalves permalink
    15/03/2015 10:07

    O que se esconde atrás do ódio ao PT (I)? R= A INTELIGÊNCIA.

  11. Juracy Souza permalink
    15/03/2015 20:37

    Cada comentário do Professor Leonardo Boff é uma aula de formação política com é bom ler os seus artigos.

  12. Ivone permalink
    18/03/2015 15:56

    Sim…o PT nao se corrompeu nas pequenas bases, tivemos um exemplo a pouco aqui em Curitiba Pr, os poucos deputados do Pt e coligação apoiaram o movimento dos professores contra o” pacote de maldades” do Governador Beto Richa PSDB. Foi uma briga boa e vitoriosa. fiquei MEGA orgulhosa deles…entre ele o Dep Tadeu Veneri. Foi muito claro o posicionamento de ambos os lados e quem esta a favor do povo…do trabalhador. Abração Sr Leonardo Boff. Sou estudante de teologia e seus textos são estudados e sua suas obras indicadas pelos mestres.

    • Mario Real permalink
      08/04/2015 16:25

      Ivone, os textos devem ser compreendidos e inseridos com o momento em que o autor escreveu… as verdades de 30 anos atrás hoje são diferentes…. Não há mais bobos e coitadinhos…. O pt valente que citas é um “minimum minimorum” do passado glorioso e combativo… são poucos os que escapam… talvez este deputado, não sei, o que sei, é que a quadrilha que governa o país e o pt (minísculo mesmo) deveria ir presa por crime de “lesa pátria”… bem como todos os demais que roubam e os futuros que roubarão o país.

  13. José Dagostin - advogado permalink
    18/03/2015 16:52

    É deveras lamentável o que “alguns companheiros” fizeram e continuam a fazer com o PT, que era a meu ver o arauto da moralidade. Infelizmente há ainda dentro do partido os que defendem os que abusaram e continuam a abusar dos mais humildes. Que sejam condenados e cadeias para os culpados. Nada de mordomias.

  14. 19/03/2015 23:20

    Republicou isso em BEM VISITADO.

  15. pietrominucci permalink
    22/03/2015 14:41

    Esta é uma visão tendenciosa do problema do PT. O ódio ao PT é o ódio normal que o cidadão do bem sente contra vigaristas enganadores que querem fazer bonito tirando de uns para dar a outros, fazendo muitos acreditarem que existe almoço grátis e conquistas sem mérito , e tem um projeto sorrateiro de transformar democracias em ditaduras. O PT estava ele mesmo transformando-se na elite que tanto dizia combater.
    A “elite”, pejorativamente falando, que sempre sugou a nação, e dela todos nós devemos ter ódio, é aquela que geração após geração apodera-se do Estado para usufruir benesses e privilégios e gerenciar coercitivamente seus interesses. São os políticos, as corporações de funcionários públicos com altos ganhos e todos os mancomunados com eles.
    Os ricos por mérito real não odeiam os pobres e nem o inverso vale. Uns precisam do outros. E desde que o mundo é mundo existiram e vão continuar existindo ricos e pobres nas coisas materiais, porque os semelhantes não são iguais em ambições, inteligência, berço etc.
    Para dar um exemplo, o bilionário Bill Gates prejudicou alguém por ser rico? Na verdade ele é rico porque usou seu talento para brindar o planeta com esta fabulosa tecnologia da informática que a todos serve. Lá no país dele as pessoas podem ser ricas e enriquecem a todas. Não como aqui, onde muitos enriquecem nos empobrecendo. Como esses do PT que aguardaram a sua vez de galgar o poder.

  16. Vera permalink
    23/03/2015 1:33

    uma coisa é verdade: mesmo que ainda esteja engatinhando nesse sentido, o Brasil está formando sua consciência política com personalidade, com desejos próprios, divergentes. E isso é bom. Apenas inconveniente para muitos.

  17. veronica miranda permalink
    24/03/2015 23:14

    De um guia espiritual muito iluminado que disse: todos as raivas, os ódios são distorções e se realizam porque não há conhecimento da verdade. Ao se conhecer de forma transparente o que ocorre, inclusive a corrupção e se compreender os processos pelos quais eles ocorrem os ódios desaparecem. E isso falta nesses processos que estão desembocando em revolta. Falta transparência e verdade. E não adianta dizer que é um ódio ao PT. Essa é uma constatação muito parcial, até porque durante os ciclos políticos chamados de petistas restou muito pouco do PT inicial. O PT de hoje se desviou e desvirtuou muito do antigo PT.

    Há a tese que é pública de que o PT cedeu lugar ao Lulismo e hoje já não se acha e não se encontra muito das idéias iniciais. O que quer o PT hoje? A população não sabe, como não sabe mais o que quer qualquer partido. Pensava-se que a oposição queria o neoliberalismo e o Pt de Dilma não. Mas agora ninguém acredita mais nisso. Ninguém sabe o que o governo Dilma quer realmente. Digo-lhe que o principal problema desse ódio é a mentira em que todos nos metemos. A ilusão e os discursos e compromissos de faz-de-conta em que a sociedade e as pessoas de esquerda acreditaram. Vivemos de calotes políticos há muito tempo. A corrupção política que abriu um espetáculo terrível para os brasileiros atônitos com tanto roubo e desrespeito à coisa pública surge como mais mentiras que se contou à população. Enquanto diziam: a Petrobrás é uma empresa sólida, os programas sociais serão financiados por ela; enquanto diziam vamos fazer um pacto contra o neoliberalismo e desenvolver os programas sociais, estavam permitindo roubos imensos às empresas públicas, pactuando com a pior corrupção nunca dantes vista e além disso, abraçando o neoliberalismo com seus maiores expoentes e cortando os benefícios sociais.

    Nesse momento não interessa mais que partido seja, pt. psdb, pp ou qualquer sigla que não tem mais representatividade, o que interessa é que toda a população está sendo tratada como idiota. Falta verdade e falta considerar a população como sujeitos políticos. Essa tese de ódio ao PT não emplaca. Na Bolívia a maioria da população não odeia Evo Morales. Por que será? Se a verdade for buscada realmente encontraremos o caminho certo. Pode estar certo de que quando for encontrada a verdade, as portas se abrirão e o ódio será canalizado para os devidos canais políticos.

    • Israel Machado permalink
      04/06/2015 19:23

      Verônica, meus parabéns, sua resenha mostra um raio-x da politica praticada pelos politicos. Só não concordo com uma pequena coisa, os partidos, todos eles sabem o que quer, querem um poder hegemonico perene até o fim da vida. O único projeto dos partidos e o projeto do poder, mais nada, no mais concordamos em tudo que você disse.

  18. Ivanise Andrade permalink
    26/03/2015 0:36

    Que pena que Leonardo Boff, não percebeu ou não quer enxergar que o PT que ele conheçeu
    não existe mais.
    Sou admiradora dele , mas acho que ele está negando a morte do PT(Freud explica).

  19. Henry Gy permalink
    31/03/2015 16:28

    Daniela Oliva, os argumentos postos lindamente por BOFF no artigo são irreais em minha opinião. Embora BOFF afirme não ter vínculo com o PT, está profundamente preocupado em justificar o partido dito “dos trabalhadores” (a despeito de TODOS os estragos concretos, palpáveis e efetivos que o PT realizou – e realiza – contra TODA a sociedade brasileira. Danos irreparáveis, alguns deles travestidos de ações sociais). Está mais comprometido com o “discurso petista” do que retratar a realidade suada vivida a cada amanhecer por dezenas e dezenas de milhões de brasileiros. Incorporou, extra oficialmente, o papel de porta voz ” equilibrado, justo, ético” de um partido que abandonou o importantíssimo projeto de justiça social, honestidade e liberdade assim que assumiu o poder. E o PT usa bem as falas de BOFF (que tem um histórico magnífico de vida mas se deixa invadir de uma ingenuidade pueril em algumas de suas análises) e todo o respeito que ele, o Boff, ainda inspira em segmentos mais frágeis e crédulos da população. O PT chegou ao Planalto apoiado e fundeado na confiança de milhões de brasileiros sedentos de justiça (s) que os séculos de história dessa nação a eles negaram. Mas o o PT fez pior!!! Vendeu mas não entregou o peixe. A grande “revolução” que realizou foi distribuir meia dúzia de espigas de milho mas tomou para si, como algo privado e particular, os milharais e os silos cheios até o topo. Não só traiu ideais valorosos como adotou e sistematizou tudo aquilo que levou o Brasil ao fundo do poço moral, econômico, político, social e ético. Tenta nos dizer que a fala dos líderes petistas que ainda escapam da justiça e daqueles que ainda estão em presídios condenados ou investigados pela mesma justiça, têm fundamento. Segundo essa fala oficial e extra oficial a revolta de milhões de brasileiros não é contra os absurdos que esse partido realiza mas é um ódio segmentado, construído e direcionado por gente que “odeia o avanço das camadas mais pobres e abandonadas”. É choro de “coxinhas” como adoram tipificar os militantes da sigla que outrora já representou a Ética e a força do Trabalho honesto. É coisa de gente reacionária, de direitistas saudosos. É a fala que se repete como um mantra entre petistas e adoradores do absurdo. E vão repetir esse discurso até a exaustão pois nada tem de concreto para contrapor essa reza mentirosa de que, o Partido dos Trabalhadores é um aliado fundamental e irrecusável na busca de um país mais justo, com menos desigualdades, com mais educação de qualidade, próspero, democrático, livre e no qual você possa trabalhar e confiar. O Partido dos Trabalhadores já foi esse portador da esperança, da dignidade, da força de transformação da sociedade verde e amarelo mas não o é mais. O PT não passa hoje de uma organização, de uma casta que nada fica a dever ao que de pior o mundo já viu. A revolta é sua, minha e de todos que, minimamente, sabem que, depois de mais de 12 anos no poder, o PT e seus seguidores carolas dogmáticos, não passam hoje de uma grande e perigosa armadilha. Como se diz no Brasil: é uma arapuca financiada com nosso suor, dinheiro e trabalho. E, se não agirmos, a fatura a ser paga pode ser mais e maior do que um pais falido, pode ser a nossa liberdade. Termino meu comentário com o seu comentário pleno de razão: “eu mesmo sou pobre e trabalhei minha vida inteira e fui prejuducada pelo PT…acorda gente…”. Temos até 2017 para expressar e transformar o quadro atual. E com sorte, sapiência e muito trabalho, dar destino mais profícuo ao Estado e a Nação em 2018.

  20. Paulo permalink
    30/04/2015 23:46

    Boff diz que nao e do PT. Agora conta a do papagaio…

    • Amaurih permalink
      03/05/2015 9:12

      Além de ser do PT, ele espalha a informação estratégica para o partido, só que esse ódio suposto, não é contra o PT, mas contra qualquer partido que no poder realiza as práticas que o partido dele realiza. E isso é que precisa ser mostrado, e não essa vitimização do seu partido.

  21. 04/06/2015 17:31

    Artur

    Leio Leonardo Boff desde os anos sessenta e naquela época lia também Neimar de Barros, Khalil Gibran e outros, sempre o admirei e naquela época fui defensor da Teologia da Libertação, mas com restrições, porque tinha medo de que banalizassem a Eucaristia. Sou eterno estudante de Teologia, continuo lendo seus livros e trabalho em vários movimentos populares e religiosos. E percebo que a sigla desse povo que Boff fala, hoje é J.C.. O PT nos envergonha aqui embaixo também, a corrupção se alastrou de cima para baixo, a maioria dos dirigentes querem tirar proveito do poder.
    Comecei minha vida como servente de pedreiro e consegui formar em engenharia, sou um pequeno empresário da construção civil e as propostas indecorosas por mim recebidas e recusadas, não vieram de grandes dirigentes, mas de pequenos, até mesmo de supostos guerrilheiros do passado. Por isso raramente trabalhamos para o poder público. Cuidado meu ídolo, cuidado!!! Defenda o povo deixe a sigla de lado, pois podes ser mal interpretado. É impossível defender o indefensável. O amor não tem partido.

  22. Gustavo permalink
    13/08/2015 6:04

    Leonardo Boff, texto bem escrito, mas falta mais fundamentação e objetividade. Opiniões vagas não convencem mais. De onde o senhor tira que o “ódio” ao PT é mais ódio ao povo pobre que ao próprio PT? Qual a base objetiva? Será que não é apenas uma crença sua (se é que acredita mesmo nisso)? Será que o ódio ao PT não é o ódio à corrupção deslavada? Não é o ódio ao Mensalão e ao Petrolão, que o senhor mesmo reconhece como malfeitos do PT? Será que não é ódio ao discurso de ódio que o próprio PT sempre difundiu, separando o Brasil em uma luta de classes e até de raças? Não é o ódio ao ódio destilado por ícones como Marilena Chaui que gritou “odiar a classe média” em Congresso do PT, sendo calorosamente aplaudida? Não é ódio às mentiras (comprovadas, descaradas) que o PT tem contado ao longo dos anos?

    O senhor pelo visto reconhecer a indignidade da alta cúpula do PT, de quase todos seus líderes, mas enaltece “a base” e o trabalho nos Municípios. Mas se praticamente cúpula toda é bandida, como gostar desse Partido? E como acreditar no senhor, se meu Município não é governado pelo PT e eu não conheço essas bases petistas? Desculpa, mas seu discurso está exigindo muita fé do leitor.

    Não Boff, quem critica o PT, ou mesmo muitos que o “odeiam”, em sua maioria, é favor da melhor divisão de renda, da ascensão dos pobres, da educação para todos, da dignidade para todos. Até porque boa parte é classe média, não ricos. Boa parte nem de “direita” é, mas é de CENTRO. Nem esquerda nem direita.

    Em suma, mais objetividade cairia bem.

  23. 15/08/2015 19:00

    Republicou isso em direito do livre pensare comentado:
    O que me preocupa não é nem o grito dos corruptos, dos violentos, dos desonestos, dos sem caráter, dos sem ética… O que me preocupa é o silêncio dos bons.
    Martin Luther King

  24. Maria permalink
    15/08/2015 20:25

    Que esta criatura (L.Boff), vá se preocupar com seus votos de religiosidade, em vez de estar defendendo este partido corrupto que engana o povo, através do enriquecimento ilícito ,da maior parte de seus integrantes!

  25. Victor Guilherme permalink
    18/08/2015 13:55

    O Lula, a Dilma e o PT, em conjunto, fizeram mais, muitíssimo mais e muito melhor em benefício dos brasileiros e a favor do Brasil, nos últimos 10/15 anos, do que todos quantos existiram antes deles, pelo que cumpre fazer a seguinte pergunta existirá alternativa; qual?

  26. 11/10/2015 11:17

    Leonardo Boff, é com alegria e surpresa que, deixo minha observação; de ter lido sua manifestação, nessa coluna. E espero ter outras chances de saber, o que pensas a respeito desses assuntos, de notoriedade popular. Com prazer, despeço-me. Forte abraço.

  27. Edson Oliveira permalink
    08/03/2016 11:49

    No Brasil ainda existe muito preconceito das classes ditas populares por alguém vindo da mesma origem, esta mesma classe ainda valoriza os “bem nascidos” em terras tupiniquins! Alguns não sabem discernir, e não são poucos, qual seu lugar na pirâmide social!

  28. Claudia permalink
    21/04/2016 15:18

    Estou PT, como citou ligthberg. O problema todo neste momento é este ódio sem fundamento nenhum dos anti-petistas. A crise é política, a econômica é consequência da outra, a emissora que mais contribuiu pra este cenário todo, “assustou” porque a economia não reagiu bem como o previsto, após o impeachment. A vaidade dos eleitores e políticos que não souberam conviver com a derrota, cegou-os de uma tal forma, que em face de tantos escândalos de corrupção, o único foco foi e é Dilma Roussef, que não está envolvida em corrupção. Será mera coincidência que no governo de Dilma, finalmente foram desmascarados políticos corruptos (sabe-se lá há quantos anos), presos, julgados, como nunca foi permitido nesse país? A cegueira tornou-os sem princípios, sem valores, verdadeiros robôs, ignorantes políticos. Não checam nehuma informação, sua veracidade, sua fonte, apenas compartilham, se o conteúdo for contra o PT, Dilma e Lula. Parecem que perderam a capacidade de pensar e durante a campanha ofendiam a todos eleitores do PT, chamando-os de analfabetos, mesmo porque ser analfabeto é melhor do que ser arrogante, prepotente e se achar melhor dos que confrotam com suas idéias. Artistas sendo insultados, com uma tentativa absurda de depreciá-los. Amo Fagner, mas a revistinha “Cumade” (leia-se Veja), me traz uma matéria em que Fagner é eleito o cantor mais popular do Brasil, outra coincidência por ele ter se posicionado contra a Dilma? O Papa Francisco virou um padreco, porque fez um elogio ao Lula, Chico Buarque é cantor desconhecido (comentário do facebook: Quem é esse Chico Buarque?). Finalmente, Eduardo Cunha, aliado da Rede Globo, continuará no poder, como os demais. Só quem não sabia disso era a emissora e seus seguidores robóticos, que estão assustados. Mais assustada fico eu, em saber que os “intelectuais” esqueceram de consultar quem realmente entende do assunto, não aos sites de fofocas. É lamentável! à propósito sou do PR e nem todos foram a favor da Dilma, cada pensou por si, sem cabresto.

    • 22/04/2016 21:13

      Claudia tanto você quanto o Leo Boff, estão equivocados, vocês são sectários e só conseguem ver com um só olho. Sem mais delongas, o problemas está nas urnas eletrônicas administradas pela firma Venezuelana SMARTIMATIC, na apuração das eleições sem a presença dos fiscais dos partidos (secreta) e colossal gasto para a reeleição de Lula/Dilma. Quebrou a Petrobrás, o Tesouro Nacional, o BNDES, a CAIXA, o BB, os fundos de pensão e o FGTS. Resumo rebaixou o país ao lixo do mundo! Você se lembra quando o Lula disse que o povo não sabia do que eles eram capazes? A resposta é isto que está aí, o Brasil está em estado falimentar e assim ficará pelo menos por 100 anos. Que ódio o que, não existe este ódio, isto é mais uma mentira que tenta convencer a todos que o PT é vitima e a vitima é o povo Brasileiro, desempregado que paga uma inflação acima de 10%. Acorda Claudia, acorda Leo Boff!

      • 28/04/2016 1:35

        Israel,deixe de dar conselhos e faça alguma coisa para melhorar. Eu pelo menos ando por aí falando de ética e de cuidado com todas as coisas e escrevo continuamente sobre tais temas. lboff

  29. Pauliane permalink
    27/04/2016 20:59

    Fantástico esse texto e reflexão!

  30. 28/04/2016 3:00

    Prezado Boff, há somente duas coisas que na minha opinião estão causando um enorme atrapalho nos seus empreendimentos: DEUS e o PT.

    O PT é um caso perdido, não há mais conserto e precisamos superar; o mesmo aconteceu com o socialismo e comunismo, não conseguiram ultrapassar a casca que ficou cada vez mais grossa e intransponível.

    Deus já é o último degrau da crença antropocêntrica tornando-se completamente incompatível com o ideal humano de progresso numa sociedade cada vez mais tecnológica que tende a sair do planeta terra rumo ao cosmos na próxima década.

    A crença em Deus aprisionou a mente das pessoas mais simples de tal maneira causando uma atrofia na própria evolução do pensamento humano que não consegue ultrapassar a crença subjetiva e seguir livre dos obstáculos impostos por esse equívoco conceitual.

    Segue um exemplo:

    Onisciência x Onipotência: mutuamente excludentes

    A onipotência e a onisciência são auto excludentes. Ou seja, se duas propriedades que definem o conceito que estamos trabalhando (Deus) são mutuamente exclusivas, conclui-se que tal conceito é autocontraditório e, portanto, não pode ser sustentado racionalmente. Pois bem, prossigamos com a demonstração da inexistência do Deus criador do universo.

    Definição 1. Onipotência. Por onipotência compreende-se a capacidade de se fazer absolutamente qualquer coisa. Poder absoluto e infinito.

    Definição 2. Onisciência. Por onisciência compreende-se a capacidade de se conhecer absolutamente qualquer coisa. Conhecimento absoluto e infinito.

    Definição 3. Deus criador do universo. Ser dotado, dentre outras propriedades, por onipotência e onisciência.

    Premissa A. Deus existe.

    Corolário A. Segue da Premissa A e da Definição 3 que onipotência e onisciência coexistem por meio da existência de Deus.

    Teorema I. Onipotência e onisciência são mutuamente excludentes. Não existe um ser que seja onipotente e onisciente.

    Prova. Da definição 2 segue que um ser munido de onisciência conhece absolutamente tudo. Deste modo, ele conhece o passado, o presente e o futuro. Para que o futuro seja conhecido é necessário que ele exista e esteja determinado, de outro modo, não poderia ser conhecido. Da definição 1 segue que um ser munido de onipotência tem a capacidade de fazer absolutamente tudo. Deste modo, um ser onipotente é capaz de agir de modo diferente daquilo que foi previsto. Um ser onipotente e onisciente, por conseguinte, é capaz de agir de modo diferente daquilo que foi previsto para o futuro. Contudo, um ser onipotente e onisciente conhece o futuro de forma absoluta, o que implica que o mesmo esteja determinado. Se está determinado, não pode ser modificado, do contrário não poderia ser conhecido. Como um ser onipotente e onisciente conhece o futuro de forma absoluta, segue que ele não pode agir de modo diferente daquilo que foi previsto. Como obtemos duas conclusões contraditórias: um ser onipotente e onisciente, pode e, não pode modificar o que ele previu, conclui-se que onipotência e onisciência são duas propriedades mutuamente excludentes, de modo que não pode existir um ser que seja onipotente e onisciente.

    Teorema II. Deus não existe. Fato consumado!

    Prova. Segue diretamente da Definição 3 e do Teorema I que a premissa A é falsa, em razão de ser autocontraditória.

    Aguardo comentários. Abs.

    • 06/05/2016 1:44

      O que vc escreve é muito confuso, Minha inteligência é pequena demais para acompanhar seus arrazoados.
      lboff

    • Mario Real permalink
      14/05/2016 13:54

      É lícito aceitar a argumentação que apresentas. Mas, sempre há um mas, na história (ou estória) como queiras, existe a aa questão do livre arbítrio. No caso de Deus existir , há um destino previsto por Ele, que é a Salvação ao nosso final, e, a chegada de um tempo glorioso de plenitude, junto à presença D’Ele. Assim deverá ser, conforme a proposta de Salvação.
      Isso é a proposta de Vida Eterna…
      Mas, o que compete ao Homem ou o que ele pode fazer ? Tudo !!!
      Viver essa vida terrena da forma e estilo que DESEJAR. Isso é liberdade. O futuro de nossas ações será fruto de nossas atitudes .. Simbólico é o Ocaso petista, nascido para um determinado objetivo, virou nessa m…. que aí está.
      O físico Schorendinger no início do século passado propos o dilema do gato numa armadilha letal a ele, fechado dentro dela. A pergunta se o gato está morto ou vivo é a dúvida, são as possibilidades futura disponibilizado, assim ele tentava explicar a Teoria Quântica.
      Se transpusermos para a religião e suas “verdades” ocorre o mesmo. A diferença é a FÉ… uma forma de creditação unicamente humana, indescritível e improvável, que tudo transforma e permite alterar o futuro, não fosse isso, não teríamos os Santos, exemplos terrenos de vida espiritualizada.
      Assim meu amigo, há um futuro e eu (humano) tenho a permissão de modificá-lo, tal qual o gato de Schorediger, posso mexer na armadilha e morrer para sempre e posso, sob a liberdade que disponho viver para sempre em espírito.
      Finalmente, aos Ateus cabe a liberdade de ser increu e aos Crentes de crer.
      Isso é liberdade.
      A onisciência se pode justificar dessa forma: fomos feitos pelo Amor e para o Amor perene e eterno. O Frei Leonardo apresenta isso de modo magistral ao comentar sobre a essência do que seria o inferno, citando que o inferno (ou uma alma estar numa situação de inferno), seria estar na impossibilidade de amar, logo, ao morreres vais, na tua visão apodrecer e na minha, vais, para uma armadilha de Schorendinger cuja “solução” será fornecida pelo teu histórico nessa vida.
      Creio que os justos e misericordiosos aqui nessa fase da vida, encontrarão Misericórdia, como o Frei Leonardo, e, talvez o meu e o teu caso.
      Fique na Paz.
      A ver !

      • 15/05/2016 0:11

        Mario,o Papa Francisco teve a coragem de dizer aquilo que nós teólogos há muito tempo dizíamos, que para Deus não existe condenação eterna, pois isso significaria uma derrota para ele. E Deus não pode perder. Por isso sua misericórdia não tem fim e é para sempre e para todos,como se diz belamente no salmo 103. Então fique tranquilo o exemplo do gato de Schroedinger aqui não funciona,pois ele sempre viverá seja numa seja na outra situação. Logico haverá uma clínica de Deus onde os perversos como Hitler e Pinochet deverão se purgar até entrarem no reino da vida.É o sentido o purgatório que não é uma ante-sala do inferno mas do céu. E mais não digo. Abraço lboff

  31. Renato permalink
    30/04/2016 14:29

    O que se esconde por trás do “ódio” ao PT é a descoberta de um esquema criminoso, montado para transformar os governos da América Latina em ditaduras comunistas, miseráveis, como as de Cuba, com tudo registrado em atas do Foro de São Paulo, somado a leitura dos históricos de homicídios que acontecem nesses regimes.

    Pense bem!… Como você reagiria a aqueles que almejam destruir a religião, a cultura, a língua, os valores, as leis, a economia, a imagem, a caridade, o sistema judicial, a política vigente, para criar um governo com uma imagem romântica da cabeça deles, que não irão aceitar responsabilidade nenhuma pelos maus feitos de tal regime, culpando sempre os outros pela destruição causada!??!?… (Tudo isso, SEM DIREITO NENHUM DE FAZÊ-LO. Pois que não existe constituição no mundo que ampare legalmente uma “revolução socialista”.)

    Será que, um POVO INTEIRO não tem direito de odiar AQUELES QUE QUEREM MATA-LOS DE FOME, ou em um paredão, ou joga-los a miséria completa, se disfarçando de “intelectuais”, “artistas”, “jornalistas”, “políticos”, “juristas”,”sindicalistas”, dentre outros?!??

    Reclamam de “ódio” sem refletir NO QUÃO ODIÁVEL É AQUILO PARA O QUAL ESTÃO COMPROMETIDOS!!!… QUÃO ODIÁVEL É O SOCIALISMO, QUE JÁ MATOU MAIS QUE FASCISMO E NAZISMO JUNTOS???

    • 02/05/2016 1:43

      Vc ficou parado no tempo.Argumenta com coisas que nem mais existem.

      • mattheus sucupira permalink
        02/05/2016 10:57

        Leonardo Boff, belas palavras, pena que tem pessoas que vem espalhar ódio e ignorancia aqui…….

    • mattheus sucupira permalink
      02/05/2016 10:54

      se voce soubesse o que é o socialismo não estaria falando tanta merda renato

  32. Wiliam permalink
    20/08/2016 1:02

    Oi Leonardo Boff,

    que análise espetacular! Quando mais leio mais vejo como nos falta conhecimento da nossa própria história. Eu sou biólogo, mestre e atualmente doutorando (nas áreas biológicas) sempre por universidade federais e não conhecia nomes de autores e muito menos a obra desses autores a respeito da história brasileira. Cada vez mais descubro ro nomes completamente esquecidos que sequer foram ou serão citados nos ensinos fundamental e médio e talvez até no superior para as áreas de humanas, considerando a qualidade do ensino no Brasil com explicado em sua postagem. Mas agora tenho procurado e descoberto realmente o grande manancial de informação relevante sobre a nossa história e sobre o comportamento alienado e massificado de grande parte da população.

    Quanto ao PT creio que ainda é o partido que mais fez pelo Brasil sem dúvida alguma, reconhecido internacionalmente e por todos os organismos internacionais até pela ONU! Mas o que esperar de uma população ignorante que vive de assistir novelas, futebol e acompanhar sobre a vida dos famosos a não ser alienação e ingratidão? Esses que vivem em suas igrejas crentes buscando benefícios financeiros “dados por deus” e doando dinheiros para pastores pilantras que além do poder de manobra religioso ainda querem poder econômico e político?

    • pietrominucci permalink
      20/08/2016 13:13

      Pois é essa gente toda aí que você mencionou são os que votam no PT, somando com mais uns estudantes inexperientes sem um lastro de conhecimento sobre história e uns burgueses improdutivos metidos a “intelectuais”.

      • Wiliam permalink
        29/08/2016 3:49

        Sua “análise” tem algum fundamento? É baseada em fatos? É óbvio que não. É baseada em preconceito e ignorância. Suas conjecturas não alteram a natureza dos fatos!

      • pietrominucci permalink
        02/09/2016 0:15

        Ora, as pesquisas mostram repetidamente que as pessoas com maior instrução não apoiam o socialismo e menos ainda o comunismo, exceto no já a décadas contaminado ambiente universitário, onde se aloja grande parte da chamada esquerda caviar. Os discursos falaciosos e mentirosos com os quais as esquerdas encantam e tentam explicar as suas falhas só fazem efeito sobre os já descerebrados seguidores da seita. As recentes “explicações” do PT para o descalabro de que foi causa são cabal exemplo disto.

      • Wiliam permalink
        31/08/2016 21:10

        Não diga, coxinha azeda?!

      • 01/09/2016 11:21

        O que importa agora e, TCHAU QUERIDA!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

      • pietrominucci permalink
        01/09/2016 21:28

        Já disse e repito, ó mortadela estragada.

Trackbacks

  1. PT: capitaneou a mudança de classe no poder | Palavras Diversas

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: