Skip to content

A religão pode fazer o bem melhor e também o mal pior

02/11/2015

Tudo o que é sadio pode ficar doente. Também as religiões e as igrejas. Hoje particularmente assistimos a doença do fundamentalismo contaminando setores importantes de quase todas as religiões e igrejas, inclusive da Igreja Católica. Há, às vezes, verdadeira guerra religiosa. Basta acompanhar alguns programas religiosos de televisão especialmente, de cunho neopentecostal, mas não só também de alguns setores conservadores da Igreja Católica para ouvir a condenação de pessoas ou de grupos, de certas correntes teológicas ou a satanização das religiões afro-brasileiras.

A expressão maior do fundamentalismo de cunho guerreiro e exterminador é aquele representado pelo Estado Islâmico que faz da violência e do assassinado dos diferentes, expressão de sua identidade.

Mas há um outro vício religioso, muito presente nos meios de comunicação de massa especialmente na televisão e no rádico: o uso da religião para arrebanhar muita gente, pregar o evangelho da prosperidade material, arrancar dinheiro dos frequeses e enriquecer seus pastores e auto-proclamados bispos. Temos a ver com religiões de mercado que obedecem à lógica do mercado que é a concorrência e o arrebanhamento do número maior possível de pessoas com a mais eficaz acumulação de dinheiro líquido possível.

Se bem repararmos, para a maioria destas igrejas mediáticas, o Novo Testamento raramente é referido. O que vigora mesmo é o Antigo Testamento. Entende-se o porquê. O Antigo Testamento, exceto os profetas e de outros textos, enfatiza especialmente o bem estar material como expressão do agrado divino. A riqueza ganha centralidade. O Novo Testamento exalta os pobres, prega a misericórdia, o perdão, o amor ao inimigo e a irrestrita solidariedade para com os pobres e caídos na estrada. Onde que se ouve, até nos programas católicos, as palavras do Mestre: “Felizes vocês, pobres, porque de vocês é o Reino de Deus”?

Fala-se demais de Jesus e de Deus, como se fossem realidade disponíveis no mercado. Tais realidades sagradas, por sua natureza, exigem reverência e devoção, o silêncio respeitoso e a unção devota. O pecado que mais ocorre é contra o segundo mandamento:”não usar o santo nome de Deus em vão”. Esse nome está colado nos vidros dos carros e na própria carteira de dinheiro, como se Deus não estivesse em todos os lugares. É Jesus para cá e Jesus para lá numa banalização desacralizadora irritante.

O que mais dói e verdadeiramente escandaliza é usar o nome de Deus e de Jesus para fins estritamente comerciais. Pior, para encobrir falcatruas, roubo de dinheiros públicos e de lavagem de dinheiro. Há quem possui um empresa cujo título é “Jesus”. Em nome de “Jesus” se amealharam milhões em propinas, escondidas em bancos estrangeiros e outras corrupções envolvendo bens públicos. E isso é feito no maior descaramento.

Se Jesus estivesse ainda em nosso meio, seguramente, faria o que fez com os mercadores do templo: tomou o chicote e os pôs a correr além de derrubar suas bancas de dinheiro.

Por estes desvios de uma realidade sagrada, perdemos a herança humanizadora das Escrituras judeo-cristãs e especialmente o caráter libertador e humano da mensagem e da prática de Jesus. A religião pode fazer o bem melhor mas também pode fazer o mal pior.

Sabemos que a intenção originária de Jesus não era criar uma nova religião. Havia muitas no tempo. Nem pensava reformar o judaismo vigente. Ele quis nos ensinar a viver, orientados pelos valores presentes em seu sonho maior, o do Reino de Deus, feito de amor incondicional, misericórdia, perdão e entrega confiante a um Deus, chamado de “Paizinho”(Abba em hebraico) com características de mãe de infinita bondade. Ele colocou em marcha a gestação do homem novo e da mulher nova, eterna busca da humanidade.

Como o livro dos Atos dos Apóstolos o mostra, o Cristianismo inicialmente era mais movimento que instituição. Chamava-se o “caminho de Jesus”, realidade aberta aos valores fundamentais que pregou e viveu. Mas na medida em que o movimento foi crescendo, fatalmente, se transformou numa instituição, com regras, ritos e doutrinas. E aí o poder sagrado (sacra potestas) se constituíu em eixo organizador de toda a instituição, agora chamada Igreja. O caráter de movimento foi absorvido por ela. Da história aprendemos que lá onde prevalece o poder, desaparece o amor e se esvai a misericórdia. Foi o que infelzmente aconteceu. Hobbes nos alertou que o poder só se assegura buscando mais e mais poder. E assim surgiram igrejas poderosas em instituições, monumentos, riquezas materiais e até bancos. E com o poder a possibilidade da corrupção.

Estamos assistindo a uma novidade que cabe saudar: o Papa Francisco nos está resgatando o Cristianismo mais como movimento do que como instituição, mais como encontro entre as pessoas e com o Cristo vivo e a misericórdia ilimitada que a férrea disciplina e doutrina ortodoxa. Ele colocou como Jesus, a pessoa no centro, não o poder, nem o dogma, nem o enquadramento moral. Com isso permitiu que todos, mesmo não se incorporando à instituição, podem se sentir no caminho de Jesus na medida em que optam pelo amor e pela justiça.

Leonardo Boff é colunista do Jornal do Brasil on line, ecoteólogo e escritor

33 Comentários leave one →
  1. VALDENI MARTINS permalink
    02/11/2015 9:41

    SÓ PODEMOS DIZER QUE O MAIS IMPORTANTE É PREGAR QUE JESUS É BOM MAIS ESTÃO COM MUITAS DUREZAS EM SUAS PREGAÇÕES.As fracas não fortalecestes, e a doente não curastes, e a quebrada não ligastes, e a desgarrada não tornastes a trazer, e a perdida não buscastes; mas dominais sobre elas com rigor e dureza. Assim se espalharam, por não haver pastor, e tornaram-se pasto para todas as feras do campo, porquanto se espalharam. As minhas ovelhas andaram desgarradas por todos os montes, e por todo o alto outeiro; sim, as minhas ovelhas andaram espalhadas por toda a face da terra, sem haver quem perguntasse por elas, nem quem as buscasse. Portanto, ó pastores, ouvi a palavra do Senhor: Vivo eu, diz o Senhor DEUS, que, porquanto as minhas ovelhas foram entregues à rapina, e as minhas ovelhas vieram a servir de pasto a todas as feras do campo, por falta de pastor, e os meus pastores não procuraram as minhas ovelhas; e os pastores apascentaram a si mesmos, e não apascentaram as minhas ovelhas; Ezequiel 34:4-8

    Date: Mon, 2 Nov 2015 12:29:01 +0000 To: valdeni20112011@hotmail.com

    • 05/11/2015 10:06

      Não sei qual das hipocrisias é a pior: Bispos católicos que fazem opção pela pobreza e vivem na riqueza; ou pastores eletrônicos que pregam a prosperidade para todos , mas só eles enriquecem.

  2. ANTENOR LIMA DE SOUZA permalink
    02/11/2015 9:48

    “Hobbes nos alertou que o poder só se assegura buscando mais e mais poder. E assim surgiram igrejas poderosas em instituições, monumentos, riquezas materiais e até bancos. E com o poder a possibilidade da corrupção.”
    COMO ACREDITAR NO QUE DIZ O PAPA SE É ÊLE O LÍDER DA “IGREJA” MAIS PODEROSA DO MUNDO, CUJA FORTUNA EM BENS MATERIAIS SALVARIA A VIDA DE MILHARES DE PESSOAS AO REDOR DO PLANETA? DE FALSOS PROFETAS A IGREJA ESTÁ CHEIA!!!!

    • Lázaro Pacheco permalink
      03/11/2015 9:15

      Basta você olhar os atos e as palavras do Papa Francisco, ver que elas são coerentes com sua história antes de ser Papa, e enxergar que os verdadeiros donos do poder, os verdadeiros ricos, aqueles cuja riqueza extrapola em muitos milhões o necessário para viver, estes sim estão com muita vontade de ver o Papa em má situação – e eles trabalham para isso através da Opus Dei, TFP e outras instituições arcaicas, pode ter certeza!
      Enquanto você fica aí falando mal da Igreja, tem um latifundiário com o dobro da riqueza da Igreja dando gargalhadas da sua cara…

  3. 02/11/2015 9:51

    Essas religiões atendem às demandas do mercado, tanto que mudam a todo momento, suas lideranças vivem em guerra uns contra os outros pelo rebanho que conquistaram. Uma pena pois desvencilham do verdadeiro caminho, a união a caridade e o amor que Jesus disse e eles não entendem.

    • Heitor de Pedra Azul permalink
      03/11/2015 13:08

      O DIREITO A VIDA – LE DROIT A LA VIE
      Todo mundo tem direito ao ar Tout le monde a droit à l’air
      Todo mundo tem direito ao sol Tout le monde a droit au soleil
      Todo mundo tem direito ao mar Tout le monde a droit à la mer
      Todo mundo tem direito ao céu Tout le monde a droit au ciel
      Respeitar os povos das florestas e a Natureza
      Respecter les peuples des forêts et la Nature
      Todo mundo tem direito aos rios
      Tout le monde a droit aux fleuves
      Dar valor à agua que se bebe e, com certeza
      Respecter l’eau que tu bois et, certainement
      Todo mundo tem direito ao Chão
      Tout le monde a droit à la Terre
      Todo mundo tem direito à Paz Tout le monde a droit à la Paix
      Todo mundo tem direito à lida Tout le monde a droit au travail
      Todo mundo tem direito ao Amor Tout le monde a droit à l’Amour
      Todo mundo tem direito à Vida Tout le monde a droit à la Vie
      Pode ser na Africa ou na América Latina
      Que tu sois en Afrique ou en Amérique Latine
      Pode ser na Europa, na Asia ou Oceania
      Que tu sois en Europe, en Asie ou en Océanie
      Pode ser na América do Norte
      Que tu sois en Amérique du Nord
      Polo Norte ou Polo Sul
      Pôle Nord ou Pôle Sud
      Todo mundo tem direito ao pão
      Tout le monde a droit au pain
      Todo mundo tem direito à Vida! Tout le monde a droit à la Vie
      Pode ser no Oriente Médio
      Que tu sois au Moyen Orient
      Pode ser no Oriente Proximo
      Que tu sois au Proche Orient
      Ter Amor ao Proximo, ter Amor à Vida
      Avoir l’Amour de son Prochain, aimer la Vie
      Todo mundo tem direito ao Pão
      Tout le monde a droit au Pain
      TODO MUNDO TEM DIREITO A VIDA!!!
      TOUT LE MONDE A DROIT A LA VIE!!!
      * Heitor De Pedra Azul
      Les Riceys/France,17/06/2001 – Direitos Autorais, Droits d’Auteurs: Sacem

  4. Denizar permalink
    02/11/2015 10:19

    Já que não tenho o conhecimento e dom de escrever de Leonardo Boff, faço minhas as suas palavras! Meu caro amigo (permita-me chama-lo assim) você me representa!

  5. Fabio Ramos permalink
    02/11/2015 11:13

    Palavra profética!

  6. 02/11/2015 11:38

    Daí o encanramento que Francisco desperta nas pessoas que, como eu, não têm religião, mas sim uma fé enorme, que dispensa ritos e dogmas.

  7. Eliêde Santana Branco permalink
    02/11/2015 11:47

    Infelizmente a religiosidade sem medida vem separando ao invés de unir as pessoas.

  8. 02/11/2015 12:10

    Republicou isso em luveredase comentado:
    Estamos assistindo a uma novidade que cabe saudar: o Papa Francisco nos está resgatando o Cristianismo mais como movimento do que como instituição, mais como encontro entre as pessoas e com o Cristo vivo e a misericórdia ilimitada que a férrea disciplina e doutrina ortodoxa. Ele colocou como Jesus, a pessoa no centro, não o poder, nem o dogma, nem o enquadramento moral. Com isso permitiu que todos, mesmo não se incorporando à instituição, podem se sentir no caminho de Jesus na medida em que optam pelo amor e pela justiça.

    • Heitor de Pedra Azul permalink
      03/11/2015 13:06

      O DIREITO A VIDA – LE DROIT A LA VIE
      Todo mundo tem direito ao ar Tout le monde a droit à l’air
      Todo mundo tem direito ao sol Tout le monde a droit au soleil
      Todo mundo tem direito ao mar Tout le monde a droit à la mer
      Todo mundo tem direito ao céu Tout le monde a droit au ciel
      Respeitar os povos das florestas e a Natureza
      Respecter les peuples des forêts et la Nature
      Todo mundo tem direito aos rios
      Tout le monde a droit aux fleuves
      Dar valor à agua que se bebe e, com certeza
      Respecter l’eau que tu bois et, certainement
      Todo mundo tem direito ao Chão
      Tout le monde a droit à la Terre
      Todo mundo tem direito à Paz Tout le monde a droit à la Paix
      Todo mundo tem direito à lida Tout le monde a droit au travail
      Todo mundo tem direito ao Amor Tout le monde a droit à l’Amour
      Todo mundo tem direito à Vida Tout le monde a droit à la Vie
      Pode ser na Africa ou na América Latina
      Que tu sois en Afrique ou en Amérique Latine
      Pode ser na Europa, na Asia ou Oceania
      Que tu sois en Europe, en Asie ou en Océanie
      Pode ser na América do Norte
      Que tu sois en Amérique du Nord
      Polo Norte ou Polo Sul
      Pôle Nord ou Pôle Sud
      Todo mundo tem direito ao pão
      Tout le monde a droit au pain
      Todo mundo tem direito à Vida! Tout le monde a droit à la Vie
      Pode ser no Oriente Médio
      Que tu sois au Moyen Orient
      Pode ser no Oriente Proximo
      Que tu sois au Proche Orient
      Ter Amor ao Proximo, ter Amor à Vida
      Avoir l’Amour de son Prochain, aimer la Vie
      Todo mundo tem direito ao Pão
      Tout le monde a droit au Pain
      TODO MUNDO TEM DIREITO A VIDA!!!
      TOUT LE MONDE A DROIT A LA VIE!!!
      * Heitor De Pedra Azul
      Les Riceys/France,17/06/2001 – Direitos Autorais, Droits d’Auteurs: Sacem

    • henrique maillard permalink
      31/07/2016 14:51

      Na religiosidade,O SISTEMA É O SENHOR;
      À Catolica Romana fundou o Cristianismo.Esta instituição religiosa se dividiu,e nos dias atuais se fragmentou[não se encontra cristo no cristianismo].Quanto ao PAPA que se encontra numa instituição RICA E ABASTADA[poderosa que muito matou para impor suas doutrinas].O nosso cristianismo se alicerça no sangue não só dos que andavam com JESUS como no sangue dos que se opunham a dita Santa Igreja criadora do Cristianismo.Saindo da matrix religiosa,estes movimento e dizeres do PAPA,é oriundo do Estado do Vaticano, que arrecada sua majestosa riqueza na mentira[o laço do passarinheiro da peste perniciosa] mas os religiosos cristão tanto desta como as demais que fazem parte do cristianismo adoram o mingau fornecido por esta “DOMINAÇÕES“.O alimento sólido faz cair a mascara de qualquer RELIGIÃO.Liberdade de Espirito é adorar a YHWE em Espirito e Verdade,Jesus sempre repelia qualquer manifesto de adoração dirigido a ele.À muito engano a RELIGIÃO esta em constante mudança [DEUS não muda]CUIDEIS para que não façam negocio de VÓS.os lobos com peles de ovelhas estão nos PÚBITOS

  9. Heitor de Pedra Azul permalink
    02/11/2015 12:14

    O DIREITO A VIDA – LE DROIT A LA VIE
    Todo mundo tem direito ao ar Tout le monde a droit à l’air
    Todo mundo tem direito ao sol Tout le monde a droit au soleil
    Todo mundo tem direito ao mar Tout le monde a droit à la mer
    Todo mundo tem direito ao céu Tout le monde a droit au ciel
    Respeitar os povos das florestas e a Natureza
    Respecter les peuples des forêts et la Nature
    Todo mundo tem direito aos rios
    Tout le monde a droit aux fleuves
    Dar valor à agua que se bebe e, com certeza
    Respecter l’eau que tu bois et, certainement
    Todo mundo tem direito ao Chão
    Tout le monde a droit à la Terre
    Todo mundo tem direito à Paz Tout le monde a droit à la Paix
    Todo mundo tem direito à lida Tout le monde a droit au travail
    Todo mundo tem direito ao Amor Tout le monde a droit à l’Amour
    Todo mundo tem direito à Vida Tout le monde a droit à la Vie
    Pode ser na Africa ou na América Latina
    Que tu sois en Afrique ou en Amérique Latine
    Pode ser na Europa, na Asia ou Oceania
    Que tu sois en Europe, en Asie ou en Océanie
    Pode ser na América do Norte
    Que tu sois en Amérique du Nord
    Polo Norte ou Polo Sul
    Pôle Nord ou Pôle Sud
    Todo mundo tem direito ao pão
    Tout le monde a droit au pain
    Todo mundo tem direito à Vida! Tout le monde a droit à la Vie
    Pode ser no Oriente Médio
    Que tu sois au Moyen Orient
    Pode ser no Oriente Proximo
    Que tu sois au Proche Orient
    Ter Amor ao Proximo, ter Amor à Vida
    Avoir l’Amour de son Prochain, aimer la Vie
    Todo mundo tem direito ao Pão
    Tout le monde a droit au Pain
    TODO MUNDO TEM DIREITO A VIDA!!!
    TOUT LE MONDE A DROIT A LA VIE!!!
    * Heitor De Pedra Azul
    Les Riceys/France,17/06/2001 – Direitos Autorais, Droits d’Auteurs: Sacem

  10. 02/11/2015 13:15

    Meu caro Leonardo Boff,se não me engano é de sua autoria a Teologia da Libertação,foi inclusive por causa dela que vc foi afastado da Igreja Católica.Se não estou enganado,gostaria de lhe fazer uma pergunta:Vc ainda acredita em alguma religião?

    • Heitor de Pedra Azul permalink
      03/11/2015 13:09

      O DIREITO A VIDA – LE DROIT A LA VIE
      Todo mundo tem direito ao ar Tout le monde a droit à l’air
      Todo mundo tem direito ao sol Tout le monde a droit au soleil
      Todo mundo tem direito ao mar Tout le monde a droit à la mer
      Todo mundo tem direito ao céu Tout le monde a droit au ciel
      Respeitar os povos das florestas e a Natureza
      Respecter les peuples des forêts et la Nature
      Todo mundo tem direito aos rios
      Tout le monde a droit aux fleuves
      Dar valor à agua que se bebe e, com certeza
      Respecter l’eau que tu bois et, certainement
      Todo mundo tem direito ao Chão
      Tout le monde a droit à la Terre
      Todo mundo tem direito à Paz Tout le monde a droit à la Paix
      Todo mundo tem direito à lida Tout le monde a droit au travail
      Todo mundo tem direito ao Amor Tout le monde a droit à l’Amour
      Todo mundo tem direito à Vida Tout le monde a droit à la Vie
      Pode ser na Africa ou na América Latina
      Que tu sois en Afrique ou en Amérique Latine
      Pode ser na Europa, na Asia ou Oceania
      Que tu sois en Europe, en Asie ou en Océanie
      Pode ser na América do Norte
      Que tu sois en Amérique du Nord
      Polo Norte ou Polo Sul
      Pôle Nord ou Pôle Sud
      Todo mundo tem direito ao pão
      Tout le monde a droit au pain
      Todo mundo tem direito à Vida! Tout le monde a droit à la Vie
      Pode ser no Oriente Médio
      Que tu sois au Moyen Orient
      Pode ser no Oriente Proximo
      Que tu sois au Proche Orient
      Ter Amor ao Proximo, ter Amor à Vida
      Avoir l’Amour de son Prochain, aimer la Vie
      Todo mundo tem direito ao Pão
      Tout le monde a droit au Pain
      TODO MUNDO TEM DIREITO A VIDA!!!
      TOUT LE MONDE A DROIT A LA VIE!!!
      * Heitor De Pedra Azul
      Les Riceys/France,17/06/2001 – Direitos Autorais, Droits d’Auteurs: Sacem

  11. Euclides Belizario permalink
    02/11/2015 13:26

    Meu querido irmão Leonardo, compartilho em parte com seu pensamento, depois de longo tempo analisando este arrebatamento feito pelos neo pentecostais, hoje vejo de forma diferente, chego até concordar com a teologia da prosperidade, motivo? Primeiro porque vivemos em mundo totalmente materialista e que as pessoas para despertar para a divindade ainda precisam da bengala do metal vil, esta massa precisa acordar de uma forma ou de outra. Em nosso mundo poucos são os que buscam o criador baseado no novo testamento.
    Grande abraço e fica na paz

    • Heitor de Pedra Azul permalink
      03/11/2015 13:10

      O DIREITO A VIDA – LE DROIT A LA VIE
      Todo mundo tem direito ao ar Tout le monde a droit à l’air
      Todo mundo tem direito ao sol Tout le monde a droit au soleil
      Todo mundo tem direito ao mar Tout le monde a droit à la mer
      Todo mundo tem direito ao céu Tout le monde a droit au ciel
      Respeitar os povos das florestas e a Natureza
      Respecter les peuples des forêts et la Nature
      Todo mundo tem direito aos rios
      Tout le monde a droit aux fleuves
      Dar valor à agua que se bebe e, com certeza
      Respecter l’eau que tu bois et, certainement
      Todo mundo tem direito ao Chão
      Tout le monde a droit à la Terre
      Todo mundo tem direito à Paz Tout le monde a droit à la Paix
      Todo mundo tem direito à lida Tout le monde a droit au travail
      Todo mundo tem direito ao Amor Tout le monde a droit à l’Amour
      Todo mundo tem direito à Vida Tout le monde a droit à la Vie
      Pode ser na Africa ou na América Latina
      Que tu sois en Afrique ou en Amérique Latine
      Pode ser na Europa, na Asia ou Oceania
      Que tu sois en Europe, en Asie ou en Océanie
      Pode ser na América do Norte
      Que tu sois en Amérique du Nord
      Polo Norte ou Polo Sul
      Pôle Nord ou Pôle Sud
      Todo mundo tem direito ao pão
      Tout le monde a droit au pain
      Todo mundo tem direito à Vida! Tout le monde a droit à la Vie
      Pode ser no Oriente Médio
      Que tu sois au Moyen Orient
      Pode ser no Oriente Proximo
      Que tu sois au Proche Orient
      Ter Amor ao Proximo, ter Amor à Vida
      Avoir l’Amour de son Prochain, aimer la Vie
      Todo mundo tem direito ao Pão
      Tout le monde a droit au Pain
      TODO MUNDO TEM DIREITO A VIDA!!!
      TOUT LE MONDE A DROIT A LA VIE!!!
      * Heitor De Pedra Azul
      Les Riceys/France,17/06/2001 – Direitos Autorais, Droits d’Auteurs: Sacem

  12. Wagner Sander permalink
    02/11/2015 14:05

    Excelente texto. Palavras de uma pessoa muito lúcida.

  13. 02/11/2015 16:12

    Muito bem colocado Leonardo. O que me conforta muito e me ajuda no meu desenvolvimento moral e intelectual é a Doutrina Espírita. E nela encontramos exatamente isso, o exemplo de Jesus Cristo, o seu exemplo de amor incondicional. Acho que a maioria dos problemas do nosso mundo de provas e expiações são o orgulho, o egoísmo e a ignorância. Estudar é o melhor caminho para a nossa evolução. Obrigada por este texto.

  14. Daniel José de Souza permalink
    02/11/2015 16:33

    Para alguém como eu que, em sua infância e parte da adolescência, viveu integralmente dentro da religião católica, para, em seguida e até hoje, com quase 62 anos, se desencantar de vez de todas as religiões, sem no entanto deixar de acompanhar, mesmo à distância, o que ocorre dentr dessas instituições, o texto admirável de Leonardo Boff contempla com primor o que eu sinto a respeito desse assunto.

  15. Rosilda Rocha permalink
    02/11/2015 17:12

    Verdade; mas sem religião o homem não consegue trabalhar sua angustia ou perguntas
    Há religiões que é um mercado só mas já sabíamos disso,desde remotos tempos até Judas vendeu a Cristo,por dinheiro.Porem temos que admitir são constituídas por homens, enganosos e infiéis, Temos que aliviar nossa dores e como o faremos? através da bisca incessante de um ser supremo`DEUS`Agora soubemos que ele deu o livre árbitro e podemos fazer tudo porem esquecemos que el nós cobrará pelos nossos feitos e estes darão resposta a DEUS pelo seus.Hoje não querem dar ouvidos a ninguém ou obediência e na Religião darão então há de haver para rumar-se os homens
    Tenho uma e sei que devo seguir não os dogmas mas a fé
    E a fé é o único firmamento que acreditamos porem não vemos Jesus sabe bem o que fazer conosco estamos na sus dispensação
    Foi boa esta experiencia

  16. 02/11/2015 17:50

    Leonardo Boff, sua análise é categoricamente correta. Privatizaram Deus, transformaram a religião em mega shopping e exportam bens sagrados como meros produtos. Isso acontece dentro e fora da Igreja Católica. E o povo, desconhecedor de teologia, mentalmente alienados pelas pregações alienantes, tornam-se vítimas fáceis dos falsos profetas de nosso tempo. Sua reflexão é pertinente e relevante. Parabéns.

  17. Henrique da Silva Lourenço permalink
    02/11/2015 17:52

    Olá, sr. Boff

  18. Henrique da Silva Lourenço permalink
    02/11/2015 18:00

    Olá, sr. Boff!

    Acompanho seus textos e trabalhos desde a graduação em Direit, meus parabéns. Fico muito feliz em ler pois queria tê-los escrito: e isso é luta questão identitária, fico.satisfeito em ser representado por ti. Fui pesquisador de iniciação científica e fiz mestrado em políticas públicas em Educação, na PUC-campinas. Tenho publicações e pretendo um doutorado; carreira acadêmica. No entanto, meu maior sonho, só percebi depois, era estudar história, pesquisar etnicidade e teologia. Isto porque adoro a história dos povos, com especial fascínio pelo povo hebreu e pelo ibéricos e brasileiros, tambem pudera, sou filho de português, neto de Pernambucano com espanhol; também me encanta a cultura e a tradicão, bem como estudos gnósticos, com foco nas mais variadas escolas de iniciação. Gostaria muito de poder colaborar com teus trabalhos. Ser.voluntário, lhe conhecer e aprender mais.🙂

  19. 02/11/2015 20:48

    E eu não sei de nada…

  20. Lázaro Pacheco permalink
    03/11/2015 9:22

    É nesse contexto de idéias confusas e falsas que se torna necessário reler e entender a obra “Tratado Teológico-Político”, de Spinoza, que no meu entendimento conseguiu colocar um freio, uma pedra nas loucuras políticas e religiosas baseadas em péssimas interpretações bíblicas feitas ora por pessoas simples, ora por pessoas com intenções econômicas escondidas detrás de tanta retórica. De Deus somente vem a ordem do AMOR, o resto é um grande texto sobre o que não se deve fazer em nome de Deus, sobretudo nas narrações sobre os reis hebreus. Quem procura na Bíblia fundamentar a ganância, estará com os dias contados para que alguém denuncie sua sordidez!

  21. Edgar Rocha permalink
    04/11/2015 19:03

    Li este texto e me vi motivado a reproduzir aqui frases de uma teologia nova (novíssima para mim) que descobri recentemente e que, nem nos períodos mais áureos da tão querida por mim “Teologia da Libertação”, me fora apresentado. Nem na Faculdade de História da USP, onde tive a infelicidade de estudar, tal texto fora sequer mencionado. Vamos a elas:

    “Pero que seja a gente / de outra ley e descreúda / os que a Virgen mais amam/ A estes ela ajuda!”

    “Ai, Santa Maria/ A nossa coita vede/ Que com Deus e vosso Fillo / que todo pode e põede / Nos mostre algun consello / que non moiramos de sede!” […]

    “A Madre de Jesú-Cristo, | que é Sennor de nobrezas / non sofre que en sa casa | façan furtos nen vilezas.” […]

    “U leixarán todos | os viços e as requezas, / di-lle que sofriste | con ele muitas pobrezas.”
    “Porên as resprandecer / fez tan muit’ e parecer, / per que devemos creer / que é Sennor das naturas, / que nas cousas á poder!” […]

    São versos pinçados de poesias/músicas escritas em português medieval (galego-português) e compilados numa única obra literária conhecida como “Cantigas de Santa Maria’, organizada pelo Rei Afono X – o Sábio, em meados século XIII.
    Escolhi estes versos por retratarem sua enorme relevância teológica em pleno século XXI. às vezes me pergunto, por que diabos ninguém – absolutamente ninguém! – se atenta para uma herança tão poderosa, recebida de um período conhecido como “A Era de Ouro” da Europa? Período este marcado pelo esforço de convivência entre três povos historicamente conflituosos – cristãos, árabes e judeus – no território onde nossos antepassados forjaram para o futuro uma cultura subterrânea, porém eterna, de tolerância, miscigenação, curiosidade sobre o outro e respeito à natureza. Me escandalizei quando, por acaso, pela primeira vez, a cerca de uns quatro ou cinco anos, deparei-me na internet (irônico, não?!) com uma das mais belas melodias que já escutei em minha vida: o Madredeus. Termo que quer dizer “Deusa-Mãe” e não Mãe de Deus, como futuramente tentou-se corrigir. Vejo ainda hoje, as grandes mentes na área de Teologia, se esfalfando para construir ideologicamente algo que a cultura popular (não só o Rei ) forjara a cerca de 900 anos, frequentemente tentando ensinar ao povo conceitos que persistem por sua própria perseverança. Não vou me esquecer do pensamento equivocado de meus tempos de infância, quando velhos e crianças literalmente divertiam-se, celebrando o Corpus Christi num alto de fé inigualável: a tomada das ruas de madrugada para se fazer a nobre Arte dos Tapetes de serragem por onde passariam o santíssimo. Não era incomum o discurso da esquerda religiosa de que tais tradições eram celebração do conservadorismo da Igreja e de que o povo, com tais manifestações, fazia jus ao discurso de que a religião seria seu maior ópio. Contudo, de forma benevolente (!) havia que se tolerar tais besteiras. Duvido que o comunista Oscar Niemeyer tenha conseguido reunir em suas praças áridas tanta gente num só propósito: reforçar os espírito comunitário e os vínculos que foram as bases dos antigos movimentos populares e das próprias CEB’s. Valia muito mais que um comício.
    Por fim, endosso as colocações do Sr. Boff quanto a dessacralização da fé e a entrega do povo aos lobos disfarçados de cordeiro. Só penso que, a fé comunitária foi negligenciada em função do culto às lideranças e que a carência pelo sentido místico da celebração religiosa tenha assutado muita gente (sobretudo aos insubmissos). Junta-se a isto, a voracidade dos setores conservadores e a trairagem dos padres em relação ao que eles mesmos professavam (tudo em nome da autoridade e do dinheiro) e o que temos hoje é um povo que, primeiramente, ficou órfão em suas tradições e, na busca por uma nova mãe Igreja, amparou-se numa cafetina.
    Salve santa Maria! Voltemos a Ela!

  22. Rodrigo Massi permalink
    05/11/2015 5:12

    Sim querido Boff, trazer Jesus ao centro do núcleo na instituição, é a parte mais difícil, pois Deus cresce e o homem desaparece, que é o correto. O que mais me doe, é que vejo em várias linhas da igreja católica certos padres onde as pessoas os intitulam de pseudô “ungidos”, que só procuram sucesso pessoal, pois o que mais sabem fazer é falar as mesmas meia dúzia de palavras bonitinhas como se fossem gurus do evangelho, onde tudo se enquadrassem em suas palavras, e se dizem que é o único caminho correto… Mas pior ainda é que guru precisa vir de longe, pois se vier de perto não é guru, pois é só conviver uma semana com ele que você vai saber que é uma meleca como você, o que mais me dói é ver que algumas santidades “vários homens do chapéu” alegarem que o Papa Francisco um herege, só sei de uma coisa, se esse papa for herege, eu já abracei o demônio faz tempo, estou no movimento do Papa Francisco na misericórdia de Deus e no Jesus do Centro e não abro mão. Abraço

  23. raimundo permalink
    05/11/2015 10:02

    Não sei qual das hipocrisias é a menor: Se a dos Bispos católicos que fazem a opção pela pobreza, mas vivem uma vida abastada; ou dos pastores pentecostais que pregam a prosperidade para todos, mas a riqueza é só para eles.

  24. 06/11/2015 11:09

    Odeciomendesrocha Mendes Rocha
    Agora mesmo · Fortaleza ·
    O CASSINO DA ECONOMIA ESPECULATIVA MUNDIAL
    Depois que o capitalismo clássico morreu e sua modernização, o socialismo real, a nova estratégia de sobrevida do sistema econômico foi abandonar a racionalidade produtiva da economia real e viver independente das categorias fundantes dos sistemas econômicos internacional, tais como: trabalho abstrato, trabalho vivo e sua manifestação, o dinheiro real.
    O grande cassino das especulações financeiras não mais interessa se o desemprego estrutural aumentou ou não; se a produção está em seu limite; se o dinheiro da produção real acabou ou não.
    Vivem, com esta nova estratégia, como senhores do mundo a mandar em todas instituições financeiras do mundo. Ordens que devem ser cumpridas à rigor, tais como: contenção de despesas de todas as nações – salários, lucros, despesas administrativas das nações etc.
    Outro problema que poucas pessoas estão vendo é que as 500 transnacionais que mandam a nível mundial, estão independentes da economia real apenas por estratégia, mas dependem indiretamente do sistema produtivo global.
    O jogo de apostas do “capitalismo de cassino” (Kurtz), que somente é válido jogar nas ações e títulos das grandes empresas internacional arriscando ganhar ou perder trilhões de dólares por dia dependo, no final do dia, conferindo o pregão se ganhou o se perdeu…
    Estas 500 empresas transnacionais opera com a produção zero valor, porque sua produção está toda informatizada, robotizada pela revolução eletrônica, ora em curso, quebrando as médias e pequenas empresas do mercado mundial.
    O dinheiro fictício, segundo Marx, do Mercado Financeiro Internacional, enriquecem figurões como Bill Gates, George Soros. Este último, antes do crash de 2,008, em wall street, sua riqueza equivalia a 49 nações. Eles vivem nervosos. Conta-nos George Soros em um de seus livros que Bill Gates construiu uma mansão-castelo com centenas de colchões cheio de notas de dólares, com medo ficar pobre num piscar de olho, nas bolsas de valores.
    George Soros é tão potente e grandioso que os Estados Unidos já conta com ele em caso de um grande crash futuro. Ele também é um estudioso de filosofia. É um popperiano (epistemólogo) e segue muito à risca o livro de Popper “A Sociedade Aberta e Seus Inimigos”. Daria toda a sua fortuna para se tornar um filósofo famoso.
    A revolução eletrônica em curso não dá certo com o capitalismo clássico e sua Modernização, o socialismo real.
    Resta somente como única alternativa associá-la ao comunismo (o comunismo cibernético).
    odécio mendes rocha

  25. Robson Dias Oliveira permalink
    08/11/2015 12:25

    Meu eterno Frei Boff, hoje você é o que tem de melhor no cristianismos. Sou seu Fã, O mundo católico precisava de um Papa Francisco, Tenho convicção absoluta, foi obra de Deus.

  26. 14/11/2015 23:56

    Republicou isso em Paulosisinno's Bloge comentado:
    Excelente texto do Leonardo Boff: Tudo o que é sadio pode ficar doente. Também as religiões e as igrejas. Hoje particularmente assistimos a doença do fundamentalismo contaminando setores importantes de quase todas as religiões e igrejas, inclusive da Igreja Católica. Há, às vezes, verdadeira guerra religiosa. Basta acompanhar alguns programas religiosos de televisão especialmente, de cunho neopentecostal, mas não só também de alguns setores conservadores da Igreja Católica para ouvir a condenação de pessoas ou de grupos, de certas correntes teológicas ou a satanização das religiões afro-brasileiras.

    A expressão maior do fundamentalismo de cunho guerreiro e exterminador é aquele representado pelo Estado Islâmico que faz da violência e do assassinado dos diferentes, expressão de sua identidade.

    Mas há um outro vício religioso, muito presente nos meios de comunicação de massa especialmente na televisão e no rádico: o uso da religião para arrebanhar muita gente, pregar o evangelho da prosperidade material, arrancar dinheiro dos frequeses e enriquecer seus pastores e auto-proclamados bispos. Temos a ver com religiões de mercado que obedecem à lógica do mercado que é a concorrência e o arrebanhamento do número maior possível de pessoas com a mais eficaz acumulação de dinheiro líquido possível. (continua)

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: