Skip to content

O impedimento: a repetição da tragédia brasileira?

14/04/2016

A cordialidade brasileira, em sua face sombria, descrita por Sérgio Buarque de Holanda, que se expressa pelo ódio e pela intolerância, fornece o húmus de onde pode precipitar-se novamente a tragédia brasileira.

Em que consiste esta tragédia? Nesse fato: sempre que o povo, os pobres, seus movimentos e seus líderes carismáticos irrompem no cenário político, surgem as velhas elites que carregam dentro de si a estrutura da Casa Grande para negar-lhes direitos, conspirar contra eles, difamar e criminalizar suas lideranças, empurrá-los para as periferias de onde nunca deveriam ter saído. Aos negros, aos índios, aos quilombolas, aos pobres e a outros discriminados se lhes negam reconhecimento e dignidade. E contudo constituem a grande maioria do povo brasileiro.

É o que está ocorrendo atualmente no Brasil. Face a todos esses, as oligarquias e, em geral, os conservadores e até reacionários mostram-se cruéis e sem piedade, apoiados por uma imprensa malvada e sem vínculo com a verdade pois distorce e mente.

O que é intolerável para a classe dominante é o fato de um operário de pouca escolaridade ter se tornado presidente do país. O que mais os irrita é dar-se conta de que ele, Luiz Inácio Lula da Silva, é muito mais inteligente que a maioria deles, possui um liderança carismática que impressionou o mundo e que seu governo fez mais transformações que eles em todo o tempo em que estiveram no poder.

Com ele o povo ganhou centralidade e o considera o maior presidente que este país já teve. Com frequência se ouve de suas bocas: “foi um presidente que sempre pensou em nós, os pobres, e que implantou políticas sociais que não apenas melhoraram nossas vidas mas nos devolveram dignidade. Éramos invisíveis, agora podemos aparecer ”.

A atual conflagração política que atingiu níveis vergonhosos de expressão nasce desta mudança operada no andar de baixo, negada pelos do andar de cima. Estes escandalizam o mundo por sua riqueza e poder. Jessé de Souza, presidente do IPEA revelou recentemente que o topo da pirâmide social brasileira é composta por cerca de 71 mil bilhardários representando apenas 0,05% da população adulta do país. E são beneficiados por isenções de impostos sobre lucros e dividendos, enquanto os trabalhadores pagam pesados impostos.

Estes endinheirados possuem sua expressão política nos partidos conservadores e coma síndrome de vira-latas, porque não conseguem ser aquilo que gostariam de ser: sócios, ainda que meros agregados, do projeto-mundo hegemonizado pelos EUA.

Eles não negam a democracia, pois seria vergonhoso demais. Mas querem um estado democrático não de direito mas de privilégio, estado patrimonialista que lhes permite o enriquecimento, ocupando altas funções de governo e controlar os órgãos reguladores pelos quais garantem seus interesses corporativos. O grosso do PSDB e do PMDB (graças a Deus, neles há pessoas honradas que pensam no Brasil e não só nas próprias vantagens) sem citar outros partidos menores, se inscrevem dentro deste arco político de uma modernidade conservadora e antipopular.

Ao contrário, os grupos progressistas que ganharam corpo no PT e nos seus aliados, postulam um Brasil autônomo, com projeto nacional próprio que resgata a multidão dos injustamente deserdados com políticas sociais consistentes apontando para uma completa emancipação. Estes agora ocupam o estado que se vê cercado como que por uma matilha de cães raivosos que querem liquidá-lo.

São esses que estão promovendo o impedimento da presidenta Dilma Rousseff sem base jurídica consistente de crime de responsabilidade. Dois meses após a sua vitória em 2014, o PSDB já conclamava nas ruas um impedimento da presidenta sem apontar as condições constitucionais que permitissem tal ato extremo. Primeiro se condena, depois procura-se algum eventual crime.

Como não lhes importa a democracia, apenas aquela de sua conveniência, passam por cima de leis e normas constitucionais para arrebatar o poder central que não conseguiriam conquistar pelo voto. Não é de se admirar que este partido arrogante, cuja base social é a classe média conservadora, esteja se diluindo internamente, por não manter ligação orgânica com o povo e seus movimentos e sustentar um projeto neocolonialista.

Estes com outros articulam um golpe parlamentar e renovar a tragédia política brasileira como foi com Vargas e com Jango, culminando com a ditadura militar. Agora no lugar dos tanques e das baionetas funcionam as tramoias, forjando uma argumentação insustentável juridicamente para afastar a presidenta. Querem ocupar o estado para realizarem seu projeto privatista e antinacional. Se ocorrer uma convulsão social, porque os milhões dos que saíram da miséria, não aceitarão mudanças contra eles, os golpistas serão seus principais responsáveis. Então a  tragédia novamente se consumará.

 

25 Comentários leave one →
  1. Rafael Eder permalink
    14/04/2016 1:33

    Perfeito !!! Perfeito !!

  2. Adriano Berao Costa permalink
    14/04/2016 3:59

    Ódio e intolerância à traição, à corrupção, ao fisiologismo, ao toma lá-dá cá, ao populismo, ao clientelismo, ao carreirismo, à falta da participação popular, à falta de creches, à falta de saneamento básico, à falta de saúde.
    Ódio ao cupulismo, intolerância à mentira.
    Bando de traidores. Bando de traidores e mentirosos. Que apodreçam no esgoto da história.
    Mas a luta continua, companheiros velhacos, vendilhões do tempo. A luta continua…

  3. Amaurih permalink
    14/04/2016 7:50

    Nem parece que as pessoas que chegaram ao poder em nome desse povo fizeram tantas irregularidades, ilegalidades e sujeiras. E parece que você, padre, é adepto do “rouba mas faz”, ou da síndrome de Robin Hood, que permite ladrões desde que o produto do roubo seja dividido entre os pobres…

    • 18/04/2016 17:48

      Amaurih, parace que vc não usa sua cabeça para tirar essas conclusões absurdas. lboff

    • Cristinaq99@hotmail.com permalink
      11/09/2016 7:52

      E o rouba e não faz é melhor do que o rouba e faz? Aposto que vc nunca precisou de uma ajuda pra comer, morar e muito menos estudar pra desdenhar da melhora de um povo miserável. Não são todos do PT que foram corruptos, mas alguns e são muito mais nos outros partidos os corruptos. Mas esses vcs não enxerga não é mesmo?

  4. 14/04/2016 11:18

    Republicou isso em trabalhadoresdaemgeprone comentado:
    Quem traiu a confiança do povo quando se deixou fisgar pela isca da corrução? Os que traem o Governo estava visíveis desde que se começou as coligações política por apoio a continuidade ao poder.

  5. 14/04/2016 11:21

    O povo vai sofrer, como foi em 1964; os canais de televisão, jornais e internet darão jeito de não haver “luta”. O PT aceitou o presente de Grego, levou-o para dentro de Troia.

    “Fez pacto com diabo e reclama quando ele vem cobrando a parte dele no acordo.”

    O povo brasileiro é volúvel, em sua grande maioria, não esboçará reação ao golpe para retomar o poder.

  6. Mario Real permalink
    14/04/2016 13:10

    É um tipo de leitura. Entendo mas discordo. O que está em jogo não é o pobre e sim uma máfia ditatorial que se esconde atrás do pobre. O lulla líder, que o Sr aplaude e é fã, de verdade é um larápio de bens públicos, falso, dissimulado e muito provavelmente e sócio do assassinato do Celso Daniel. A revolução socialista não pode acabar com o país… e está quase chegando nisso. O dinheiro acabou. A saúde miou. A escola ruiu e a segurança está abatida pelos marginais.
    Frei os fatos são verdadeiros e estão contra tudo o que o Sr defende. A ver…

    • 18/04/2016 18:00

      Mario, os fatos não são verdadeiros com referencia a Lula. Vc é afoito pois o associa ao assassinato de Celso Daniel. Não se precipe e melhore a sua bilis pois é muito amarga.lboff

      • 18/04/2016 18:13

        Então Frei, é uma pena. O pt (sua cúpula) traiu tudo o que pregou… tenho certeza que a corrupção desenfreada não fazia parte do plano original. A verdade aflorará. Creio que ainda vamos concordar nesse quesito, pois há muita (muita mesmo) coisas nefastas abaixo do iceberg. Até agora a parte visível é mínima. A ver !

      • 22/04/2016 19:35

        Falta ainda mostrar a corrupção do PSDB, do PP e de quase todos os partidos. Sou a favor que o Lava Jato, inventado pelo governo Dilma seja levado até o fim e revele a podridão em que estamos metidos com esse tipo de domocracia feita de negociatas e que elege corruptos que só tem interesses pessoais e nada sociais. lboff

  7. 14/04/2016 13:53

    Se existe ódio e intolerância é por parte dos que estão manipulando as massas, com a força do dinheiro surrupiado, pois finalmente estão no poder e conseguem impor seus ideais comunistas, que, diga-se de passagem, é um ideal comprovadamente falido e injusto.
    A tragédia está principalmente na imposição de um custo de vida extremamente caro principalmente para os que menos têm.
    A verdade está escondida nos sítios e triplex, bem como em caixa 2 e contas no estrangeiro, sem esquecer do enriquecimento inexplicável de todos que cercam esse tal “líder carismático”. Não esqueçam que Hitler foi o mais carismático dentre os inescrupulosos.
    O problema não é o fato de um operário chegar ao poder, mas sim o fato de que ele renegou seus ideais e fez o que foi preciso para se manter no controle até hoje, utilizando-se da dilapidação do patrimônio brasileiro. Senão, vejam as epidemias, desemprego, inflação, juros, impostos, desequilíbrio, falências, corrupção, mentiras, fragilidade das instituições e descrédito total no futuro.
    A centralidade conquistada foi ilusória, e como toda a ilusão se extingue um dia, finalmente estamos vendo a verdade.
    O mais triste é que admitem existir classe beneficiadas por isenções e privilégios, no entanto, nada fizeram pois regulamentação de impostos e concessão de benefícios sempre foi prerrogativa de quem está no controle, pois o próprio texto acima destaca que os trabalhadores pagam pesados impostos. Ou então nunca houve controle.
    O estado democrático hoje é de direito apenas daqueles grupos que foram, e ainda são, beneficiados pelos desvios de recursos e apadrinhamentos com caráter especulativo.
    Os ditos deserdados, em sua maioria são vadios que vivem as custas do trabalho dos que não buscam facilidades através de movimentos formados em sua maioria por criminosos, corruptos e pilantras.
    O impedimento da presidente será uma conquista da democracia e não um golpe perpetrado com recursos desviados do patrimônio brasileiro.
    As leis de fato não estão sendo respeitadas, pois vejam a situação em que o Brasil se encontra, em virtude do descumprimento de leis por parte do governo.
    Esse desgoverno que aí está não tem moral para falar em tramoia, pois suas ações estiveram até agora alicerçadas em tramoias e maracutaias, prova disso foi a tentativa vergonhosa de proteger este pústula do Lula o foro privilegiado. Se ele queria e tinha como ajudar o Brasil, por que só agora resolve fazer isso?
    Pessoas instruídas e inteligentes não deveriam sequer tentar justificar essa corja, quanto mais defendê-los. Pensam que o povo é idiota mas estão enganados. Podem existir ignorantes, por falta de recursos a eles negados, mas o fato de ser ignorante não significa ser imbecil.

    • 18/04/2016 17:45

      Gilmar,a pior corrupção é o que as oligarquias fizeram durante 500 anos com o povo, sempre deixando-o à margem e no desprezo. Vem alguém, do meio dele, que se esforça para retirá-lo, veja que foram 40 milhões, surgem já as criticas, como se fossemdeuses sem qualquer defeito. Pensei nisso lboff

  8. LCJR permalink
    14/04/2016 15:27

    Não dá nem pra acreditar que eu li isso! Ulrico Zuinglio o retorno.

  9. Cibele permalink
    14/04/2016 16:04

    Verdade, mestre. #VAITERLUTA

  10. Cibele permalink
    14/04/2016 16:05

    #DILMAFICAPELADEMOCRACIA

  11. 14/04/2016 18:04

    …sempre que o povo, os pobres, seus movimentos e seus líderes carismáticos irrompem no cenário político, surgem as velhas elites… Sendo este povo pobres honestos, não haveria revolta. Os pobres estavam com a “faca e o queijo” na mão, mas o espírito sindicalista do Lula falou mais alto e meteu a mão no que a elite é pós-graduada. Tudo, menos pobre desonesto, representados pelo Lula, que já não são pobres e pior, agora também desonestos…o que nunca foram. Não serão os pobres que salvarão o Brasil, isso enquanto liderados por interesseiros e incompetentes. É difícil compreender a opção ingênua pelo pobre, enquanto se sustentam com o dinheiro dos que trabalham. Provam as estatísticas que a maioria ganhadora de loterias, após alguns anos, torna-se mais pobre do que quando ganhou o dinheiro. O mesmo aconteceu com os milhões “que saíram da pobreza”, hoje endividados por terem acreditado em “políticos interesseiros”. Não sabiam os pobres que em Brasília serviam-se do miolo, enquanto para eles sobrariam as casquinhas e futuras eternas dívidas de um desgoverno que administrou uma nação como se fosse um sindicato. Enganar o povo é facílimo, difícil é convencê-lo de que está sendo enganado.

  12. 14/04/2016 18:51

    A Terra de Santa Cruz não merece viver este caos . Precisamos de união, solidariedade, fraternidade,partilha. É um País abençoado por Deus!Se TODOS respeitarmos os 10 Mandamentos da Lei de Deus, Todos seremos felizes e, estaremos fazendo a VONTADE DO CRIADOR e sendo ABENÇOADOS POR ELE! Marízia Costa Carmo Lippi,DIOCESE DE PETRÓPOLIS-RJ,14/4/2016.

  13. Rosana Coeljo permalink
    15/04/2016 0:49

    Excelente reflexão. A verdade precisa prevalecer. Nós não podemos desistir de difundi-lá refutando a mentira e as distorções da verdade.

  14. João Henrique permalink
    15/04/2016 3:07

    Me perdoe nobre pensador, mas tenho que tecer alguns comentários sobre o que foi escrito por você, realmente houve mudança no país, melhoras claro que houve, mas tudo o que ai está vem das mãos do ‘trabalhador’ que veio de origem humilde? É ele o Sassá Mutema?Queria saber do nobre pensador, trabalhador de que? Onde? Por quanto tempo?Tenho cinqüenta e cinco anos e o que conhece do humilde é através das greves porcele lideradas a frente de sindicatos mantidos esses por reais trabalhadores os quais sustentaram os delírios e devaneios do humilde.As mudanças mágicas no país, aconteceram para assim ser possível se instalar a grande diretoria da corrupção, obras gigantescas, verbas gigantescas, desvio, superfaturamentos fantásticos, e o povobiludido pelo consumismo facilitado por créditos de longo prazo, converse nobre pensador, com pessoas comuns, trabalhadores, faça um levantamento real do povo brasileiro e verá onpercentual de endividamento dele.Falar e escrever e fácil, o nobre pensador é morador de periferia? Saia de seu casulo e aí sim vc terá gabarito pra o nar sobre povo trabalhadorm

  15. 18/04/2016 17:46

    Prezados. Deixei 1 post nessa página e não a publicam ! Fiz hoje às 07:00. Pergunto, há algum motivo específico ou é deliberado. Só aceita-se quem concorde… Se é público deveria ser publicado tudo, sem seleção, logicamente, desde que não haja ofensas pessoais, que é o caso. Fico no aguardo.

  16. Antonio de Padua permalink
    20/04/2016 21:50

    Acho que o problema dos governos Lula e Dilma foi exatamente o de deixar de trabalhar para os pobres e excluídos e trabalhar para os latifundiários e banqueiros. só para exemplificar um pouco, a primeira vinda do Lula ao Maranhão foi num evento do agronegócio em Balças-MA, onde nosso líder sindical Manoel da Conceição ficou no pé da escada e esse recém-eleito presidente subiu e distribuiu afagos e elogios à família Sarney, tratando-os de companheiros.
    Foram os melhores governos para os latifundiários e os piores para a reforma agrária!

  17. João Batista Simões permalink
    22/04/2016 18:41

    É lamentável ver grande parte da nossa querida igreja Católica,Apostólica Romana compactuar-se com uma corja dessa que temos no poder da nação brasileira!Parte do povo dá até pra entender,pela sua falta de informação,mas os nossos religiosos não,afinal deveriam pregar o Cristianismo e não defender criminosos! Quando Lula esteve em visita ao Seminário Sto. Antonio – Agudos – Sp,aparentava alguém digno de ser seguido,porém ultimamente,o quanto mais longe melhor(se possível fora do país para o bem estar de todos).

Trackbacks

  1. O impedimento: a repetição da tragédia brasileira? | Leonardo Boff | blogliberdadepolitica

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: