Skip to content

Sinceramente, o Brasil atual tem jeito?

18/06/2016

        Quem olha a cena político-social-econômica atual se pergunta sinceramente:o Brasil tem jeito? Um bando de ladrões, travestidos de senadores-juízes tenta, contra todos os argumentos contrários, condenar uma mulher inocente, a Presidenta Dilma Rousseff, contra a qual não se acusa de nenhuma apropriação de bem público e de corrupção pessoal.

Com as recentes delações premiadas, ficou claro que o problema não é a Presidenta. É a Lava Jato que, para além das delações seletivas contra o PT, está alcançando a maioria dos líderes da oposição. Todos, de uma forma ou outra, se beneficiaram das propinas da Petrobrás para garantir a sua vitória eleitoral. “Precisamos estancar essa sangria” diz um dos notórios corruptos; “do contrário seremos todos comidos; há que se afastar a Dilma”.

Ninguém aliena nada de seus bens para financiar sua campanha. Nem precisa: existe a mina do caixa 2 abastecida pelas empresas corruptoras que criam corruptos a troco de vantagens posteriores em termos de grandes projetos, geralmente superfaturados, donde adquirem grande parte de suas fortunas.

Chegamos a um ponto ridículo, aos olhos do mundo: dois presidentes, um usurpador, fraco e sem nenhum carisma e outro legítimo mas afastado e feito prisioneiro em seu palácio; dois ministros do planejamento, um retirado e outro substituto: um governo monstruoso, antipopular e reacionário.

Estamos efetivamente num voo cego. Ninguém sabe para onde vai esta nação, a sétima economia do mundo, com jazidas de petróleo e gás das maiores do mundo e com uma riqueza ecológica sem comparação, base da futura economia. Assim como se delineia a correlação de forças, não vamos a lugar nenhum, Não é impossíveil um eventual conflito social, dada a política atual que corta direitos sociais especialmente, nos salários, na saúde e na educação.

O pobre, a maioria da população, se acostumou a sofrer e a encontrar saídas como pode. Mas chega a um ponto em que o sofrimento se torna insuportável. Ninguém aguenta, indiferente, ao ver um filho morrendo de fome ou de absoluta falta de assistência médica. E diz: assim não pode ser; temos que rebelar-nos.

Isso me faz lembrar um bispo franciscano do século XIII da Escócia que recusando os altos impostos cobrados pelo Papa, respondeu: non accepto, recuso et rebello” (“não aceito, me recuso e me rebelo”). E o Papa retrocedeu. Não poderá ocorrer algo semelhante entre nós?

Quando, nas palestras, fazendo um esforço imenso para deixar um laivo de esperança, me dizem: ”mas você é pessimista”! Respondo com Saramago: “não sou pessimista; a realidade é que é péssima”.

Efetivamente, a realidade está sendo péssima para todos, menos para aquelas elites endinheiradas, acostumadas à rapinagem, ganhando com a desgraça de todo um povo. Elas têm o seu templo de profanação na Avenida Paulista em São Paulo, onde se concentra grande parte do PIB brasileiro. Setores deles, especialmente da FIESP estão atrás do impeachment da Presidenta.

O grave é que estamos faltos de lideranças. Abstraindo o ex-presidente Lula, cujo carisma é inconteste, apontam para mim dois: Ciro Gomes e Roberto Requião, a meu ver, as únicas lideranças fortes, com coragem de dizer a verdade e pensar mais no Brasil que nos interesses partidários.

Essa crise tem um pano de fundo nunca resolvido em nossa história, desmascarado recentemente por Jessé Souza. (A tolice da inteligência brasileira, 2015). Somos herdeiros de séculos de colonialismo que nos deixou a marca  de “vira-latas” sempre dependendo dos outros de fora. Pior ainda é a herança secular do escravismo que fez com que os herdeiros da Casa Grande se sintam senhores da vida e da morte dos negros e pobres. Não basta lançá-los nas periferias; há que desprezá-los e humilhá-los. E a classe média que imita os de cima, tolamente se deixa manipular por eles e inocentemente se faz cúmplice da horrorosa desigualdade social, talvez o verdadeiro problema social brasileiro. Eticamente vista, essa desigualdade é a nossa maior corrupção, pois nos faz indiferentes ao sofrimento das maiorias e pouco fazemos para diminui-la.

Essas elites de super-endinheirados (71.440 pessoas lucram 600 mil dólares por mês nos diz o IPEA) conquistaram os meios de comunicação de massa, golpistas e reacionários, que funcionam como azeite para a sua maquinaria de dominação. Essas elites nunca quiseram a democracia, apenas aquela de baixíssima intensidade, que a podem comprar e manipular; preferem os golpes e as ditaduras; aí o capitalismo viceja à tripa forra.

Hoje já não é mais possível o recurso às baionetas e aos canhões. Excogitou-se outro expediente: o golpe vem por uma artificiosa articulação entre  políticos corruptos, o judiciário politizado e a repressão policial. Três tipos de golpe, portanto: o político, o jurídico e o policial.

Termino com as palavras pertinentes de Jessé Souza: “encontramo-nos num mundo comandado por um sindicato de ladrões na política, uma justiça de “justiceiros” que os protege, uma elite de vampiros e uma sociedade condenada à miséria material e à pobreza espiritual. Esse golpe precisa ser compreendido por todos. Ele é o espelho do que nos tornamos”.

Filosofando, direi com Martin Heidegger:“só um Deus nos poderá salvar”? Marx talvez seja mais modesto e verdadeiro:”para cada problema há sempre uma solução”. Deverá surgir uma para nós a partir do caos político em que nos encontramos. O caos pode ser generativo do novo.

Leonardo Boff é articulista do Jornal do Brasil e escritor

 

28 Comentários leave one →
  1. ADENIR BALMANT permalink
    18/06/2016 10:43

    LEONARDO BOFF É MAIS TEIMOSO QUE AS MARIONETES REPETINDO “PRESIDENTA”. O REQUIÃO TEM RAZÃO A DILMA É TEIMOSA. A realidade é péssima para Leonardo Boff e Saramago porque para eles a realidade é ficção. Para mim e Harvey Cox A REALIDADE É PLURAL. A palavra RES (REALIDADES – COISAS) de onde vem o Reino das Palavras é ENERGIA…O Brasil pode não ter JEITO, mas se AJEITA. Não somos 206 milhões de MARIONETES repetindo PRESIDENTA ou videntes de uma realidade FICTICIA da arrogância de Saramago ou da teimosia do Leão que pega carona na mula de Balaão. Não enfrento LEÃO com vara curta, mas o nosso Leonardo Leão precisa passar pela PODOLOGIA E DIETA para partir por uma REFORMA-REVISÃO – RECONTEXTUAÇIZAÇÃO E RESSIGNIFICAÇÃO DAS COISA E REALIDADES. Com consideração e respeito tenho dito. Abraços cordiais..

    • 19/06/2016 4:35

      Naõ ofenda desta forma meu velho e entranhável amigo Harvey Cox que chegou a escrever até um inteiro livro sobre o meu silenciamento.Frequente o Aurélio e verá que Presidenta é correto. Mas vc, seguramente, seguidor de O Globo falso e mentiroso, prefere PRESIDENTE. Lboff

      • ADENIR BALMANT permalink
        21/06/2016 17:36

        No AURÉLIO ORTOGRÁFICO não existe a palavra PRESIDENTA. Usar um Decreto para IMPOR a palavra PRESIDENTA com um REGRA GRAMATICAL DE GÊNEROS é coisa RIDÍCULA. Quanto a Harvey e a análise da RES como REALIDADE á só ler A FESTA DOS FOLIÕES publicado pela Vozes. EU NÃO SOU… mas tenho honestidade intelectual e não vivo de PIRATARIA em editora e na intelectualidade, Bonhoeffer certamente se chocaria com tua PARVOICE. Assim sendo frequente a podologia e entre numa DIETA para não ficar como os sacerdotes da família de Eli que se apagaram de susto com a exploração do povo e tu com a demagogia que o estimula como a MULA DE BALAÃO . é COM TRISTEZA QUE RESPONDO DESTA MANEIRA, POIS TENHO CONSIDERAÇÃO E RESPEITO POR TUA PESSOA, MAS VOCÊ É teimoso E TUA DEMAGOGIA
        ESPANTA. O Harvey Cox que estou falando é o da década de sessenta e não o dos últimos tempos que tem pouco a dizer como tu.

      • 23/06/2016 21:53

        Adenir, vc não sabe consultar o Aurélio. Veja na pg 1134 na coluna do meio:”presidenta”: mulher que preside, mulher de um presidente.
        As demas coisas não respondo pois são ofensas injustificadas, fruto da ignorância e da arrogância.Leia o último livro sobre ele,recém saído: Harvey Cox Reader, Orbis Books 2016 e terá bem outra opinião sobre ele. Lboff

      • ADENIR BALMANT permalink
        25/06/2016 11:34

        COMER MENOS À NOITE para perder uns quilinhos e colocar o LEITE DE ALPISTE (vide Google) na dieta para melhorar o HUMOR e as circulações internas principalmente da face. Teu amigo importuno e ex-colegas do Afonso da Vozes e do Damasceno Cerqueira em São João Del Rei na Faculdade Dom Bosco. Abraços e paz em Cristo e por Cristo. adenir

    • Angelus Silesius permalink
      19/06/2016 22:29

      É difícil entender de onde vem tanta arrogância exposta num suposto saber e agressividade desnecessária… Uma apologia ao governo interino e à configuração de ministros interinos, expressão do que se pode entender pelo jargão jurídico “formação de quadrilha”? Desculpem-me, mas você cita Harvey Cox como se fosse um profundo conhecedor… Considerando, a sua arrogância e intolerância à uma opinião diferente da sua, você me parece uma pessoa com escassos recursos emocionais para lidar com a frustração… E alguém que perdeu o senso de realidade… Pois, cita Harvey Cox de forma inoportuna e sem nenhuma relação com a realidade, você demonstra não ser uma pessoa inteligente, mas um idiota com algumas “referências”. Se cuide! Procure ajuda profissional!

      • 23/06/2016 22:07

        Vc, por favor, troque de nickname. Não ofenda com suas asneiras um grande místico como Angelus Silesius. E meus parabéns.Einstein bem disse que conhecia dois infinitos: o do universo do qual tinha dúvidas e o dos imbecis do qual tinha total certeza. Vc se encontra nesse segundo infinito. Ve se sai dele, estudando e lendo melhores fontes. E mais não digo. lboff

    • ADENIR BALMANT permalink
      28/06/2016 10:54

      Obrigado pela atenção Leonardo. Veja em meu grupo PRONOMINAL EU & NÓS no FACEBOOK mensagem com DAVID AIDAR que indicou Lula para presidência em 2002. Minha filha Nathalie cantando um salmo no casamento na Igreja N. S. da Glória do Largo do Machado e outros textos de teologia. Meu filho Fabrício foi colega de Marcelo Padula no CAP-UERJ. Abraços.

  2. 18/06/2016 11:17

    Estamos arrasados por culpa dos servos de SATANÁS,se os Batizados filhos de Deus no Filho assumirem sua condição de discípulos e missionários de JESUS , DEUS E HOMEM, poderemos sair vencedores firmes na DEMOCRACIA. Foi revelado o 3o. segredo de FÁTIMA; GUERRA DE SATANÁS COM JESUS PARA DESTRUIR O MATRIMÔNIO E A FAMÍLIA, guerra em franco andamento, aí estão aborto, uniões de pessoas do mesmo gênero e outras desgraças.Sou maravilhada com Deus e sua CRIAÇÃO PERFEITA, tenho pena de tantos deslumbrados c/criações humanas e cegos p/as maravilhas de Deus! Marízia C. Carmo Lippi, Diocese de Petrópolis-RJ.

    • Paulo Roberto Dos Santos permalink
      19/06/2016 13:13

      Marizia Costa Carmo : O que as cuecas tem a ver com as nádegas ?

    • Emerson Fonseca permalink
      20/06/2016 9:14

      Ai Mariza, que medo de gente como você! Se vai mal a culpa é de satanás, se vai bem, é graças a deus… acho que tenho é dó! Troque a bliblia pela constituição federal, assim você nos será mais útil!

    • Dalmo Oliveira permalink
      01/07/2016 18:11

      Marízia Lippi, você foi muito precisa nas suas considerações !

  3. João Carlos Lima permalink
    18/06/2016 19:15

    Verdade! A realidade é que é péssima.

  4. 18/06/2016 19:26

    Permita-me fazer-lhe um direta pergunta? Vana Rousseff, eleita pelo PT, reeleita pelo mesmo partido, mulher experiente e vivida, adulta, nada sabia? Tudo que está sendo posto a tona ainda não compromete os 14 anos de petismo e suas lideranças? São inocentes e virgens LULAs, Rouseffs e Dirceus? Vana é um cordeiro sob abate vitimada por uma inacreditável ingenuidade?

    • 19/06/2016 4:31

      São os documentos e as provas que irão dizer. Até hoje não encontraram nada contra ela pessoalmente. Vc acha que uma mulher que foi torturada, quase à morte, por uma semana e que lhe quebraram quase todos os dentes, resistiu, não delatou ninguém, tudo suportou vai vender sua dignidade e passado pelo vil metal? Cabe a vc poderar e responder.

      • Dalmo Oliveira permalink
        01/07/2016 17:57

        Professor Leonardo, não podemos ser ingênuos. A Dilma já se vendeu pelo vil metal há muito tempo. E ela sabia de tudo que se passava (sempre conduzida e liderada pelo “Führer” Lula) !

      • 02/07/2016 15:43

        Dalmo, ninguém nem a oposição afirma o que vc afirma. Pense um pouco para não ser injusto ou ingenio.

  5. 18/06/2016 21:28

    Não querendo ser pessimista, penso que o Brasil atual está ótimo para os endinheirados, ladrões, safados, corruptos, etc., etc., etc. Para os pobres, trabalhadores, e honestos, não vejo futuro neste cenário de partidos frágeis, legislativo frouxo e despreparado e judiciário acovardado. Só o bondoso Deus poderá fazer milagre para salvar nosso Brasil!

  6. Aristóteles Barros da Silva permalink
    19/06/2016 22:25

    Não vejo, infelizmente, solução a curto prazo para essa fase ruim pela qual estamos passando. Tudo porque não acredito mais na Justiça; culpa desse STF surdo, mudo e conivente. A Justiça adotou a filosofia de “farinha pouca, meu pirão primeiro!”. Mas, continuo acreditando na reação popular, no meu País, enfim!

  7. 20/06/2016 1:08

    Republicou isso em Zefacilitador.

  8. 20/06/2016 12:06

    Está no limite em que vivemos: entre a limpeza da corrupção e o golpe parlamentar judicialista!

  9. João Batista Carvalho Filho permalink
    20/06/2016 13:44

    Meu caro Leonardo Boff, não creio no vil metal sendo interessante a ela Dilma, mas não podemos nos trair e não nos permitir ser idiotizado de não perceber até o mais dos inocentes seres, de que ELA Dilma, com toda a turma do PT não soubesse de todos esses rolos de corrupção e propina que se detinavam a manter o projeto de PODER doPT. Ela tem todo um passado de luta, mas enquanto esteve próximo a PETROBRAS e ao poder, mesmo que não tenha sido de ação própria, mas estimulada a fazer, fez e se locopletou neste sistema ruim que o PT entrou para fazer o jogo do projeto de poder que o resultado aí está, penso, me desculpe!

    • 23/06/2016 21:59

      João Batista, não seja ingênuo. No Brasil não há corrupção. É um pais construido em estruturas de corrupção, desde sempre e na medida em que se inseria mais e mais no sistema capitalista financista e rentista mais crescia a corrupção. E isso em todos os governos. Não coloque toda a culpa no PT. Ademais, foi ele que criou as instituições de investigações da corrupção. lboff

  10. Eduardo Gunter permalink
    20/06/2016 20:13

    Deixo este link para quem se interessar em da uma espiada e ver que este Leonardo é um bufão;
    http://www.elomar.com.br/estado/160602.html

  11. André Lacerda permalink
    20/06/2016 20:44

    Tenho a impressão de que o Brasil chegou a esse ponto, por dois motivos principais,
    interrelacionados e complementares. O primeiro seria o longo processo de idiotização promovido por pseudo-brasileiros que, para manterem seus privilégios, difundiram em profusão os valores anti-sociais do egocentrismo e da ganância, e reduziram preciosos vínculos sociais à pobres relações comerciais; e o segundo seria em decorrência de longos e penosos períodos de violência extrema, onde todos experimentam uma espécie de ‘síndrome do pânico’, perdendo a têmpera necessária à indignação frente a qualquer injustiça. Por conseguinte, hoje, não só não nos indignamos contra o golpe ou contra a miséria alheia, mas também, tornamo-nos indiferentes a nós mesmos e ao nosso próprio destino. Em suma, e sem pessimismo, a meu ver, vivemos uma apatia social grave em um ambiente caótico e sem horizontes.

  12. 21/06/2016 12:55

    Queria deixar aqui um breve alento aos pessimistas deslocados, que todos somos bem vindos neste cenário de dúvidas, mas, vamos e venhamos, desta vez doeu demais e essa conta vamos ter que pagar, queiramos ou não queiramos…

  13. ADENIR BALMANT permalink
    25/06/2016 12:16

    POBRES CONVOSCO
    Os pobres caminham conosco pelas ruas e caminhos. Companheiros
    que não entram em nossos apartamentos ou partidos, mas estão
    SEMPRE conosco e PARA SEMPRE com Jesus. Estão em
    estatísticas, dramas e tragédias humanas. Somos os POBRES
    SOBERBOS que pensamos que o mundo é nosso. Que a vida e o
    fôlego de vida está sob nosso controle. Ricos insensatos que apostam
    no balão de oxigênio que não levanta defunto e no ar que não empina
    o nariz do morto. Somos dependentes e interdependentes com os
    pobres do fôlego de vida que é soprado em nossas narinas por nosso
    criador e recriador de todas as coisas. O texto abaixo nos enriquece.
    Abraço. adenir
    ……………………………………………………………………………..
    Da Pobreza do Riquíssimo
    (FRIEDERICH NIETZSCHE)
    Dez anos já –
    e nenhuma gota me alcançou,
    nem úmido vento nem orvalho do amor
    – uma terra sem chuva…
    Agora peço à minha sabedoria
    Que não se torne avara nessa aridez:
    Corra ela própria, goteje orvalho;
    Seja ela a chuva do ermo amarelado!
    Um dia mandei as nuvens
    embora de minhas montanhas –
    um dia eu disse, “mais luz, obscuras!”
    Agora as chamo, que venham:
    fazei escuro ao meu redor
    | com vossos ubres!
    – quero ordenhar-vos,
    vacas das alturas!
    Leite quente, sabedoria,
    | doce orvalho do amor
    derramo por sobre a terra.
    Fora, fora, ó verdades
    de olhar sombrio!
    Não quero ver em minhas montanhas
    acres verdades impacientes.
    Dourada de sorrisos,
    de mim se acerca hoje a verdade,
    adoçada de sol, bronzeada de amor –
    só uma verdade madura
    | eu tiro da árvore.
    Hoje estendo as mãos
    às seduções do acaso,
    bastante esperto para
    | guiar, tapear o acaso,
    como a uma criança.
    Hoje quero ser hospitaleiro
    com o mal-vindo,
    contra o destino mesmo
    | não quero ter espinhos
    – Zaratustra não é um ouriço.
    Minha alma,
    insaciável com sua língua,
    já lambeu em todas
    | as coisas boas e ruins,
    em cada profundeza já mergulhou.
    Mas sempre igual à cortiça,
    sempre boia outra vez à tona,
    bruxeleia como óleo
    | sobre os mares morenos;
    por ter essa alma me chamam
    | o Afortunado.
    Quem são meu pai e mãe?
    Não é meu pai o príncipe Supérfluo,
    e mãe o Riso silencioso?
    Não me gerou esse duplo conúbio,
    eu animal de enigma,
    eu monstro luminoso,
    eu esbanjador de toda sabedoria de
    Zaratustra?
    Hoje doente de delicadeza,
    um vento de orvalho,
    Zaratustra está sentado, esperando,
    | esperando, em suas
    | montanhas –
    em seu próprio suco
    tornado doce e cozinhado,
    embaixo de seu cume
    embaixo de seu gelo
    cansado e venturoso,
    um criador em seu sétimo dia.
    – Quietos!
    Uma verdade passa por sobre mim
    Igual a uma nuvem –
    com relâmpagos invisíveis ela me atinge.
    Por largas lentas escadas
    sobe até mim sua felicidade:
    vem, vem, querida verdade!
    – Quietos!
    É minha verdade! –
    De olhos esquivos,
    De arrepios aveludados
    me atinge seu olhar,
    amável, mau, um olhar de moça…
    Ela adivinha o fundo de minha felicidade,
    ela me adivinha
    | – ah! o que ela inventa? –
    Purpúreo espreita um dragão
    no sem-fundo de um olhar de moça.
    Quietos! Minha verdade fala!
    Ai de ti, Zaratustra!
    Pareces alguém
    que engoliu ouro:
    ainda hão de te abrir a barriga!…
    És rico demais,
    corruptor de muitos!
    São muitos os que tornas invejosos,
    são muitos os que tornas pobres…
    A mim própria tua luz faz sombra –
    ela me enregela: vai embora,
    | tu, que és rico,
    vai, Zaratustra, sai de teu sol!
    Queres presentear,
    | distribuir teu supérfluo,
    mas tu próprio és o mais supérfluo!
    Sê esperto, tu, que és rico!
    Presenteia antes a ti próprio,
    | ó Zaratustra!
    Dez anos já –
    e nenhuma gota te alcançou?
    Nem úmido vento? nem orvalho de amor?
    Mas quem haveria de te amar,
    ó mais que rico?
    Tua felicidade faz secar em torno,
    torna pobre de amor
    – uma terra sem chuva…
    Ninguém mais te agradece,
    mas tu agradeces a todo aquele
    que toma de ti:
    nisso te reconheço,
    ó mais que rico,
    ó mais pobre de todos os ricos!
    Tu te sacrificas, tua riqueza
    | te atormenta–
    tu dás,
    não te poupas, não te amas:
    o grande tormento te força o tempo todo,
    o tormento dos celeiros saturados,
    | do coração saturado –
    mas ninguém mais te agradece…
    Tens de tornar-te mais pobre,
    sábio insensato!
    queres ser amado.
    Ama-se somente aos sofredores,
    só se dá amor aos que têm fome:
    presenteia antes a ti próprio,
    | ó Zaratustra!
    – Eu sou tua verdade…

Trackbacks

  1. Sinceramente, o Brasil atual tem jeito? « Associação Rumos

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: