Skip to content

The cosmic Christ: a spirituality of the universe

16/10/2016

One of the most persistent searches among scientists associated with the Earth and life sciences is for the unity of the Whole. They say: «we must find the formula that explains everything, that way we will discover the mind of God». This search is called: The Theory of the Great Unification, or Quantic Theory of the Fields, or by the pompous name of the Theory of the Whole. Despite their best efforts, they all have wound up frustrated or, like the great mathematician Stephen Hawking, they abandoned this pretense as impossible. The Universe is far too complex to be readily explained by a single formula.

Nonetheless, researching the subatomic particles –more than one hundred– and the primordial energies, it has come to be understood that they all lead to the so-called «quantum vacuum», that is not so much a vacuum as the plenitude of all potentialities. From that bottomless depth all beings and the entire Universe have emerged. It is represented as a vast ocean of energies and potentialities without boundaries. Others call it the “source of all beings”, or the “nourishing abyss of everything”.

Curiously, one of the principal cosmologists, Brian Swimme, calls it the ineffable and the mysterious (The Hidden Heart of the Cosmos, 1996). These are characteristics that the religions attribute to the Ultimate Reality, that is called by a thousand names: Tao, Jehovah, Allah, Olorum, God… A vacuum pregnant with energy, if it is not God, (God is always first), it is its best metaphor and representation.

Matter is not the basis: the pregnant vacuum is. It is the original source. Thomas Berry, the great Northamerican ecologist/cosmologist, wrote: «We need to feel that we are filled with the very energy that caused the Earth, the stars and the galaxies to emerge. That same energy created all forms of life, and the reflexive consciousness of humans. It is what inspires poets, thinkers and artists of all times. We are immersed in an ocean of energy that is far beyond our understanding. But that energy in final analysis is ours, not by domination, but by invocation» (The Great Work, 1999, 175), that is, by opening ourselves to it.

If this is so, everything that exists emerged from this fount of energy: cultures, religions, Christianity itself and even such figures as Buddha, Moses, Jesus and each one of us. All was being created within the cosmogenic process, as more complex orders would emerge, ever more internalized and interconnected with all beings. When a given level of that source energy is accumulated, then the historical events and each individual person emerges.

Who saw the creation of Christ in this cosmos was the Jesuit paleontologist and mystic, Pierre Teilhard de Chardin, (1881-1955), who reconciled the Christian faith with the idea of a broader evolution and the new cosmology. Teilhard distinguishes the «Christic» from the «Christian». The Christic presents itself as an objective date within the process of evolution. It would be the link that unites everything. Because it was within it, one day in history the figure could emerge of Jesus of Nazareth, the one for whom all things have their existence and consistence, as Saint Paul would say.

Therefore, when the Christic is subjectively recognized and is transformed within the consciousness of a group, it becomes «Christian». Then historical Christianity emerges, founded in Jesus, the Christ, the incarnation of the Christic. It follows that its ultimate roots are not in first century Palestine, but within the very process of cosmic evolution.

Saint Augustine, writing to a Pagan philosopher (Epistle 102), intuited this truth: «That which now bears the name of a Christian religion existed before, and was not absent from the origins of the human being until Christ came in the flesh; rather, that was then when the true religion, that already existed, began to be called Christian».

Similar reasoning is found in Buddhism. There exists Buddhity (the capacity of illumination) that was being forged throughout the process of evolution until Siddhartha Gautama emerged and became the Buddha. This could only be manifested in the person of Gautama because the Budheity was earlier in the process of evolution. So, he became the Buddha, just as Jesus became the Christ.

When this understanding is internalized to the point of transforming our perception of things, of nature, of the Earth and the Universe, then the path is open to a cosmic spiritual experience, of communion with all and with everyone. We realize through this spiritual path that which the scientists sought through science: a link that unifies all and moves it forward.

Leonardo Boff Theologian-Philosopher and member of the Earthcharter Commission

Free translation from the Spanish sent by
Melina Alfaro, alfaro_melina@yahoo.com.ar.
Done at REFUGIO DEL RIO GRANDE, Texas, EE.UU.

Anúncios
9 Comentários leave one →
  1. Ivanovitch Medina permalink
    17/10/2016 18:20

    Blog do Ivanovitch 2: Mesmo com o Prêmio Nobel http://blogdoivanovitch.blogspot.com/2016/10/mesmo-com-o-premio-nobel-bh-01501002016.html?spref=tw

    Curtir

  2. 18/10/2016 19:47

    Odeciomendesrocha Mendes Rocha compartilhou a publicação de Candice Lauralee Moonsawmy.
    41 min ·
    A imagem pode conter: 1 pessoa , atividades ao ar livre
    Candice Lauralee Moonsawmy
    26 de agosto · Corporation of Ranson, Virgínia Ocidental, Estados Unidos ·
    Sometimes it comes down to one original political thinker to continue to fuel an entire revolution.
    Odeciomendesrocha Mendes Rocha
    This person is known as the philosophical bomb because his ideas are threatening to governments who thrive on oppression.

    Once more this person has the capacity to reinvent reality through the matrix of his mind.

    Às vezes tudo se resume a um original pensador político para continuar para alimentar toda uma revolução.
    Odeciomendesrocha Mendes Rocha
    Essa pessoa é conhecida como a bomba filosófica porque suas ideias estão ameaçando governos que prosperam na opressão.
    Mais uma vez que essa pessoa tem a capacidade de reinventar a realidade através da Matrix de sua mente.
    ·
    Classifique essa tradução

    Curtir

  3. 18/10/2016 20:57

    onde está o meu poster?

    Curtir

  4. clarissa permalink
    19/10/2016 1:55

    O senhor que deveria ter ganho o Prêmio Nobel!!! Assisti sua palestra na UFU em Uberlândia e foi magnífica! Quero fazer uma pergunta -já procurei vários locais mas não sei onde escrever então escrevo aqui mesmo…- . Na Palestra o senhor falou que iria publicar um artigo em relação aos índios kraôs e seu genocídio -e empalamento das índias- que ocorreu aqui em MG. O senhor irá publicar mesmo este artigo? muito grata fico no aguardo da resposta. Muito grata, Clarissa

    Curtir

    • 22/10/2016 14:54

      Clarissa, é ponto de honra e uma forma de fazer justiça aos indígenas vitimados dar a conhecer esta tragédica. Estou esperando passar essa fase critica de política para fazer um artigo sobre o tema. O material está separado sobre a minha mesa. Obrigada por me cobrar com justeza.lboff

      Curtir

  5. 20/10/2016 19:26

    onde está minha publicação?

    Curtir

  6. 22/11/2017 8:05

    Estou indignado com estes pseudos defensores dos injustiçados por causa de sua maneira de impor a seletividade aos casos/temas que lhes for conveniente ou lhe prover; Pois nós as vítimas de abusos de poderes de autoridades que originam os alvos como no meu presente caso e de milhares de vítimas de erros judiciários que vivem no anonimato por falta de um 0800 DISQUE DENÚNCIAS: Abusos de Poderes/Erros Judiciários no Brasil nunca tivemos uma manifestação nas nossas centenas de milhares de de denúncias/ representações feitas de todas as maneiras possíveis e inimagináveis como se pode constatar em todas as Redes Sociais. Por que a covardia/inércia/omissão até de alguém como Leonardo Boff e instituições como a CNBB & OAB que nunca se preocuparam com possíveis inocentes presos em Belém do Pará por crimes que alegam não terem cometido (dois irmãos médicos acusados de crimes em série onde Francisco das Chagas Serial Killer assumiu a autoria de todos os crimes com riquezas de detalhes); Que nunca se preocuparam com o caso Motta Coqueiro ocorrido em Macaé/RJ que foi transformado em filme pelo ator e diretor/produtor Eduardo Moscovis; Que se acovardam quando tomam conhecimentos de minhas milhares de denúncias de casos em Araguari em 1937 do Caso dos Irmãos Naves e de outro semelhante em Uberlândia em 1956 conhecido como o caso de João Relojoeiro que se transformou em santo no imaginário popular após ser torturado e morto e tendo sua inocência inquestionavelmente provado depois; Bem como dos casos de injustiças e erros judiciários a que foi submetido o Dr. Rimmel Amador Heredia Guzmann Médico e Professor de Cardiologia do HC/UFU; E ainda num raio de menos de 30 Kms Carlos Alberto Pinto (Dedinho) pedreiro preso e condenado sendo inocente em Uberlândia; E, agora, finalmente, o meu caso onde já retratei em mais de 330 páginas com o propósito de concretizar meu sonho de editar e publicar como livro com a seguinte denominação provisória: A VIDA (Saga) DE ADALBERTO DUARTE: Vítima de Erros Judiciários em Uberlândia/MG/Brasil!

    Curtir

    • 23/11/2017 12:22

      Adalberto, se há uma coisa que nós teólogos da libertação, sempre fazemos é ocupar-nos com as injustiças contra os pobres, contra a Mãe Terra e temas que implicam o sofrimento dos inocentes e outros. Não somos a palmatória do mundo. Se fossemos comentar cada injustipa que ocorre não faríamos outra coisa senão escrever, protestar e voltar a escrever. Cada qual tem sua missão. A realizá-la de forma consciente e como melhor puder. Não somos acovardados. A maioria de nós fomos ameaçados de morte, outros presos ou tendo que refugtir-se em outros países. A crítica entre os que estão na mesma luta apenas nos enfraquece e e´o que os dominadores do mundo mais querem. Sigmaos na defesa dos vulneráveis.É uma opção de vida e não de ideologia. Lboff

      Curtir

Trackbacks

  1. The cosmic Christ: a spirituality of the universe | Leonardo Boff | BRASIL S.A

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: