Skip to content

A democracia brasileira sob ataque

23/07/2017

O pressuposto básico de toda democracia é: o que interessa a todos, deve poder ser decidido por todos, seja direta, seja indiretamente por representantes. Como se depreende, democracia não convive com a exclusão e a desigualdade que é profunda no Brasil.

Verdadeiro é o juízo de Pedro Demo, brilhante sociólogo da Universidade de Brasíia em sua Introdução à sociologia:”Nossa democracia é encenação nacional de hipocrisia refinada, repleta de leis “bonitas”, mas feitas sempre, em última instância, pela elite dominante para que a ela sirva do começo até o fim. Políitico é gente que se caracteriza por ganhar bem, trabalhar pouco, fazer negociatas, empregar parentes e apaniquados, enriquecer-se às custas dos cofres públicos e entrar no mercado por cima…Se ligássemos democracia com justiça social, nossa democracia seria sua própria negação”(p.330.333).

Não obstante, não desistimos de querer gestar uma democracia enriquecida, especialmente a partir dos movimentos sociais de base, proclamando o ideal de uma sociedade na qual todos possam caber, a natureza incluída. Será uma democracia sem fim (Boaventura de Souza Santos), cotidiana, vivida em todos os relacionamentos: na família, na escola, na comunidade, nos movimentos sociais, nos sindicatos, nos partidos e, evidentemente, na organização do Estado democrático de direito, se costuma dizer. Portanto, pretende-se uma democracia mais que delegatícia que não começa e termina no voto, mas uma democracia como modo de relação social inclusiva, como valor universal (N.Bobbio) e que incorpora os direitos da natureza e da Mãe Terra, daí um democracia ecológico-social.

Esse último aspecto, o ecológico-social, nos obriga superar um limite interno ao discurso corrente da democracia: o fato de ser ainda antropocêntrica e sociocêntrica, vale dizer, centrada apenas nos seres humanos e na sociedade. O antropocentrismo e sociocentrismo representam um reducionismo. Pois o ser humano não é um centro exclusivo, nem mesmo a sociedade, como se todos os demais seres não entrassem na nossa existência, não tivessem valor em si mesmo e somente ganhassem sentido e valor enquanto ordenados ao ser humano e à sociedade.

Ser humano e sociedade constituem um elo, entre outros, da corrente da vida. Sem as relações com a biosfera, com o meio-ambiente e com as precondições físico-químicas não existem nem subsistem. Elementos tão importantes, devem ser incluidos em nossa compreensão de democracia contemporânea na era da nascente geosociedade e da conscientização ecológica e planetária segundo a qual natureza, ser humano e sociedade estão indossoluvelmente relacionados: possuem um mesmo destino comum como bem se diz na encíclica ecológica do Papa Francisco “cuidando da Casa Comum” e na Carta da Terra.

A perspectiva ecológico-social tem, ademais, o condão de inserir a democracia na lógica geral das coisas. Sabemos hoje pelas ciências da Terra e da vida, que a lei básica que subjaz à cosmogênse e a todos os eco-sistemas é a cooperação de todos com todos, a sinergia, a simbiose e a interrelação entre todos, não é a vitória do mais forte.

Ora, a democracia é o valor e o regime de convivência que melhor se adequa à natureza humana cooperativa e societária. Aquilo que vem inscrito em sua natureza é transformado em projeto político-social consciente.Funda o fundamento da democracia: a cooperação, o respeito aos direitos e a solidariedade sem restrições. Realizar a democracia significa avançar mais e mais no reino do especificamente humano. Significa re-ligar-se também mais profundamente com a Terra e com o Todo.

Isso é o ideal buscado. No entanto, o que estamos assistindo nos dias atuais é o contrário: um ataque à democracia a nível mundial e nacional. O avanço do neoliberalismo ultrararadical que mais e mais concentra poder em pouquíssimos grupos, radicaliza o consumismo individualista e visa a alinhar os demais países à lógica do Império norteamericano, solapa as bases da democracia. O golpe parlamentar dado no Brasil se inscreve dentro desse ideário. Já não conta a Constituição e os direitos, mas se instaura um regime de exceção onde os juízes determinam a esfera da política. Bem disse o cientista político da UFMG Juarez Guimarães: ”Acho errado chamar Moro de juiz parcial. Na verdade, é um juiz corrompido politicamente. Ele está exercendo o seu mandato de juiz de forma partidária, contra a Constituição e contra o povo brasileiro”

Os golpistas abandoram a democracia e a soberania popular em favor do domínio puro e simples do mercado, dos rentistas e da diminuição do Estado. Isso foi denunciado recentemente pelo nosso melhor estudioso da democracia Wanderley Guilherme dos Santos em seu livro, silenciado pela midia empresarial,”Democracia impedida” e pelo citado cientista político Juarez Guimarães numa entrevista publicada, recentemente, no Sul21.

Ninguém pode prever o que virá nos próximos tempos. Se os golpistas levarem até o fim seu projeto de privatizações radicais a ponto de desgraçarem a vida de boa parte da população, poderemos conhecer revoltas sociais. Num sentido melhor, fazem sentido as palavras do editor da Carta Capital Mino Carta:”o golpe de uma quadrilha a serviço da Casa Grande teve o condão de despertar a consciência nacional”. Cuidado: uma vez despertada, esta consciência pode alijar seus opressores e buscar um outro caminho.

Leonardo Boff é articulista do JB on line e escritor.

 

Anúncios
15 Comentários leave one →
  1. 23/07/2017 14:54

    Boff, que Deus, justo e amoroso, continue iluminando seu caminho. Obrigado por nos reabastecer de fé.

  2. Raimunda permalink
    23/07/2017 16:11

    Fica muito difícil de acreditar na justiça brasileiro especialmente no Juiz Moro e muitos outros juízes que assim como os políticos, que usam o poder de maneira exagerada se aproveitam fazem complô e usam a justiça em seus próprios benefícios!

  3. Ray permalink
    23/07/2017 23:42

    Gratidão por nos despertar a reflexão sobre fatos e os horrores da política brasileira.

  4. Marízia Costa Carmo Lippi permalink
    23/07/2017 23:54

    Os golpistas destituiram a DEMOCRACIA, eles são uma minoria desmoralizada. A Nação Brasileira é fiel à DEMOCRACIA.

  5. adenir permalink
    24/07/2017 15:23

    SUTILEZAS
    A DEMOCRACIA E A REPÚBLICA são PRESENTES GRECOS-ROMANOS. O General Figueiredo, irmão do escritor Guilherme Figueiredo, certamente ouviu clássicos da literatura e assinou uma DEMOCRACIA PARTIDÁRIA para empaturrar a ganância tupiniquim. CAVALARIA DE TRÓIA é o multipartidarismo SUPREMO. Se não acabar ESTE CONGRESSO com SENADO E CÂMARA resta MALHAR NA MALHAÇÃO DA GLOBO E NA
    ARMAÇÃO DOS NARIZES ARREBITADOS. Um PODER PÚBLICO PARTICIPATIVO precisa ser REINVENTADO E RECRIADO. MUDANÇAS RÁPIDAS ajudariam bastante.

  6. CLÁUDIO M.B. de POA/RS permalink
    26/07/2017 0:25

    SRS: SERGIO MORO, O “JUSTICEIRO DE CURITIBA”, CONFIRMOU A SUA PARCIALIDADE AO JULGAR LULA. SE ASSIM NÃO FOSSE, NÃO PRECISARIA SE UTILIZAR DA “SENTENÇA” (QUE DEVE SE ATER E SE VALER, ÚNICA E EXCLUSIVAMENTE, DOS AUTOS PROCESSUAIS!) PARA “DEFENDER-SE” E “JUSTIFICAR-SE” DO VIOLENTO ATROPELO À LEI VIGENTE QUE EM SEU “JULGADO”, PRETENSA E FALSAMENTE “EXEGÉTICO”, PRATICOU.

    “SENTENCIOU PREVISÍVELMENTE, SEMPRE “PRÉ-CONDENANDO” O PRESIDENTE LULA”, POR ” PARCOS INDÍCIOS” E JAMAIS POR “PROVAS CABAIS, CONVINCENTES, CONCRETAS E SUFICIENTES”!
    MORO, A PARTIR DO “CASO DO PRESIDENTE LULA”, É UM “EX-MAGISTRADO”. POR TER SIDO PARCIAL E, NESTA PREMISSA, “PRÉ-JULGAR”! MORO É UM “EX-JUIZ”. ESTÁ ACABADO PARA OFÍCIO.

    EXAURIU-SE EM SUAS PRÓPRIAS “CONVICÇÕES” E SEUS “COMPROMISSOS POLÍTICO-IDEOLÓGICOS-PARTIDÁRIOS”, ADREDEMENTE ANTECIPADOS!!! PÚBLICOS!!!

    PARA CONDENAR LULA, CONDENOU À SI MESMO E À ISENÇÃO REQUERIDA E INDISPENSÁVEL PARA BEM EXERCER O SEU MISTER. MORO ESTÁ NÚ E SUA NUDEZ TRAIDORA DA CONSTITUIÇÃO BRASILEIRA, ENVERGONHA O BRASIL ESCLARECIDO E LIVRE!

    MORO É PARTIDÁRIO, NÃO TEM ISENÇÃO PARA JULGAR COISA ALGUMA! ALIÁS, SE É QUE, EM ALGUM DIA, EM SUA “FUNÇÃO TOGADA”, A TEVE (A DEVIDA ISENÇÃO DO JULGADOR).

    SERGIO MORO, UM HOMEM, MANCHOU COM O SANGUE DE UM OUTRO HOMEM, COMPROVADAMENTE INOCENTE, PELO RESTO DE SUA VIDA, “A TOGA” DA VERDADEIRA E ISENTA JUSTIÇA”!

    UM EPISÓDIO JUDICIÁRIO, CRIVADO DE INSENSATEZ, ABUSOS FLAGRANTES, ILEGALIDADES E PARADOXOS PROCESSUAIS CONSTRANGEDORES!!!

    HÁ UM “PROCESSO DE EXECUÇÃO POLÍTICA”, EM ANDAMENTO PARA VIABILiZAR UM PROJETO DE DOMINAÇÃO ESCRAVOCRATA E ANTINACIONALISTA!!!
    MORO, COM O APOIO DA “REDEGLOBO” E DA “CNI/FIESP”, É O MAIS EMBLEMÁTICO REPRESENTANTE DO JUDICIÁRIO CONIVENTE E/OU OMISSO COM AS ILEGALIDADES E INCONSTITUCIONALIDADES DO GOLPE CAPITALISTA, PLUTOCRATA E NEOLIBERAL DE MAIO DE 2016!!!

    É TUDO LAMENTÁVEL E EXTREMAMENTE PERIGOSO PARA O “ESTADO DE DIREITO” E PARA A DEMOCRACIA BRASILEIRA!

    CLÁUDIO M.B. de POA/RS
    _______________________

    “ÀS RUAS, CIDADÃOS LIVRES DO BRASIL!’; “GREVE GERAL NACIONAL”; “FORA TEMER”! ; “FORA MORO”; “FORA MAIA!” “DIRETAS JÁ!” “DIRETAS JÁ!”
    CIDADÃOS: “TEMOS DE PARAR O BRASIL, PARA SALVAR O BRASIL!”

    • 30/07/2017 22:33

      Parabéns Cláudio! Tenha a certeza de que muitos/as brasileiros/as comungam com o que o senhor acaba de relatar. O que mais nos indigna é saber que o Poder Judiciário comanda toda essa farsa chamada golpe e se faz de “santinho do pau-oco”, na base do quanto pior, melhor e da “farinha pouca, meu pirão primeiro”. A todos esses gritos de revolta que o senhor menciona em seu comentário, permita-me acrescentar “Abaixo a Ditadura Juridica/Midiática/Parlamentar!”.

  7. 31/07/2017 12:44

    Republicou isso em Paulosisinno's Bloge comentado:
    A democracia brasileira sob ataque – Leonardo Boff

  8. Marízia Costa Carmo Lippi permalink
    31/07/2017 21:16

    O jurista Ives Gandra da Silva Martins, Prof. emérito da Faculdade de Direito a Universidade Presbiteriana Makenzie … em um programa que tem na Rede Vida de TV, convidou três brasileiros qualificados para falarem sobre a atual situação do Brasil. Afirmaram que o Temer deve concluir o governo que será bom . Que Lula e Dilma são os culpados … Gostaria que me fale algo.

    • 03/08/2017 19:56

      Marizia, Ives Gandra é um erudito do direito e curiosamente sempre defendeu Zé Dirceu. Mas parece-me que sua análise sobre Lula e Dilma é equivocada. A questão é outra, pois as oligarquias da terra, do dinheiro e da política nunca aceitaram um trabalhador no Planalto nem fazendo políticas que elevassem um pouco a vida dos pobres. Essas oligarquias tem receio desta ascensão pois acham que elas vão tomar o seu lugar de privilegio. Elas não tem solidarieadade e compaixão para com quem sofre. Lula e Dilma resistiram as pressões que esses grupos exerciam para que assumissem uma política neoliberal que convinha a elas mas que prejudicavam o povo. O golpe foi de tirá-los para que eles voltassem ao poder e ao caminho da corrupção oficializada. Grande abraçao Lbof

      • Marizia Lippi permalink
        06/08/2017 10:12

        Bom Domingo, Festa da transfiguração do Senhor! Ives Gandra da siva Martins Filho se tornou Ministro do Supremo Tribunal do Trabalho no Golpista Temer. É tido como perfeito para o que o Temer pretende. Pesquise na Internet. Estranhei a colocação do Pai na Rede Vida que deve posicionar-se a favor dos prediletos de Jesus, os Pobres. Fraternalmente, Marízia.

  9. Marízia Costa Carmo Lippi permalink
    05/08/2017 23:12

    Segue uma opinião que se refere ao Povo: “O problema do nosso País é a apatia. Não temos povo. Nós temos massa” (Dom Paulo Evaristo Arns, Ofm. O Povo deve ser despertado, motivado, estimulado a se interessar pelo bem comum?

Trackbacks

  1. A democracia brasileira sob ataque — Leonardo Boff | O LADO ESCURO DA LUA
  2. A democracia brasileira sob ataque | Leonardo Boff | BRASIL S.A
  3. Leonardo Boff fala sobre a crise atual na Democracia – Nos Caminhos de Francisco

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: