Skip to content

Carta Internacional de apoio ao ex-presidente Lula contra o massacre de sua reputação

15/03/2016

Lula, quer gostemos ou não, se tornou um ícone de um político que pensou nos pobres do mundo, primeiro do Brasil e depois da África. No interior da macroeconomia capitalista imposta ao mundo todo conseguiu cavar espaços ou abrir cunhas que permitissem a inclusão de toda uma Argentina na cidadania, tirando-os daquilo que Gandhi chamava de “a forma mais aviltante e assassina que existe que é a fome”. E ainda inaugurou políticas sociais que resgataram a dignidade dos ofendidos e humulhados. Esse dado de puro humanitarismo granjeou-lhe o reconecimento internacional. Esta lista de notáveis do mundo inteiro reconhece esse fato e ao mesmo mostra a estreanheza e até a indignação de grupos que vem da velha ordem, filhos da Casa Grande e seus aliados, que não visam a discutir politicamente projetos,  ideias e visões generosas do mundo, mas destruir a liderança de Lula e destrui-lo como pessoa no intento de voltar ao poder central que nunca se importou com a sorte de milhões de cidadãos relegados à marginalidade, à pobreza e à morte prematura. São inimigos da vida, da justiça sicietária e do povo. Mas  a história não tolera para sempre uma sociedade montade sobre a  insensibilidade, a falta de humanidade e de coração. Ela possui, como pensavam os filósofos gregos, o seu “logos”interno, o sentido sagrado das coisas que mais cedo ou mais tarde acabará por impor-se e condenar à irrisão os seus negadores. É o que esperamos e estamos seguros de que  história não nos defraudará. Lula pertence a esse lado luminoso da realidade, reconhecido pelos notáveis do mundo e que susbcrevem esta carta de apoio. L.Boff

                  Lettera aperta in solidarietà a Luiz Inácio Lula da Silva

Noi firmatari manifestiamo la nosta piena solidarietà all’ex presidente del Brasile Luiz Inácio Lula da Silva, che è sottoposto ad un vero massacro contro la reputazione sua e della sua famiglia; i sui diritti sono calpestati da parte di settori del Sistema Giudizario brasiliano.

Questa caccia è culminata, venerdì 4 marzo 2016, nell’arresto politico e mediatico, con accomagnamento coatto per deporre, di una persona che mai si sottrasse nel rispondere alla Giustizia e la quale non era stata previamente convocata né intimata.

L’arbitrio è sttao addiritura criticato da un coponente della Suprema Corte Brasiliana, il Ministro Marco Aurélio Mello, da giuristi brasiliani di fama internazionale, come Fábio Konder Comparato e Celso Bandeira de Melo, da José Gregori, dall’ex ministro della Gistizia del Governo Fernando Henrique Cardoso e da Giudici membri della Associazione di Giudici per la Democrazia del Brasile, che in Nota Ufficiale hanno affermato:

“Non si combatte la corruzione corrompendo la Costituzione”.

Tutta l’operazione ha beneficiato dell’accompagnamento privilegiato da parte dei mass media conservatori, informati con antecedenza della tempistica della cattura del principale leader popolare brasiliano.

Uno dei più diffuso quotidiani del paese, ‘Folha de São Paulo’, ha esplicitamente informato di essere giunta all’edificio in cui risiede l’ex presidente alle ore 5,15 del mattino di venerdì.

La Polizia Federale è giunta sul luogo alle h. 5,40.

Luiz Inácio Lula da Silva è uno dei più significativi leader mondiali, e durante la sua amministrazione ha contribuito a porre una pietra miliare contro la fame e la miseria; da esse, durante i suoi due mandati conseutivi, 40 milioni di brasiliani sono stati liberati.

I programmi sociali che hanno consentito questo risultato sono stati citati a esempio dall’ Onu e dalla Fao e adottati in diversi paesi.

L’accerchiamento attorno all’ex presidente Luiz Inácio Lula da Silva si integra in un movimento più generale osservabile in questo momento in tutta l’America Latina.

Il lungo procrastinarsi della crisi mondiale ha inasprito la disputa per il profitto in economie colpite duramente dalla contrazione del commercio estero.

Il leader brasiliano disturba in quanto simbolo di una agenda oggi contestata dalle élites mondiale come non funzionale agli interessi dei mercati: lo sviluppo, associato alla universalizzazione dei diritti sociali e alla democratizzazione dei processi decisionali di Stato.

Referenze storiche come Lula sono un patrimonio inestimabile dell’umanità.

Chiediamo alle autorità brasiliane un impegno maggiore per fare cessare la persecuzione che colpisce al momento l’ex presidente inieme alla sua famiglia e ai suoi collaboratori e per porre fine alle violazioni dei diritti, che lo colpiscono.

Seguono le firme:

Alba Carosio (Universidade Central da Venezuela)
Angel Quintero Rivera (Universidad de Puerto Rico)
Aníbal Quijano (Sociólogo, Peru)
Arturo Escobar (Universidade da Carolina do Norte, EUA)
Atilio Borón (sociólogo argentino)
Baltazar Garzón (Juiz aposentado, Espanha)
Boaventura de Sousa Santos (Universidade de Coimbra, Portugal)
Carmen Beramendi (Diretora da FLACSO, Uruguai)
Daniel Filmus (Ex-ministro da Educação, Argentina)
Domênico Losurdo (Filósofo italiano)
Eduardo A. Rueda (Professor da Pontificia Universidad Javeriana, Colômbia)
Eduardo Rinesi (Ex-reitor da Universidade de General Sarmiento, Argentina)
Fernanda Saforcada (Diretora Académica do Clacso, Argentina).
Fernando Mayorga (Universidad Mayor de San Simón, Bolivia)
Florencia Saintout, (Universidade Nacional de La Plata, Argentina)
Gabriela Diker (Reitora da Universidad de General Sarmiento, Argentina)
Gerardo Caetano (Universidad de la República, Uruguai)
Horacio A. López. (Subdiretor Centro Cultural de la Cooperación, Argentina.)
Ignacio Ramonet (Jornalista, França)
Jorge Beinstein (Economista, Argentina)
Juan Carlos Monedero (Universidade Complutense, Espanha)
Julian Rebon (Membro do Comitê Diretivo do Clacso, Argentina)
Leonardo Padura (Escritor Cubano)
Leticia Salomón (Universidad Nacional Autónoma de Honduras)
Luciano Concheiro (Universidad Autónoma de México)
Mario Burkun (Economista, Argentina)
Nicolás Trotta (Reitor da UMET, Argentina)
Pablo Gentili (CLACSO, Argentina)
Pablo González Casanova (Universidad Nacional Autónoma do México)
Partito della Rifondazione Comunista (Partido italiano)
Raúl Zaffaroni (Ex-juiz da Suprema Corte de Justiça, Argentina)
Rita Segato (Intelectual feminista, Argentina)
Suzy Castor (CRESFET, Haití)

25 Comentários leave one →
  1. Lourdes Bernadete C. Bispo permalink
    15/03/2016 22:34

    Uno-me a ti nesse pensamento. Lula foi e é uma das melhores pessoas e Presidente que nosso Pais teve e tem.

    Abraços carinhosos.

    Lourdes Bernadete Bispo.

  2. 15/03/2016 22:54

    Está bem, querido, mas não dá para melhorar esse apoio aí? O pessoal do outro lado está com artilharia pesada!

  3. adenir balmant permalink
    16/03/2016 7:29

    Nesta quarta-feira (16/03/2016) a população brasileira vai chegando aos 205.700.999 habitantes. Milhões de brasileiros e brasileiras assinariam esta carta. Lula se tornou FILHO DO BRASIL…ilustre e digno pelos serviços prestados à Pátria e aos trabalhadores. Que Deus o ajude.

  4. 16/03/2016 8:32

    Leonardo Boff, também concordo com a diferenciação de Lula no poder. É visível a transformação no Brasil. É visível também os escândalos de corrupção no governo dele. Como devemos reagir a isso? Como isso merece e deve ser tratado? Claro que também sabemos que corrupção sempre existiu por aqui, mas diante do “bum” de informações que chegam a nós todos os dias, que atitude, na sua opinião, o povo brasileiro deve tomar?

    P.S Gosto muito de seus artigos e admiro muito o seu trabalho. Obrigada!

    • Edna permalink
      24/03/2016 15:20

      Geliene, excelente sua colocação. Vamos ver se ele responde.

  5. 16/03/2016 8:43

    Republicou isso em trabalhadoresdaemgeprone comentado:
    Os anti-Luis Inácio Lula da Silva… grupos que vêm da velha ordem, filhos da Casa Grande e seus aliados…
    “A fome é um insulto; ela avilta, desumaniza e destrói o corpo e o espírito… senão a própria alma; é a forma de violência mais assassina que existe (Gandhi).”
    Gandhi era indiano e, assim como a esmagadora maioria dos brasileiros, especificamente antes da era Lula, sabia o que estava dizendo.

  6. 16/03/2016 8:49

    Suas ideias nesse Blog sintetizam tudo o que penso, salvo raros pontos abordados. Entre as centenas de frases e palavras, eis que sempre despontam umas como: ‘filhos da Casa Grande e seus aliados, que não visam a discutir politicamente projetos, ideias e visões generosas do mundo’.

    É um grande prazer ter tido conhecimento desse trabalho pelo qual posso compartilhar um pouco de sua experiência como condutor de homens à liberdade.

  7. Isabel da Fontoura Pinho permalink
    16/03/2016 9:44

    Que esta Carta seja incluída na documentação a ser apresentada por Lula através de seu advogado.É o que sugiro,s.m.j.Respeitosamente,um abraço, Isabel

  8. Silas Santos permalink
    16/03/2016 10:27

    Leonardo Boff

    O senhor não acha que a fase do “ÍCONE” já passou?
    Hoje toda a turma do PT como dos demais partidos estão envolvidos em corrupção e levaram o povo as ruas e sujeira para dentro do Planalto ou da Penitenciária da Papuda ou Pinhais no Paraná. Para fugir da honesta e competente caneta do juiz Sérgio Moro, Dilma, que deveria exonerar os ministros e servidores corruptos, ela os está trazendo para dentro do Planalto a
    Exemplo da nomeação do Lula para ministro. A saída agora é convocar uma constituinte com eleição de pessoas honestas e que nunca participaram de cargo público e instalar um regime parlamentarista.

  9. 16/03/2016 13:29

    A HISTORIA NOS DIRÁ.

  10. Flavia permalink
    16/03/2016 17:44

    Não nego os avanços e inúmeras benfeitorias sociais conquistadas no governo do presidente Lula. Eu sou uma das pessoas que teve sua dignidade enaltecida por essas transformações. Mas agora resta a a antiga e inquestionável questão moral: os fins não justificam os meios! Sinto muito, mas estou me sentindo profundamente desrespeitada como cidadã e como pessoa, ainda mais depois da atitude tomada pela presidente hoje!

  11. Guilherme Campos permalink
    16/03/2016 21:41

    Prezado Leonardo Boff, até onde vais com isso? Que decepção com suas palavras, que outrora já me confortaram em momentos difíceis. Que Deus te ilumine!

  12. eligioluis permalink
    16/03/2016 22:47

    Lula tornou-se o ícone – LADRAVAZ!

  13. Thales Montebello permalink
    17/03/2016 13:06

    Esses signatários não conhecem o caráter do “homenageado”, só conhecem a forma e não o conteúdo.

  14. 17/03/2016 16:28

    Boa ideia é serenar e respeitar o voto dado pelos que não têm certeza total de nada.

  15. Issaul permalink
    17/03/2016 20:03

    Agradeço pela forma de amar Lula, realmente me sinto muito feliz em saber que meus irmãos mais necessitados, não passam fome.Eu dou graças a Deus, eu não sei qual é essa sensação, porém meus olhos enchem de lágrimas e meu coração aperta quando sinto essa dor e me coloco no lugar de quem passa fome, e essa fome liga todos os campos naturais do ser humano visíveis e invisíveis.
    Sinceramente eu choro de barriga cheia e de alma vazia.
    Deus abençoe o Lula por esse ato!
    Hoje eu aprovei com muita felicidade o ato louvável dos policiais do choque que apoiaram os manifestantes que querem justiça, mas meu coração ficou muito mais feliz em lembrar que o amor sempre prevalece!

  16. Livio Lima permalink
    17/03/2016 22:19

    Carta aberta em solidariedade a Luiz Inácio Lula da Silva
    (Tradução que fiz ao Português)

    Nós abaixo assinados manifestamos total solidariedade ao ex-presidente do Brasil Luiz Inácio Lula da Silva, que está submetido a um verdadeiro massacre contra a sua reputação e sua família.

    Essa caça culminou sexta-feira, 4 de março de 2016, prisão política e midiática, com condução coercitiva a depor, de uma pessoa que nunca evitou responder à Justiça e que não foi previamente convocada.
    O ato foi criticado por um coponente do Supremo Tribunal Federal, o ministro Marco Aurélio Mello, por juristas brasileiros de renome internacional, como Fábio Konder Comparado e Celso Bandeira de Melo, José Gregori, ex-ministro do governo Fernando Henrique Cardoso e juízes membros da Associação de juízes para a Democracia no Brasil, e na Nota Oficial declarou:
    “Não se combate a corrupção, corrompendo a Constituição.”
    Toda a operação beneficiou com vazamentos privilegiados para conservadores da mídia de massa, informados de antemão o momento da captura do principal líder popular brasileiro.
    Um dos jornais mais populares do país, “Folha de São Paulo”, veio para o edifício que abriga o ex-presidente às 5:15 horas da manhã de sexta-feira.
    A Polícia Federal chegou no local em 5:40.

    Luiz Inácio Lula da Silva é um dos líderes mundiais mais importantes, e durante sua administração ajudou a definir um marco contra a fome e a pobreza; durante seus dois mandatos consecutivos, 40 milhões de brasileiros foram libertados.
    Os programas sociais que possibilitaram esse resultado foram citados como um exemplo pela ONU e FAO e adotados em diversos países.

    O cerco em torno do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva é integrado em um movimento mais geral observado no momento em toda a América Latina.
    A longa crise global agravou a disputa para o lucro nas economias duramente atingidas pela contração do comércio exterior.

    O líder brasileiro perturba como um símbolo de uma agenda atual contestada pelas elites globais como não atendente aos interesses dos mercados: o desenvolvimento, associado com a universalização dos direitos sociais e a democratização dos processos decisório do Estado.

    As referências históricas como Lula são um inestimável patrimônio da humanidade.

    Pedimos às autoridades brasileiras que aumentem os esforços para por fim à perseguição que atinge no momento o ex-presidente, sua família e seus colaboradores, e para por fim às violações dos direitos (…).

    Abaixo subscrevemos:
    Alba Carosio (Universidade Central da Venezuela)
    Angel Quintero Rivera (Universidad de Puerto Rico)
    Aníbal Quijano (Sociólogo, Peru)
    Arturo Escobar (Universidade da Carolina do Norte, EUA)
    Atilio Borón (sociólogo argentino)
    Baltazar Garzón (Juiz aposentado, Espanha)
    Boaventura de Sousa Santos (Universidade de Coimbra, Portugal)
    Carmen Beramendi (Diretora da FLACSO, Uruguai)
    Daniel Filmus (Ex-ministro da Educação, Argentina)
    Domênico Losurdo (Filósofo italiano)
    Eduardo A. Rueda (Professor da Pontificia Universidad Javeriana, Colômbia)
    Eduardo Rinesi (Ex-reitor da Universidade de General Sarmiento, Argentina)
    Fernanda Saforcada (Diretora Académica do Clacso, Argentina).
    Fernando Mayorga (Universidad Mayor de San Simón, Bolivia)
    Florencia Saintout, (Universidade Nacional de La Plata, Argentina)
    Gabriela Diker (Reitora da Universidad de General Sarmiento, Argentina)
    Gerardo Caetano (Universidad de la República, Uruguai)
    Horacio A. López. (Subdiretor Centro Cultural de la Cooperación, Argentina.)
    Ignacio Ramonet (Jornalista, França)
    Jorge Beinstein (Economista, Argentina)
    Juan Carlos Monedero (Universidade Complutense, Espanha)
    Julian Rebon (Membro do Comitê Diretivo do Clacso, Argentina)
    Leonardo Padura (Escritor Cubano)
    Leticia Salomón (Universidad Nacional Autónoma de Honduras)
    Luciano Concheiro (Universidad Autónoma de México)
    Mario Burkun (Economista, Argentina)
    Nicolás Trotta (Reitor da UMET, Argentina)
    Pablo Gentili (CLACSO, Argentina)
    Pablo González Casanova (Universidad Nacional Autónoma do México)
    Partito della Rifondazione Comunista (Partido italiano)
    Raúl Zaffaroni (Ex-juiz da Suprema Corte de Justiça, Argentina)
    Rita Segato (Intelectual feminista, Argentina)
    Suzy Castor (CRESFET, Haití)

    • 18/03/2016 23:34

      Livio, agradeço seu trabalho de tradução. Vc ajudou às pessoas terem uma medida justa desta questão conturbada entre nós.
      lboff

  17. Fábio permalink
    18/03/2016 7:57

    Arthuro Escobar é parente do Pablo Escobar?
    Venezuela e Colombia, paises que não são exemplo para ninguém, são os queridos do PT. É só surgir a esperança de nos livrarmos dessas pragas que a bolsa sobe e o dólar cai. O mercado reflete a verdade.

  18. f2sobrinho permalink
    18/03/2016 19:45

    Tenham vergonha! A cor da camisa faz um corrupto bom?

  19. Mario Real permalink
    19/03/2016 14:02

    Frei Leonardo
    A coisa tá difícil é vai piorar. O lulla vai ser preso e vai abrir o bico, pois seu passado remoto o condena (Golbery). O tal ícone mundial é passado. … Não volta. O pt histórico é passado. Não volta. A ética passada dos petistas é minoria. .. Pode voltar mas somente se refundar em um NOVO PARTIDO. esse aí. .. c’ est perdu….. Frei o Aecio for culpado eu ficarei feliz que seja preso e pague segundo a Lei (dos homens) e o Lulla e a incompetente e venal (Pasadena)Dillma também.
    Não há nada mais justo que uma limpeza pública de verdade. Prisão exemplar aos corruptos e corruptores. Aos ferros.
    Glórias ao povo livre e bem informado. Vivas à IMPRENSA.

  20. Hugo Camargo Rocha permalink
    22/03/2016 5:07

    Olá, Mário Real. Infelizmente, não vejo nenhuma “limpeza pública de verdade” sendo feita. Tal milagre jamais acontecerá na atual sociedade brasileira.
    O que vejo é Fernando Henrique Cardoso (ex-presidente e ex-democrata), em entrevista ao Estadão, dizendo que “Agora o caminho é o Impeachment”, e dando posse antecipada ao Presidente Michel Temer, e discutindo descaradamente a participação do seu partido (PSDB) no iminente governo de Temer. Se isto for uma “limpeza pública de verdade”, temo que nossos conceitos (de “limpeza”, de “público” e de “verdade”) não sejam os mesmos. Pois o que vejo na fala de FHC é a cínica aprovação de um golpe para Tucanos e demais Pássaros brasiliensis voltarem voando ao poder sem o inconveniente da eleição popular. E o único fundamento que FHC apresenta para o Impeachment da Dilma, é “o clamor das ruas”. Só falta agora Jânio Quadros aparecer cantando “Varre, varre, vassourinha…” Pena que esta nossa vassourinha anti-corrupção esteja mais suja que a sujeira que pretende varrer. Tal limpeza não é pública nem é de verdade. É apenas uma canção para embalar a nação: “Varre, varre, vassourinha…” Enquanto isso, a passarinhada volta toda ao poleiro do poder.

Trackbacks

  1. Conselheiro do Papa Francisco defende Lula da Silva – Aventar

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: