Skip to content

Uma elite amoral e mesquinha se revela nas delações da Odebrecht

21/04/2017

Precisava vir alguém de fora, de uma jornalista Carla Jiménez do jornal espanhol El Pais (17/04/2017) para nos dizer as verdades que precisamos ouvir. Seguramente a grande maioria concorda com o conteúdo e os termos desta catilinária contra corruptos e corruptores que tem caracterizado nos últimos tempos o Brasil. Formou-se entre nós, praticamente, uma sociedade de ladrões e de bandidos que assaltaram o país, deixando milhões de vítimas, gente humilde de povo, sem saúde, sem escola, sem casa, sem trabalho e sem espaços de encontro e lazer. E o pior, sem esperança de que esse rumo possa facilmente ser mudado. Mas tem que mudar e vai mudar. È crime demasiado. Nenhuma sociedade minimamente humana e honesta pode sobreviver com semelhante câncer que vai corroendo as forças vitais de um nação. Enganam-se aqueles que eu, pelo fato de defender as políticas sociais que beneficiaram milhões de excluidos, realizadas pelos dois governos anteriores, do PT e de seus aliados, tenha defendido o partido. A mim não interessa o partido mas a causa dos empobrecidos que constituem o eixo fundamental da Teologia da Libertação,  a opção pelos pobres contra a pobreza e pela justiça social, causa essa tão decididamente assumida pelo Papa Francisco. É isso que conta e por tal casusa lutarei a vida inteira como cristão e cidadão.Estou convencido de que o  Brasil poderá ser,  quando bem governado, a mesa posta para as fomes e sedes do mundo inteiro. Creio que  a revelação de tais crimes, sua punição, o resgate dos bilhões de reais ou de dólares roubados e devolvidos aos cofres públicos,nos deem duras lições. Que todos vigiemos para que nunca se esqueça e nunca mais aconteça. O texto foi tirado do IHU de 18de abril de 2017: Lboff

*****************************

Eis o artigo

O Brasil saltou de uma transmissão política em preto e branco para alta definição de uma semana para outra com a lista de Fachin. Tudo se conhecia mais ou menos por meio de vazamentos em um ou outro veículo de comunicação. Mas ouvir a voz dos corruptores e vê-los em vídeo relatando seus crimes por horas a fio é mais doloroso. É como se a própria mãe estivesse contando que na verdade você é filha do irmão do seu pai, ou de um ladrão de bancos, ou de um estuprador. O impacto é violento, ainda que você desconfie que a verdade da sua vida era outra.

Depreende-se das horas de gravação da delação da Odebrecht uma elite hipócrita, amoral e mesquinha que enxerga o Brasil como uma S.A. para seu usufruto, e não como a sociedade que deveria ser. Tudo ainda precisará de provas concretas, mas o mundo revelado por Emílio e Marcelo Odebrecht tem corrupção a la Casas Bahia ou a la galeria Lafayette, dependendo do freguês. Um ministro da Fazenda, Guido Mantega, que determinava os destinos do dinheiro público depois de supostamente negociar milhões de doação com uma fornecedora do Governo, anotando valores a pagar ao partido num papelzinho, segundo Marcelo Odebrecht. Um irmão do ex-presidente Lula que teria recebido mesada de 6.000 reais por ser simplesmente irmão do ex-presidente, segundo outro. Um governador, Aécio Neves, que teria cobrado 3% de empreiteiras numa obra bilionária em Minas Gerais, e teria levado milhões para defender a participação da Odebrecht no setor elétrico.

Tem até o ex-relator do impeachment no Senado, Antonio Anastasia – que discursava indignado sobre o crime das pedaladas fiscais de Dilma Rousseff no ano passado – e que agora terá de provar que não é criminoso, apesar da acusação de que teria recebido caixa 2 de baciada da Odebrecht. O presidente da República, Michel Temer, que diz não ter negociado propina, mas que recebeu em seu escritório um representante da empresa ao lado de dois dos nomes do seu partido que negociaram esses recursos ilícitos – um deles, Eduardo Cunha, comparado ao traficante Marcola, pelo também acusado Renan Calheiros –, segundo o denunciante. Hipócritas. Hipócritas. Hipócritas.

Doação de seis milhões de reais aqui, 50 milhões acolá, 2,5 milhões ali. De onde vem tanto dinheiro? Só a Odebrecht pagou 10,6 bilhões entre 2006 e 2014, segundo ela. É pornográfico imaginar quanto ela ganhou em troca nesses projetos de obras públicas, e quanto outros defensores da moral e dos bons costumes de Brasília ganhavam em nome de supostas campanhas políticas. E estamos falando de apenas um setor específico. Imagine um pente fino nos planos de saúde, a indústria de carne, as agências de publicidade, o setor automotivo. Sem ilusões de que quem não está na lista de Fachin é inocente. Ou podemos confiar na sensibilidade social do ministro da Saúde, o deputado Ricardo de Barros, que não deixa de lembrar em todas as suas entrevistas a quais interesses serve na hora de falar sobre o assunto que hoje administra?

Elite criminosa

O que é a pedalada fiscal hoje, se não cosquinhas perto da monstruosidade que o topo da pirâmide política e econômica promove no Brasil. Que fatiaram o país e o dividiram entre os partidos políticos, tal qual o boi nos cartazes do açougue, segundo as investigações. Cada pedaço pertence a um partido, a uma facção da legenda, e, confirmando-se as acusações da Lava Jato, seu trabalho parlamentar fica reduzido ao de um despachante, ou corretores de influência, cobrando uma fração do sucesso dos negócios com o Governo, pelo que consta até aqui. As diretorias da Petrobras era do PT, PP e PMDB. A Câmara, da turma do Temer e do Eduardo Cunha. O Senado, de Eunício Oliveira e Renan Calheiros, segundo delação de Delcídio do Amaral. As hidrelétricas de Furnas, do PSDB de Aécio, segundo Marcelo Odebrecht. O metrô de São Paulo, do PSDB paulista, segundo as investigações. E assim por diante. Está tudo ali, para quem quiser ver. Definitivamente, a propinocracia brasileira tem muitos reis.

Políticos que mentem descaradamente sem mexer um músculo do rosto. Vaidosos, gravaram vídeos no início da Lava Jato usando frases como “ninguém aguenta mais a corrupção do PT”, com lama até a cintura. Garantiram suas aposentadorias com dinheiro desviado e agora acreditam ter legitimidade para decidir o destino da velhice de todos os brasileiros que fizeram o verdadeiro papel de palhaços neste teatro.

Uma elite corruptora com representantes como Marcelo Odebrecht… Um executivo preparado para assumir os negócios da família que quis provar ser melhor que o pai da maneira mais irresponsável, comprando fatias de mercado. Análise freudiana à parte, deu aos executivos do grupo a prerrogativa de corromper seus políticos do entorno para conseguir obras públicas. E como prêmio, pagava bônus anuais milionários. “Vira uma bola de neve”, afirma Fernando Reis, ex-presidente da Odebrecht Ambiental, explicando por que deu propinas de 6 milhões de reais ao pastor Everaldo. “Tudo distorcido”, confessa Reis agora. E por que não questionou? Por que não se demitiu? Por que não denunciou?

Em determinado trecho da sua delação, Marcelo fala sobre um diálogo com Graça Foster, ex-presidente da Petrobras. “Sempre fui aberto com Graça… fui franco quando me perguntou… ”, diz ele. Na conversa, admitia que pagara por fora para o PMDB e para o PT por uma obra da petroleira. “Se não tivesse o PT no meio, eu não falaria”, querendo mostrar coerência e, quiçá, lealdade aos nomes que estavam ocultos. Mas o que é ser aberto, senhor Marcelo? Qual é o critério de correção, de lealdade, de franqueza que passa na cabeça de um homem que estruturou um setor que distribuiu bilhões em propinas ao longo de oito anos [ou será mais tempo]? É esse o modus operandi dos empresários bilionários deste país?

Que elite mais desgraçada. Jogam o Brasil na bacia das almas para 2018, entre um lunático como Jair Bolsonaro e um novato na política executiva, João Doria Jr., que insiste no discurso que o grande problema da corrupção brasileira é só o PT. Por favor, pare de repetir isso, prefeito. Seu padrinho e amigo há 38 anos, o governador tucano Geraldo Alckmin, é um dos políticos campeões em caixa 2, segundo a Odebrecht, usando o irmão da primeira dama de São Paulo como receptor. E sendo seu partido o terceiro mais celebrado pela Odebrecht, com 152 milhões de reais em recursos ilícitos, ao que consta das delações, segundo levantamento do jornal O Estado de S. Paulo. Ao PT coube a maior fração, 408,7 milhões, porque estava com a máquina pública federal. Vários governadores tucanos parecem ficar à vontade com quinhões obscuros nas gestões estaduais.

Lula, por outro lado, mais do que os crimes a que responde, feriu de golpe a esquerda no Brasil. Ajudou a segregá-la, a estigmatizar suas bandeiras sociais e contribuiu diretamente para o crescimento do que há de pior na direita brasileira. Se embebedou com o poder. Arvorou-se da defesa dos pobres como álibi para deixar tudo correr solto e deixou-se cegar. Martelou o discurso de ricos contra pobres, mas tinha seu bilionário de estimação. Nada contra essa amizade. Mas com que moral vai falar com seus eleitores?

Saiam todos, por favor. Vocês são maus exemplos a seguir. Despertam ojeriza. Dediquem o que resta de suas vidas a entregar tudo, a detalhar tudo, a terminar de contar o que falta para que o Brasil se estabeleça como uma sociedade mais sadia, menos tóxica. Nenhum país merece que a riqueza seja comandada por quem não tem um mínimo de solidariedade com o país e vive da mesquinharia que alimenta a miséria. Acordão? Só se for para admitir crimes. Ambicionem entrar para a história como os que ajudaram a mudar o rumo, sem violentar a esperança alheia. Uma mensagem que cabe ao Judiciário, inclusive, que como disse o ministro Luís Roberto Barroso ao citar o direito penal, “deixou erguer um país de ricos delinquentes, que vivem de fraudes às licitações, lavagem de dinheiro entre outros crimes”. Vistam a carapuça. Deixem a Justiça atuar e paguem pelos seus crimes. É o melhor que vocês podem fazer para justificar a própria existência.

Anúncios
179 Comentários leave one →
  1. 21/04/2017 5:27

    o encarceramento de pessoas oculta a icapacidade de deter a movimentação financeira de off shores e trustes.

  2. Nanci permalink
    21/04/2017 6:36

    Desculpe mas tudo isão já vinha sendo denúnciado há tempo pela imprensa que pessoas da “inteligentzia”acusava de tendenciosa.e inclusive o senhor reclamava desta tal imprensa e defendia o PT. Só agora que tudo esta esclarecido vem agora uma jornalista de fora e apenas retrata o que nossa imprensala já sabia há anos,desde a época do mensalao

    • 22/04/2017 23:00

      Boa Nanci, disse tudo……………………………

    • 23/04/2017 13:21

      Boa, Nanci!!!

      • RONALDA TEIXEIRA TEIXIERA permalink
        24/04/2017 1:48

        E VERO NANCI

    • 23/04/2017 20:14

      Pois é, Nanci, “santo de casa não faz milagre”. Teve de vir um jornalista de fora pra dizer algo que todo aquele que faz o justo uso da razão, dentro de casa mesmo, já tinha visto e o Sr. Boff ainda não enxergara.

      A fé aplicada inadequadamente resulta neste tipo de coisa. Cega.

      Fé é em Nosso Senhor Jesus Cristo. Só Ele liberta e transforma a vida das pessoas e a realidade.

      Infelizmente muitos colocaram a sua fé em Lula e ainda a confessam, perdendo a capacidade de analisar e julgar. Mas nos alegremos por um cego que passa a enxergar.

      Parabéns, Sr. Leonardo Boff, não apenas por rever a sua posição, mas pela coragem em admitir publicamente este ato.

      • 23/04/2017 21:26

        Manuel, não revi posição nenhuma. Vc que não sabe ler sem preconceitos.

  3. Manoel Mendonça permalink
    21/04/2017 8:19

    Difícil perceber que finalmente o Sr. acordou e percebeu que defendia uma quadrilha. Só não concordo com a classificação do povo que trabalha em “elites”. Não somos “elites reacionárias” como o Sr. sempre afirma, somos vítimas dessa máfia que pretende levar o Brasil a uma guerra civil na tentativa de se manter no poder.

    • 22/04/2017 19:27

      Manoel, vc deve ler com mais atenção o que escrevi no passado e no presente. Acha que defendi quadrilhas? Como sisse e repito, a mim me interessa quem consegue incluir os milhóes de irmãos e irmãs que vivem na forme e na miséria. Quem não percebe que esse é o nosso principal problema-a injustiça social-entendeu pouco do que tenho escrito. Quer goste ou não, ninguém tirou mais gente da miséria do que o governo Lula-Dilma. Pergunte aos pobres e não a mim se isso é verdade ou mentira.

      • Carlos Alvim permalink
        22/04/2017 19:57

        Com todo respeito senhor Boff, mas os pobres que pretensamente foram retirados da miséria, para ela estão voltando, porque as medidas utilizadas não se sustentavam. Eram artificiais, bancadas pela roubalheira. E o pior, a miséria está voltando, e o país foi deixado em condições péssimas para reagir a ela.

      • Antonio Guimarães permalink
        22/04/2017 21:25

        Tem toda razão, sua coerência é incontestável. Todos esse fatos torpes praticados pelo poder, ainda sim a de se reconhecer os avanços do país em muitas questões, notadamente as sociais. Mas também praticaram os mesmo maus feitos do governo anterior (PSDB) , e acabaram sucumbindo na armadilha que prepararam, também nesse fato há aspectos positivos, o triste é ver o país retroceder levando milhões de vidas para fome e a tragédia do desemprego.

      • marcus eduardo permalink
        22/04/2017 21:52

        Quem tirou os pobres da miséria foram os próprios pobres, trabalhando, suando, poupando. Os que não o fizeram já estão de volta à pobreza. A década de 2000 e 2010 foi quando toda a demografia do país propiciava a um crescimento gigantesco, com o setor mais espesso da pirâmide etária adentrando o mercado de trabalho, e foi tudo jogado fora por um governo irresponsável e bandido.

      • Denis permalink
        22/04/2017 22:01

        Tirou da miséria? Esta falando do ‘Bolsa Família?’ Bom, isso é apenas artificial, retire ‘de todos’ e verá o que acontece…”A MAIORIA VOLTARÁ AO ESTÁGIO INICIAL”. Conta outra meu senhor!

      • 23/04/2017 22:59

        Denis, vc não tem misericórdia. Alegra-se em ver os pobres continuandona pobreza e na periferia. Não sei que tipo de sentimentos vc nutre em seu coração, seguramente não são de humanidade.

      • Jorge M Caliman permalink
        23/04/2017 0:34

        Seu texto e o artigo do gringo, em cada linha procura qualificar os outros ladroes e tenta mesmo, jogar no mesmo balde o maluco do Bolsanaro!!! Que tristeza!!! E o papo furado de nada contra a amizade de muLLao com o bilionário de estimação (aliás, o corruptor-irmão ne)???!!! esse safardana e os sócios bolivarianos pegaram um dos melhores períodos de bonança da economia de Bananistao, encheram a burra e os cofres do andar de cima e de si próprios com dinheiro roubado – junto com a safardana da anta roskoffi – e deram umas migalhas pros pobrinhos como “nunca antes”!!! Ter que ler isso como se fossem glórias, só resta fizer… amém!!!

      • 23/04/2017 9:43

        É, Boff, mas também ninguém mais piorou tanto a condição dos pobres – e talvez deu tantos ao ricos – quanto Lula-Dilma. Sem contar a associação dos ideias de justiça social, tão caros à esquerda e ao liberalismo, à corrupção, desemprego e mentira! Qual é o saldo disso tudo, Boff? Pior: até onde esse saldo irá? Tenho certeza que para além do congresso mais conservador da nova república.

      • DAniel permalink
        23/04/2017 11:57

        A que preço?

      • Alba permalink
        23/04/2017 12:28

        De fato tirou muitos da linha da pobreza, mas jogou mais de 13 milhões na rua, a amargar o desemprego, w consequentemente sentir o sabor amargo da falta de comida na mesa, falta de recursos para pagar as contas, como honestamente o fizeram por todas as suas vidas. E como foram parar nessa situação deprimente? Simplesmente porque acreditaram no PT e seus aliados, e estes destruíram o país com uma metástase imoral como jamais poderíamos supor.

      • Alba permalink
        23/04/2017 12:30

        O pior é terem se espalhado tanto com esse câncer devastador (que é a corrupção) que nos negou a esperança de ter em quem votar e termos a esperança de sairmos desse mar de lama.

      • Eugênio permalink
        23/04/2017 12:34

        Desculpe, concordo com o senhor em parte e sou seu fã, mas Lula não tirou ninguém da pobreza, se o tivesse feito não teriam voltado para lá em tão pouco tempo.

      • Fernando Mota permalink
        23/04/2017 12:40

        Sr. Boff, com todo respeito, sua autocritica, embora positiva, eh ainda prejudicial ao Brasil por propagar falsas conclusoes. Nao foi Lula e Dilma que tiraram mais gente da miseria, foi a surfacao na maior bonanca da economia internacional da historia. Bastou a China a partir de 2012 desacelerar e deixar de comprar nossas commodities, para o Brasil primeiro mundo de inclusao social da propaganda do PT desabar igual ao um castelo de areia. Na America Latina inteira a renda foi distribuida no mesmo periodo (e parou de ser no mesmo momento), quer dizer que isso foi so coincidencia, quer dizer que foram Lula e Dilma os responsaveis pelo que aconteceu em todos os outros paises da região (de direita e esquerda) ? Agora, nem a manipulacao estatistica de criar mobilidade social e classes com uma canetada, como foi feito quando o PT levantou um dia e simplesmente DECIDIU que quem ganhava entre 300 e 1.000 Reais era classe media, nao importando que esse poder aquisitivo so proporcionasse o cidadao viver em favelas (mudando o criterio universal de afericao de classe media, que eh o de salarios dignos e acesso a servicos publicos de qualidade), eh suficiente para esconder o verdadeiro legado petista que nao eh so de corrupcao, mas tambem a terra arrasada de 12 milhoes de desempregados e divida publica de 2.4 trilhoes, que geracoes de Brasileiros irao pagar.

      • 23/04/2017 22:40

        Fernando, vc esquece um dado fundamental que a partir de 2007-2008 o sistema eonomico-financeiro mundial quebrou e produziu pobreza no mundo inteiro. Estive recentemente na Alemanha e antes mais vezes na Itália. Cada paróquia organiza uma cozinha que fornece uma vez ao dia comida para milhares de desepregados, muitos de classe média mas desempregados e não podendo pagar aluguel. Vc queria que o Brasil ficasse imune desse cataclisma? Se lá no centro do sistema mundial está ocorrendo esse fenômeno, como não poderia repercutir no Brasil? Stiglitz,premio Nobel de economia escreveu recentemente que 6 sobre 10 norte-americanos já passam necessidade, pois o sistema americano não atende mais a todos como atendia antes com ajuda estatal, já cortada por Obama e muito mais por Trump. Não se pode entender o Brasil apenas a partir do Brasil sem olhar as condições geopolíticas e o rumo fracassado do capitalismo mundial que não consegue mais se reproduzir porque Terra com bens e serviços naturais escassos não tolera a voracidade do capital. Ela precisa de um ano e meio para repor o que lhe tiramos durante um ano. Para onde vamos parar? Pense nisso tudo para melhorar seu juizo sobre a política brasileira.

      • Glicerio Weber permalink
        23/04/2017 14:24

        Tirou de maneira falsa, maquiada. Hoje estão todos voltando a faixa de miséria que estavam ou ainda pior, por conta de uma política econômica errada e populista que visava unicamente se manterem no poder.

      • Fátima permalink
        23/04/2017 17:34

        Infelizmente é mentira. Tudo o que deu, tirou com a mão assassina de ladrão e corrupto. Hoje o que vemos é um país de desempregados e sem esperança de futuro

      • Lella permalink
        23/04/2017 18:31

        Isto é mentira, sr. Leonardo Boff! O maior programa social do Brasil chama-se Plano Real, que o PT que você tanto defendia foi contra! E por mais que lhe doa, este plano foi do Fernando Henrique. Dilma e Lula não tiraram ninguém da pobreza eles apenas deram os espelhinhos e badulaques, como os portugueses deram aos índios quando chegaram nessas terras nos idos de 1500. Esses badulaques hoje em dia chamam-se celular, tv na sala e comer carne todo dia. O que adianta ter esses badulaques, se quando alguém da família fica doente morre na fila dos hospitais do governo? Se quando os filhos chegam na idade escolar vão para escolas das quais saem tão ignorantes quanto entraram? Era preferível não ter celular, ver televisão na casa do vizinho, comer carne apenas uma vez por semana e nos outros dias comer ovos, e ter um sistema de saúde decente, e escolas eficientes. Esses ditos milhões que foram tirados da pobreza, estão agora mergulhados na mais triste miséria. Até o celular e a tv na sala tiveram que vender. E continuam morrendo nas filas dos hospitais e os filhos tendo que entrar no tráfico de drogas por não ter aprendido nada nas escolas do governo. A sua hipocrisia me faz mal.

      • 23/04/2017 21:49

        Leila, vai corrigir a ONU e a FAO que declararam que os projetos sociais de Lula tiraram o Brasil do mapa da fome mundial. Diga que mentiram e se esqueceram de consultar vc que tanto sabe.

      • 23/04/2017 19:03

        Tenho contato diário com os pobres que você cita em resposta a Manoel Mendonça! os dois últimos ladrões, ordinários, que estiveram na presidência do País JAMAIS tiraram qualquer que seja da pobreza…apenas se utilizaram desses infelizes através de programas paterno-eleitoreiros que levaram o Brasil à bancarrota. Fizeram-lhes acreditar que seriam parte de uma “nova classe média” que só existiu em decreto. Hoje, o País amarga, além da falência de várias estatais em virtude dos roubos cometidos por esses canalhas, uma situação econômica que há muito não se tinha notícia. Fora os roubos, desviaram bilhões de dólares em favor de republiquetas de ditadores latinos e países africanos onde tinham interesses pessoais, de sindicatos pelegos e organizações absolutamente criminosas como quaisquer desses MST’s da vida. Gente que não trabalha, não produz nada e ainda destrói e rouba o patrimônio alheio. Você, que vive em meio desses renegados, sabe melhor que ninguém que esse discurso hipócrita à esquerda (que, de fato, não existe) só serve para tentar justificar os abusos cometidos por esses delinquentes. Só querem “assentamentos” em terras produtivas e valorizadas. Se O PT ou qualquer desses partidecos de “esquerda” quisessem resolver uma situação relativa à distribuição de renda, terras ou habitação, teriam se empenhado nisso durante os 13 anos em que estiveram escorchando o Brasil. Por favor, não venha com a ladainha do “bolsa-familia” e do “Minha Casa Minha Vida”…disso entendo MUITO bem!

      • 23/04/2017 21:52

        Francisco, faça um pequeno esforço e escreva à ONU e à FAO que declararam que as políticas sociais de Lula-Dilma tiram o Brasil do mapa da fome mundial. Diga a eles que mentiram ou se esqueceram de ouvir vc que conhece tão bem a fome dos pobres.

      • 23/04/2017 19:07

        Verdade. Lula, foi e será o melhor presidente dos pobres e oprimidos.

      • Padre Leonardo permalink
        23/04/2017 19:32

        Meu irmão e chará, não sei se é verdade que o governo Lula/Dilma realmente retirou milhões da pobreza.
        Realmente não sei pois minha preocupação primeira nunca foi com esse tipo de política mas o que me parece é que foram iludidos e escravizados. O referido poder parecem ter seduzido os pobres e feito acreditarem que saíram dá margem da pobreza, invés de tornaram dependentes de um sistema que os faziam acreditar serem livres enquanto na verdade se tornaram dependentes de favores, aliás muitos favores que parecia ser um conforto.

        De qualquer maneira parabenizo pelo belo, esclarecedor e verdadeiro artigo.

      • 23/04/2017 21:38

        Leonardo, acho que vc nunca sentiu a fome e a miséria de gente de sua paróquia. Eu andei e ando quase por todo esse pais,dando assessorias e nunca deixo de visitar as periferias. Vi gente me mostrando a dispensa e dizer: finalmene posso dormir sossegada porque sei o que vou comer, porque recebo a bolsa familia, recebi luz em minha casa e ainda vou receber uma casinha. Isso são verdades que gente que vive na parte organizada da sociedade nunca ve. E a grande maioria, 62%, vivem na pobreza e até abaixo do nivel da pobreza. Lula fez muito a estes, pois ele mesmo era um sobrevivente da fome, além de ter perdido dois irmãos literalmente por fome.

      • 23/04/2017 20:44

        Tirou gente da miséria??? Ora ora ora… Sr. Boff. Tirar gente da miséria é ensinar a pescar e não ficar dando o peixe para ganhar voto nas eleições, entra ano e sai ano, embora eu admita que se deve ajudar os miseráveis por um tempo, mas não do jeito que foi feito. E desde quando, em sã consciência, alguem acredita que esse tipo de política praticada com as “zelites” daria sustentabilidade para manter a miséria longe do povo?

      • 23/04/2017 21:22

        Jairo, vc não conhece a história brasileira, da fome de milhões durante todos os governos de gente vinda da Casa Grande. Acho que vc pertence as esta estirpe se não teria misericórdia com os miseráveis de nosso pais, que os governos Lula-Dilma ajudaram a aliviar. Por causa das politicas sociais deles muitas crianças deixaram de morrer e velhos puderam viver mais. Não ver isso é mentir à realidade.

      • 23/04/2017 21:54

        Caro Leonardo, tenho que discordar de vc qdo diz que Lula e Dilma tiraram milhões da miséria. Se vc tem uma doença e toma um remédio e os sintomas vão embora, isso não quer dizer que vc foi curado. Apenas q não sofre mais dos sintomas dessa doença… Se vc suspende o remédio a doença retoma os sintomas. E é exatamente o caso destes milhões de brasileiros que viveram a ilusão de ter “saído da miséria” e hj sofrem as consequências desta política inconsequente destes governos do PT. Se vc tira o bolsa família eles voltarão à vida de miséria que tinham antes. O que precisamos são políticas sociais que realmente curem essa doença da miséria…

      • 23/04/2017 23:16

        Heitor, não vá me dizer que a ONU e a FAO mentiram quando anunciaram ao mundo que as políticas sociais do governo petista tiraram o Brasil do mapa da fome.

      • 23/04/2017 22:05

        O próprio PT foi às periferias e perguntou. A resposta é bem diferente do que o partido esperava. E do que seus defensores, que se acobertam com o manto de justiceiros sociais, propagam. Não adianta agora mudar o discurso de que Lula os traiu 3 anos depois de que todos já sabiam. Tirar gente da pobreza não é só distribuir um mínimo para que eles deixem de ser miseráveis, muito menos maquiar índices para que as coisas pareçam mais agradáveis ao olhos. É dar condições estruturais de que aqueles que geram emprego possam crescer e levar consigo os seus empregados. A classe política é podre e todos nós sabemos, mas quando esses que insistem em ter bandidos de estimação vão abraçar o país?

      • Fernando Gil permalink
        24/04/2017 6:05

        Tirou e colocou de volta, no mesmo lugar.

  4. 21/04/2017 8:31

    Muito esclarecedor

  5. Regis Toledo permalink
    21/04/2017 8:41

    Perfeita análise e crítica

  6. Maria Inez Padula permalink
    21/04/2017 9:43

    Grata Leonardo

    Enviado do meu iPhone

    >

  7. Antônio Carlos Alves Pereira permalink
    21/04/2017 9:45

    Prezado Leonardo Boff; apenas registro uma divergência vigorosissima com a Sra. Gimenez no que tange o Poder Judiciário, que a jornalista, muito estranhamente, por sinal, parece querer poupar. O STF , todos os tribunais ditos “superiores, o Poder Judiciário (e o Ministério Público também) em TODAS as suas instâncias, são todos partícipes desse grande bacanal, a começar pelo ministro Barroso, prático em autoelogios que exprimem somente hipocrisia e soberba. Deixar essa gente togada trabalhar??? Ora, isso é abuso de ingenuidade, e espero que seja apenas isso e não caradurismo… Honestamente eu sou um desesperançado, prezado Leonardo Boff. Registro aqui que também não sou flor que se cheire e que a mim deve também ser exigida vigorosa penitência. Se não roubei tanto quanto essa gente, foi por não fazer parte da turma e por não ter tido a necessária “competência”, do contrário eu certamente faria parte desse bando. Tenho até dificuldade para pedir que Deus nos perdoe, porque Ele não tem obrigação alguma de nos perdoar, ainda que eu creia que Sua misericórdia seja infinita. Porque nós não merecemos perdão.

    • 23/04/2017 10:30

      concordo…é mais um direcionamento errado. A solução para a crise não é a Lava Jato e muito menos cabe a “os togados” resolverem isso. Aliás, existe muita corrupção neste meio, se lembrarmos que ser corrupto não é condição apenas de políticos. Lembro ainda, que foi Lula e Dilma, nestes tantos poucos anos fim de ditadura, que levou comida ao prato dos famintos. Acertaram em tudo, certamente não. Mas, estamos já numa “ditadura”. A voz do povo não se faz ouvida. Um juiz de Curitiba recebe medalha do Exército. A mídia, inclusive a estrangeira, compra este discurso de “limpeza” ética.

      • José Pedrosa de Souza permalink
        24/04/2017 0:10

        Perfeito!

  8. Pedro da Silva Feitoza permalink
    21/04/2017 10:15

    Caro e Prezado Frei Leonardo Boff,
    Nunca e jamais passou pela minha cabeça sua predileção partidária, e acredito também que não passou pela de muitos que diziam ou faziam crer o contrário.
    É mais fácil tumultuar ou confundir a assumir uma posição autêntica, sem hipocrisia, tendo como baluarte a verdade da economia de mercado. Ele o mercado se encarregará de tudo ao seu modo, ao seu tempo. Será que todos acreditam nessa cantilena. Também acho que não, mas pouco importa crer ou não. O que interessa de fato são os fins, a manutenção do desequilíbrio existente entre as pessoas, entre as Nações, de forma a assegurar que a riqueza continue a ser compartilhada por poucos. Será o defeito “capital” do ser, incapaz de reconciliar com a sua porção simbólica, incapaz de enxergar no outro a sua própria sorte. Não sei, gostaria muito de pensar como o Senhor, talvez resida aí a grandiosidade espiritual.

  9. Pedro da Silva Feitoza permalink
    21/04/2017 10:18

    Corrigindo: Será o defeito “capital”…???

  10. 21/04/2017 10:26

    Artigo irretocável. Falou tudo que precisava ser dito, sem esquecer de ninguém.

    • Adelia Sylvia Penna Ramos permalink
      23/04/2017 16:20

      Ela esqueceu da Justiça e ingenuamente quer que a deixem trabalhar…

  11. FRANCISCO CHAGAS DE ALMEIDA permalink
    21/04/2017 10:42

    Nunca li um comentário tão autêntico. Tão real. Somente um sábio, sem paixão política, escreveria com tanta maestria os demandos criminosos dos políticos na atualidade.
    Fora Dilma? Fora Temer? Fora PT? Fora PSDB? Fora PMDB? Não, brasileiros … FORA TODOS POLÍTICOS E SEUS PARTIDOS! O Brasil, nosso querido país, já não suporta vocês.

  12. Aristóteles Barros da Silva permalink
    21/04/2017 10:43

    No final do texto apela-se para o respeito à Justiça. Mas, como, Senhor, se o Poder Judiciário tem dado mostras de total parcialidade? Como acreditar nesse Poder Judiciário cuja maior preocupação tem sido salvaguardar seus polpudos salários e suas aposentadorias bilionárias? Confiar em Moro? De que jeito se sabidamente tem se dedicado a cumprir vil tarefa de vassalo dos estadunidenses, demonstrando ser useiro e vezeiro da Justiça Seletiva? Está difícil, Senhor! Muito difícil!

  13. Marcos Almeida permalink
    21/04/2017 12:14

    Boff está fazendo um mea culpa ou apenas uma auto análise pelas suas participações em tudo que ele agora crítica?
    “Chame-os do que você é, acuse-os do que você faz”.

    • 22/04/2017 19:22

      Marcos, vc não entendeu o que escrevi agora e há muito tempo antes. Poucos intelectuais fizeram críticas ao PT como eu fiz. Leia nesse blog. Mas sempre defendi e defendo aquele partido que ponha os pobres e excluidos, a grande maioria dos brasileiros, no centro de suas políticas. O PT incluiu pelo menos 36 milhões. Alguém fez isso antes, mesmo com os erros e equívocos que praticou?

      • Ingrid Coutinho Johnsson permalink
        23/04/2017 2:02

        Acho muito louvavel defender os pobres e excluidos, O Sr. diz que o PT incluiu 36 milhoes em sua politica… Quantos poderia ter incluido e defendido com todo esse dinheiro desviado ? Quanto foi desviado e quanto foi gasto com os pobres? Confesso que nao sei, mas acho bem interessante fazer uma comparacao. Alguem se habilita?

      • joaomarinhosp permalink
        23/04/2017 9:53

        Digo apenas que não foi erro ou equívoco. Erra quem tenciona fazer uma coisa e faz outra, que falha, que malogra. O PT e os demais partidos não “erraram”: fizeram tudo certinho, dentro do planejado, para enriquecerem com dinheiro ilícito. Se há alguém que errou nesse imbróglio foi o Paulo Roberto Costa, desfilando com sua Land Rover Evoque.

      • Zé Ninguem permalink
        23/04/2017 10:58

        Como pobre tem mais voz hoje do que 15 atras? Pode ter smartphone e maquina de lavar mas continua sem voz…

      • Alba permalink
        23/04/2017 12:35

        E quantos devolveu para abaixo da linha de pobreza. Alguém pode me responder? Para mim, a política do que rouba mas faz não tem vez. São pagos e muito bem pagos para fazer e bem, pela coletividade, e não para os quadrilheiros amigos, e distribuir migalhes e ainda serem ovacionados e endeusados co o se tivessem feito tudo o que podiam e de forma honesta.

      • Rafael Silva permalink
        23/04/2017 16:31

        Oh Boff, eu te daria razão se, e somente se, o teu partid, tivesse aproveitado o bom momento da economia dos países em desenvolvimento, inclui-se aí o Brasil, para gerar empregos. Todo esse povo que vc diz ter tirado da miséria, continua na miséria. Acreditar que Bolsa Família, que aliás já existia com outros nomes, tirou alguém da miséria, não dá. Bom, caso não esteja se referindo ao Bolsa Família, então onde encontrou esses 36 milhões?

      • 23/04/2017 21:58

        Rafael, consulte o IPEA ou vá simplesmente ao Google. Não seja preguiçoso e vítima de seus próprios preconceitos.

      • Evaristo permalink
        23/04/2017 17:54

        O Brasil vinha crescendo numa economia globalizada…se o PT e seus defensores não tivesses chegado ao poder a conclusão seria no mínimo o dobro.

      • diana permalink
        23/04/2017 18:00

        Mas fez questão de mandar de volta e sem direito a emprego.

      • José Pedrosa de Souza permalink
        24/04/2017 0:25

        Prezado Leonardo Boff, não perca seu tempo com essa gente estúpida, ignorante, egoísta e preconceituosa, nada que lhes diga será suficiente para chegar as suas mentes porque são todos de umas mesma linhagem e, no âmago de cada um desses seres, reside as qualidades mencionadas acima.
        Pro Sr. que ainda não sabe, a esse tipo tipo gente, dar-se o nome de COXINHA.

  14. 21/04/2017 12:44

    Republicou isso em Espaço de ELISEU.

  15. 21/04/2017 15:51

    Leonardo Boff, que passou os últimos anos legitimando e defendendo Lula&Cia vem falar de ELITE CRIMINOSA como se esta que esteve no poder político não fossem formada pelos líderes da quadrilha instalada no Brasil pelo PT. Mais uma vez Leonardo coloca nos outros o que de fato foi protagonizado por seus amigos e correligionários, a ELITE CRIMINOSA do PT e seus amigos associados em quadrilhas da mais alta periculosidade instalada no Brasil. Ele, o Boff, deveria ser desde o começo do governo do PT um guardião dos bons princípios e das boas práticas políticas e não um missionário omisso e conivente com tudo o que vem ocorrendo ao longo destes 15 anos. Ele fraquejou ao abraçar a ideologia em detrimento da ética e dos bons princípios, fez-se instrumento de validação e comunhão de grupos e pessoas que eram de fato a ELITE CRIMINOSA instalada nos partidos políticos e no Palácio do Planalto sob a capa ou mascará de socialistas ou comunistas. Só para lembrar que ele fez coro com a sua turma do PT em ataques violentos contra Marina Silva no momento em que ela despontou como uma possível vitória nas eleições contra a Dilma. Este fato eu considero lastimável e imperdoável do Leonardo, justamente a Marina que era, e é, uma esperança para um Brasil menos corrupto e mais justo.

    • 22/04/2017 19:19

      Roberto, vc parece que não entendeu o que escrevi. Não defendo partidos mas uma causa que dê centralidade aos pobres e os inclua. Quem na história do Brasil fez mais que Lula? Isso é um fato e não uma ideologia.

      • 22/04/2017 20:26

        Senhor Leonardo e senhor Roberto , me perdoem em intrometer-me em um assunto dos senhores sobre o Lula .O senhor Leonardo pergunta , quem na história do Brasil fez mais que Lula ? Afirma ainda que isso é um fato e não uma ideologia . Talvez o Sr. não saiba , mas vou te passar algumas obras no Brasil feitas pelo Governo Militar : Banco Central , Policia Federal ,Eletrobras ,Embratel , Telebras ,L B A , Funabem ,Embrapa , Ebtu , FGTS , PIS PASEP BNH , CODIGO TRIBUTARIO NACIONAL CODIGO DE MINERAÇÂO ,ZONA FRANCA DE MANAUS , ESTATUTO DA TERRA ,INFRAERO ,EMBRAER ,CONSTRUÇÃO DAS USINAS ANGRA 1 e ANGRA 2 , CONSTRUÇÂO DAS MAIORES HIDROELETRICAS DO MUNDO , TUCURUÍ ,JUPIÁ E ITAIPU , INICIO DOS METRÔS EM VARIAS CIDADES E MAIS UM MONTE DE OBRAS . Me perdoe mas o Lula acabou com o Brasil , ou será que o que esses delatores e não são só da Odebrechet (desculpe-me se escrevi o nome da empresa errado )como por exemplo O Sr Paloci , que foi ministro dos governos Lula e Dilma , será que estão mentindo ? Quem mentiu até agora foi o Lula , Exemplo : várias palestras recebendo Trezentos mil Reais por cada uma . E os filhos ricos ? ACORDEM !!!

      • 23/04/2017 23:03

        Fernando, só que vc se esqueceu de dizer quem foram os beneficiados por todos aquelas iniciativas. Não foram os pobres mas os ricos que ficaram ainda mais ricos. Por favor, não sugira que voltemos à ditadura com suas prisões, torturas e assassinatos.

      • Danilo Lion permalink
        23/04/2017 12:20

        Torrou o caixa do país em assistencialismo, fez muito mas de maneira insustentável. Agora, a fatura chegou como sempre chega de qualquer cartão de crédito.

      • Evaristo permalink
        23/04/2017 17:47

        Essa centralidade dos pobres foi fachada para esconder a roubalheira que estava em curso. Sem a roubalheira o mercado teria incluído no mínimo o dobro…

      • 23/04/2017 21:55

        Evaristo, vc é tão atrasado que ainda acredita no mercado, coisa quem nem os americanos mais acreditam, meuito menos o Papa Francisco. Vc pode dizer isso porque é seguramente parte da Casa Grande que nunca enxergou a senzala.

      • Marina permalink
        23/04/2017 20:25

        E não lhe incomoda o fato de Lula e Dilma terem utilizado o assistencialismo como manobra pelo poder, para continuarem donos do país e do dinheiro público, alucinados pela riqueza e contra todos os ideais daqueles que os ajudaram a chegar lá?! Não incomoda o fato de terem usado os pobres como massa de manobra e assaltarem o país, deixando tantos pais de família sem seus empregos e jogando a economia do Brasil na sarjeta!!!? Desculpe-me mas para mim, os fins não justificam os meios, ainda mais quando o resultado é o que estamos vivendo agora. Um país sem perspectiva!

  16. Carlos Alberto Lopes Miranda permalink
    21/04/2017 20:24

    Boa noite Leonardo Boff, jamais foi filiado a quaisquer partidos políticos no Brasil, mesmo porque entendo que tais agremiações não cumprem o objetivos para os quais foram criados, ao contrário, são verdadeiras quadrilhas que apenas beneficiam seus dirigentes e uns poucos filiados. Sou um brasileiro com 67 anos cumpridor de todas as obrigações por mim assumidas e criei três filhas ensinando-lhes aquilo que aprendi com os meus pais, ou seja, honestidade, coerência, a verdade, ética e tantos outros valores que estão faltando no Brasil atualmente, principalmente nos políticos e, entre os quais, muitos daqueles que você defende. O Brasil somente mudará a partir do momento em que determinados pseudos-intelectuais jogarem na lata do lixo da história, expressões como “elite”, “camaradas”, “socialismo”, comunismo”, etc., mesmo porque a esquerda brasileira possui um discurso social, mas consome caviar, bebidas importadas e recebem (por baixo dos panos) milhões e milhões da por ela denominada elite empresaria. Vamos deixar de sermos hipócritas.

    • 22/04/2017 19:17

      Carlos Alberto, a solução não vem e nunca virá mudando as palavras. Temos que mudar de práticas e ter um projeto de Brasil que inclua a todos e defenda direitos e não um projeto para poucos que preserva privilégios.Como mudar essa realidade é o nosso grande desafio.

      • Danilo Lion permalink
        23/04/2017 12:19

        Está na hora de uma política que garanta mais deveres recompensados do que ‘direitos’. Isso sim.

        Todos querem direitos, ninguém quer empenhar-se para conquistar algo.

    • Inácio Sena permalink
      23/04/2017 20:12

      Nós vamos mudar socialismo e comunismo para qual palavras? Que eu saiba, me corrija se estiver errado, o sistema político do Brasil sempre foi capitalista, antes autoritário, agora ligeiramente democrático, mas sempre capitalista. Agora que está provado que o sistema tá podre, você vem dizer que temos que mudar do socialismo e do comunismo. Mudar pra onde? De que país você está falando? Se o sistema atual, CAPITALISTA COM TODAS AS LETRAS, comprovadamente falhou na salvaguarda dos mais pobres e perpetuou a roubalheira completa, devemos mudar pra onde?

  17. 21/04/2017 21:41

    Republicou isso em Paulosisinno's Bloge comentado:
    De Leonardo Boff: “Precisava vir alguém de fora, de uma jornalista Carla Jiménez do jornal espanhol El Pais (17/04/2017) para nos dizer as verdades que precisamos ouvir. Seguramente a grande maioria concorda com o conteúdo e os termos desta catilinária contra corruptos e corruptores que tem caracterizado nos últimos tempos o Brasil. Formou-se entre nós, praticamente, uma sociedade de ladrões e de bandidos que assaltaram o país, deixando milhões de vítimas, gente humilde de povo, sem saúde, sem escola, sem casa, sem trabalho e sem espaços de encontro e lazer. E o pior, sem esperança de que esse rumo possa facilmente ser mudado. Mas tem que mudar e vai mudar. É crime demasiado. Nenhuma sociedade minimamente humana e honesta pode sobreviver com semelhante câncer que vai corroendo as forças vitais de uma nação.” (continua; clique no linque para ler tudo)

  18. deroaldo permalink
    22/04/2017 8:03

    Enfim, alguma postura sensata de Leonardo Boff quando vai além da obviamente sempre elogiável defesa dos mais necessitados.

  19. Francisco Araujo permalink
    22/04/2017 13:37

    Como assim “precisava vir alguém de fora” ?
    A imprensa nacional, há muito tempo, vem denunciando e relatando toda essa corrupção, mas a militância finge não ver e não saber de nada.
    Mas nunca é tarde!
    Ainda bem que alguns antolhos começam a ser retirados.

    • Ze Antonio permalink
      23/04/2017 10:32

      Leonardo adimita que não são erros e equívocos do pt mas bandidagem assaltantes do dinheiro publico quantas pessos morreram por suas atitudes vc sempre os defendeu mesmo sabendo quem eram eles quantos gemidos nos corredores dos hospitais públicos quantas mortes vc sabia de tudo é muito mais qual a diferença dos bandidos dos morros que dam cesta básica e pagam seus exames pergunte lá o que eles acham tirom sim alguém da miséria quantos morrem pra isso … Kd os números quantos milhões? Me dê números vi vc defendendo com viemencia todos eles agora vem ainda dizer que bandido ajudou alguém a Odebrecht recebeu mais deles que os milhões de pessoas do bolsa família ou estou mentindo quanta hipocrisia acorda seu Leonardo eles não gostam de probre e vc sabe muito bem disso

    • Raquel permalink
      23/04/2017 21:12

      Verdade, muita verdade já tinha sido falado por aqui. Mas o bom é que vamos abrindo os olhos e baixando as armas.

      Mas 2018 me preocupa muito pelos nomes que temos!!!

  20. Marízia Costa Carmo Lippi permalink
    22/04/2017 15:14

    “SEDE SANTOS PORQUE EU, O SENHOR, SOU SANTO”.(LEVÍTICO 20,26).

  21. Pedro Paulo Sampaio de Lacerda permalink
    22/04/2017 17:18

    Quem é mais perverso na ação criminosa, o corrpto ou o corruptor?
    O político(corrupto) ou o empresário (corruptor)?
    Quem precisa mais de quem? O corrupto ou o corruptor? O político precisa mais do corruptor, ou este daquele?
    A sede de poder pelo poder, talvez explique que o corrupto necessite do corruptor, assim sendo a resposta para a questão inicial é que o corrupto é mais perverso na ação criminosa. Por analogia, é mais fácil se sair de uma cantada de uma prostituta do que ela recusar ao convite a um programa remunerado. Nessa linha de pensamento, aos nossos políticos pesam sobre eles, inclusive aos que estão fora do poder, o caos porque passa a Nação Basileira. Infelizmente.

  22. 22/04/2017 17:53

    A jornalista Carla Jimenez é brasileira. O jornal é espanhol mas ela é diretora executiva da sucursal no Brasil.

    FINALMENTE Leonardo Boff voltou a ter algum bom senso !!!!!!!!
    Ainda me lembro daquela entrevista, às vésperas das eleicoes de 2014, quando ele fez coro às mentiras contra Marina Silva.
    Fiquei tão passada que tomei um banho quente e longo chorando muito pelo Brasil.
    Ia jogar todos os livros dele fora mas juntei toda a compaixao que tinha e deixei os livros na estante.
    Que pena que ele precisou eleger e reeleger Dilma Rousseff para ver o obvio. Abaixo, ele acusa Lula de ter dividido a esquerda mas esquece que participou ATIVAMENTE dessa divisao ao ser irresponsavel com a palavra na posição de formador de opiniao.
    Agora, só falta pedir perdão publicamente à Marina Silva.

    • 22/04/2017 19:11

      Patrícia, nunca menti sobre Marina Silva que junto com meu irmão frei Clodovis a ajudamos sair do convento em Rio Branco do Acre e se dedicar às CEBs da prelazia. Quantas palestras demos juntos e em quantos eventos aqui e fora do Brasil fomos parceiros. Conheço-a há pelo menos 30 anos. Mas quando se trata da causa dos pobres, não tenho dúvida de assumir de que lado estou. Para mim continua ainda incompreensível que Marina tenha apoiado Aécio com todo o seu projeto neo-liberal, depois de eu falar ao telefone com ela pelo menos por uma hora, para que ficasse neutra e não entrasse num caminho que não correspondia com toda a sua trajetória. Isso não é mentir,mas sim cobrar coerência.

      • Valmir Macedo permalink
        23/04/2017 12:46

        Parabéns Boff, pela coerencia e sensatez a respeito de seu posicionamento politico em defesa de uma causa. Tenho em minha vida pessoal seguido essa mesma postura que vejo em você. Defender a politica que mais incluiu excluidos não significa defender o politico de seus possiveis erros cometidos. Sou filiado ao PT e sei que a grande massa que compoe o partido não é denfensor de práticas desonestas que quaisquer de nossos companheiros tenha cometido. Temos uma causa a defender e essa causa sempre foi de combater desigualdades e injustiças. Defender direitos do cidadão. Não concordamos e não aceitamos essa generalização de criminalização do partido como a mídia manipuladora do nosso pais tenta pregar na sociedade, também não aceitamos essa justiça contaminada e parcial que vem se revelando nessas investigação. Que Deu tenha misericórdia de nós, porque da forma tendenciosa e parcial que esse juiz da lavajato vem conduzindo estamos sendo instigados a levantar uma guerra civil. Identificar, provar e punir quem tem culpa é obrigação do judiciário. Escolher quem punir, brindando outros culpados para dar continuidade ao jogo da dominação monopolista do sistema financeiro, é chamar para a guerra.

      • Marta Maria Sica da Rocha permalink
        23/04/2017 19:40

        Caro Leonardo, sou tua admiradora desde os tempos que, juntos, enfrentamos à Ditadura civil/militar. Só que, pela primeira vez, fiquei intrigada, para não dizer, confusa, não texto, mas com sua intransigência em defender o Lula. Fui Petista, durante longos trinta anos. Não retiraria nenhuma palavra do texto da jornalista do “El País “. Se foi para discordar dela, para que serve seu texto anterior? Sei que nos Governos do Lula existiram muitos avanços, mas há que preço. Sigo confusa. Deus esteja entre nós.

      • Gilmar Meneghetti permalink
        23/04/2017 20:08

        A grande verdade é que o brasileiro passou por lavagem cerebral parte por paixão doentia partidária, fanatismo, parte por paixão doentia religiosa… Falta coerência, temos uma situação gravíssima de violência, e os exemplos que vem de cima, infelizmente, faz parecer que são os chefões do tráfico, chefões dá roubalheira generalizada, chefões do judiciário, sem uma luz de esperança, nós brasileiros sérios, trabalhadores, pagadores de impostos, não sabemos como se proteger e em quem acreditar.

      • Margareth permalink
        23/04/2017 22:05

        Marina não pode apoiar Aécio.
        Mas Lula e Dilma podem se unir a Temer, Renan, Cunha, Maluf, Collor…

        Acho que ser cristão é muito mais que se envolver politicamente em prol de uma causa, pra mim ser cristão é ter olhos pra enxergar e ouvidos pra ouvir, trabalhar o bem incondicionalmente, indiferente de camada social, de raça, de credo.

        Mateus (23:27)
        “Ai de vós, escribas e fariseus, hipócritas! pois que sois semelhantes aos sepulcros caiados, que por fora realmente parecem formosos, mas interiormente estão cheios de ossos de mortos e de toda a imundícia.” Jesus.

  23. Marcos Antõnio permalink
    22/04/2017 20:09

    Conferência Nacional dos Bispos do Brasil – CNBB, da Ordem dos Advogados do Brasil – OAB, o Conselho Federal de Economia – Cofecon, e que teve o respaldo do Papa Francisco, com uma Carta enviada ao Presidente Temer, fazem uma denúncia e alerta o povo brasileiro, de que as “reformas” subtraem os direitos sociais do povo para favorecer os “grupos econômicos, as especulação exploração do mercado financeiro. O que na certa aumentará a crise e o caos social, afetando a estabilidade democrática do Brasil, minimizando os direitos dos trabalhadores urbanos, funcionários públicos, os pequenos agricultores, que não têm condições de descontar para a Previdência, os deficientes, os indígenas e outras minorias. Sem condição de trabalharem até aos 65, 70 anos… na certa não conseguirão se aposentar. Bem como a reforma trabalhista que que deixam os trabalhadores a margem dos seus direitos. Será uma barbárie um retrocesso, em que os pequenos agricultores, os pobres morreram a míngua” sem assistência, num País com tantas riquezas naturais.
    Uma alerta para que se envie esta denuncia aos deputados e senadores que se dizem democráticos, que se elegeram com promessas de defender os interesses do povo brasileiro. Que estas denuncias cheguem aos deputados e senadores de seus Estados. E para o Congresso Nacional e Senado. Que os brasileiros não se deixem levar pela “defesa falaciosa” do Presidente, em querer “justificar” essa reforma que vem descaracterizar com um desmanche, a nossa Constituição Cidadã e os direitos sociais conquistados com a redemocratização do Brasil.

  24. 22/04/2017 20:42

    Achei injusto com Lula o artigo.

  25. NILZA PRATA BELLINI permalink
    22/04/2017 20:47

    Afinal, o senhor endossa ou não que ‘Lula, por outro lado, mais do que os crimes a que responde, feriu de golpe a esquerda no Brasil. Ajudou a segregá-la, a estigmatizar suas bandeiras sociais e contribuiu diretamente para o crescimento do que há de pior na direita brasileira. Se embebedou com o poder. Arvorou-se da defesa dos pobres como álibi para deixar tudo correr solto e deixou-se cegar. Martelou o discurso de ricos contra pobres, mas tinha seu bilionário de estimação. Nada contra essa amizade. Mas com que moral vai falar com seus eleitores?’

  26. Zé Povinho. permalink
    22/04/2017 21:51

    Mas o senhor não apoiou a ascensão do PT e a elite mesquinha? Veja o tamanho da Odebrecht antes e depois do PT. O senhor é responsável direto pela ascensão dessa elite mesquinha. Seja cristão e faça um juízo de autocrítica.

    • 23/04/2017 23:19

      Zé, não se coloque no lugar de Deus para culpar a mim e a outros pela eleição de Lula e Dilma. Eles foram eleitos pelo voto e não por uma ditadura, como provavelmente vc apoiaria.

  27. Antonio Nicolau permalink
    22/04/2017 22:25

    Na verdade,todos esses desvios e roubos detectados pela Lava Jato,é apenas uma pequena ponta do Iceberg.
    Atualmente o grande sangradouro dos recursos públicos são os mais de 5.500 municípios desse nosso Brasil.
    Se houvesse uma fiscalização rigorosa nestas mais de 5500 Prefeituras do Brasil,Com certeza iria detectar uma quantia tão grande de desvios de recursos,que esse montante já detectado pela Lava Jato iria parecer um trôco,uma ninharia que que não atingiria nem sequer 2%, dia desvios e roubos de recursos públicos nos municípios brasileiros.
    Claro que existem raras e honrosas exceções.

  28. Antonio Nicolau permalink
    22/04/2017 23:01

    Na verdade,todos esses; desvios e roubos detectados pela Lava Jato,é apenas uma pequena ponta do Iceberg da roubalheira.
    Atualmente o grande; sangradouro dos recursos públicos são os mais de 5.500 municípios desse nosso Brasil.
    Se houvesse uma fiscalização rigorosa nestas mais de 5500 Prefeituras do Brasil,com certeza iria detectar uma quantia tão grande de desvios de recursos,que esse montante já detectado pela Lava Jato iria parecer um trôco,uma ninharia que que não atinge nem sequer 2%, dia desvios e roubos de recursos públicos nos municípios brasileiros, que ultrapassam e muito a casa dosTrilhões.
    Claro que existem raras e honrosas exceções.

  29. 22/04/2017 23:18

    Cidadão Leonardo Boff, ainda insistir que o governo da estrela vermelha fez alguma coisa e que foi aindamo que “mais” fez é ainda mostrar seu alinhamento com tantos iinescrupulosos que se ocultaram sob a bandeira dos desvalidos para sim rouba-los ainda mais e com menos remorso que hienas sobre carniça fresca. Ora, despreparo intelectual não demonstra ter, o que lhe seria justificativa bastante mas aqueles que tiverem o minimo de cuidado em pesquisar aqui mesmo nesse site vao poder ler uma, apenas uma, das muitas defesas suas a pessoas Lula & CIA, partido e politicas. No dia 16/09/2016, voce, cidadão Boff, publicava -O persistente bullyng sobre o PT, Lula e Dilma Rousseff-. Ora, tenha vergonha Boff, voce tambem, e se retire da vida publica fazendo um enorme favor a sociedade cumprindo o voto de silencio que a instituiçao que lhe possibilitou boa parte da sua notabilidade lhe recomendou…….Leve sua retórica suspeita e venenosa para a companhia toxica da sua pessoa.

    • 23/04/2017 22:54

      Dario,há dois infinitos,um do universo do qual Einstein duvidava, e outro infinito o dos imbecis dos quais Einstein tinha total certeza. Infelizmente vc cabe bem nesse segundo infinitoo dos imbecis.

  30. Elizeu permalink
    23/04/2017 0:50

    não podemos resumir tudo ao tema corrupção, o que vai fazer diferença na vida dos pobres é para que lado o governo vai direcionar os recursos, isto é política, disputa de interesses, luta de classes. Honestidade é supostamente exigível de todos igualmente, mas não é o suficiente para avanços sociais e econômicos. Decisões políticas são objeto de pressões, justas, injustas, legais e ilegais, enquanto a esquerda patinar na autocrítica, exigindo de suas lideranças se comportarem como virgens num bordel, deixando a elite dominante, que nunca fez nem nunca fará auto crítica, manipular a opinião pública para esconder sua rapinagem, sob a cortina de fumaça do combate à corrupção, vamos repetir a mesma história perpetuamente, pobres votando em seus algozes e ainda sendo convencidos que foi melhor assim.

  31. Luiz Gonçalves permalink
    23/04/2017 4:44

    Não sei se sou meio burro ou inocente. Só agora fui perceber, depois de tanto tempo, o real significado da frase “Nunca antes na história deste país um partido tirou tantos milhões da pobreza”. Eu achava que milhões se referia às pessoas…
    Meu caro Leonardo, deve ser muito triste, e para muitos impossível, ter que admitir que aquele em quem depositamos todas as nossas esperanças era quem de fato é (as provas estão aí, só não vê quem não tem a coragem de admitir que foi cego por tanto tempo). E não ajuda tentar desqualificar a todos os outros, na vã ilusão de minorar nosso erro. Destruir a Política não ajuda. Nosso ‘amigo’ seguiu a cartilha de seu senhor Emílio, unificou e ampliou as bolsas existentes (Bolsa-Família consumia 0.5% do PIB em seu auge), e enquanto durou a bonança do crescimento chinês criou bolsas-empresários e bolsas-politiqueiros de vários pontos percentuais do PIB, fora o desperdício de outros tantos pontos PIB potenciais, não efetivados pela corrupção institucionalizada, que leva à não concorrência, à não eficiência, à não geração de inovação e riqueza, que são fatores que tornariam sustentáveis um padrão de vida decente a todos, e não um mero bolsa-voto, que é o que foi de fato implementado. Tanto não era sustentável que quando a “bolha” furou aqueles “ganhos” todos dos trinta e tantos milhões foram para o ralo. Que seus olhos se abram, pois tenho uma (pequena, é verdade) esperança em seu potencial de contribuir honestamente para o resgate deste nosso povo sofrido, e não de usá-lo como massa de manobra para realizar nossas fantasias ideológicas (sejam elas políticas ou até mesmo religiosas).

  32. ivan rodrigues permalink
    23/04/2017 6:32

    Caro Leonardo Boff: Tenho um profundo respeito pelas posições ideológicas que defende e nenhuma razão para desmerecer esse respeito, mesmo considerando algumas restrições que ainda faço. Adianto que votei três vezes em Lula acreditando que, pela primeira vez, o Brasil tinha um homem do povo na sua direção. E nisso reside a nossa divergência capital: Lula, nem ninguém, tem o direito de roubar a esperança do povo brasileiro que “venceu o medo” !. Lembra ? Até o senhor, com o brilho de sua inteligência e cultura, adota esse discurso infamante do “nós e os outros”, do “ninguém fez mais” como se isso fosse uma justificação do crime praticado e a concessão de um alvará permissivo para a prática de todas as ignomínias. Sem esquecer que não é, sequer, original pois foi adotado por Ademar de Barros, na década de 50. De qualquer forma, mesmo beirando os 90 anos, sou um otimista e confio que sobreviveremos para ajudar a criar essa Grande Nação que os canalhas não conseguirão destruir. Parabéns, Mestre !

  33. Fatima Aragao permalink
    23/04/2017 7:26

    Frei Boff, me desculpe, entendi perfeitamente o que o senhor disse agora, como o que diz há muito tempo. Naõ creio que em virtude “dos pobres” o senhor tenha deixado de examinar toda a conjuntura do PT que vem acontecendo a tempos, desde o Petrolão, o senhor já deveria ter ficado atento e colocado “suas barbas de molho” (desculpe a piada) como eu e muitos brasileiros fizemos, não? e aquela refinaria enferrujada por 1BILHÂO de DOLARES, nem ali o sr. desconfiou de nada? estou desolada com sua falta de perspicacia ou será INGENUIDADE? dúvido…

  34. Antonio P. Oliveira permalink
    23/04/2017 10:09

    Frei Leonardo Boff. O senhor afirma que nunca apoiou o partido, no caso o PT, e sim as políticas sociais. No entanto, nos momentos cruciais, defendeu que se desse credibilidade ao partido. E, eu afirmo, poderia até defender as parcas políticas sociais (compensatórias, nos moldes do Banco Mundial), mas não deveria ter chamado a continuar apoiando aquele governo de colaboração de classes. Poderia ter dito, sim, de fato, essas medidas compensatórias ajudaram muitos a sair de uma situação de extrema pobreza, mas não é o suficiente. Pois, o governo Lula e Dilma davam com uma mão – uma migalha – com a outra, enchia uma imensa caixa para os banqueiros e empresários. O senhor, Frei, que eu sempre tive em alta consideração, deveria ter tido a coragem de dizer claramente: é hora de construir uma alternativa ao que está ai. E isso o senhor não fez. E saiba, suas palavras importam muito para milhares de ativistas. Todas as medidas compensatórias que geraram alguma alteração social estão indo pelo ralo. E isso está ocorrendo porque não houve uma única reforma social, minimamente séria. E isso o senhor sempre foi sabedor. Frei, a palavra não pode tremer quando se tem que dizer a verdade. Mas, nunca é tarde, a sua autocrítica, se for séria, tem que ser coerente, o senhor precisa dizer com clareza que não dá mais fica nessa de “Golpe”, de confundir democracia com os governos petistas. Precisa dizer claramente que é preciso reconstruir as utopias longe do PT. Saudações!!

  35. 23/04/2017 11:45

    Leonardo, sempre acompanhei o que escreve, reconheço o que de humano em sua proposta, compartilho a ideia, mas a história recente do país acentuou a prática antiga de uma política com base na corrupção, adestrada e desenvolvida nos velhos MDB e Arena, no meio um sindicalismo com discurso de oposição, mas práticas engenhosas de manipulação do trabalhador no interesse do próprio sindicato e, muitas vezes, do próprio empresariado. É só pensar no casamento da VW com o sindicalismo no ABC, com formas sutis de enfrentar o próprio regime de exceção, no interesse dos dois, sempre manipulando o trabalhador. Não há coerência em política quando os interesses são pessoais e perversos, nunca coletivos. Vivemos uma prática selvagem de concentração de renda baseada na corrupção, não importa se o discurso em nome do Capital ou dos pobres. Para estes sobrará o resto, a esmola, aquilo que não serve às vaidades pessoais e políticas de quem no poder. Esses crimes a que assistimos deveriam ser classificados como hediondos, a prática aumenta mortalidade maternoinfantil, leva para o túmulo pessoas com doenças tratáveis e controláveis, desvia investimento para a saúde preventiva e mantém o povo distante do conhecimento. Sabemos que políticos sempre souberam usar o discurso humanístico quando de seu interesse, foi assim que direita e esquerda, ao longo da história, levaram pensadores e poetas da causa humana para seu lado mas, tão logo, terminado o interesse, para o túmulo.

  36. Sofia permalink
    23/04/2017 11:49

    Não teve uma área da sociedade que não tenham roubado.
    Os programas sociais foram usados para desvio de dinheiro, bolsa família, fies, crédito consignado, obras, merenda, enfim não sobrou nada que não meteram a mão. Não temos governo há 30 anos e nem democracia. As eleições foram compradas pela Odebrecht.
    É inacreditável e anti patriótico, frio e calculista, contra uma população que ganha em média 1.500 reais mês. Gente na seca, na fome, na miséria. A corrupção é considerada crime contra a humanidade, justamente por levar à miséria um país inteiro e a criminalidade acompanha essa tragédia na mesma proporção.
    Nenhum político veio a público dizer nada, nem uma mera satisfação ao povo brasileiro, e agora querem aprovar abuso de autoridade pois a lei alcançou os políticos? Sinto que vem coisa pior pela frente…tempo de acordar professor!!! Tempo de acordar… Intelectuais (?) do Brasil…..os que mais deveriam ter senso crítico e de observação apurados, compactuaram com o caos que mal começou… talvez não seja tarde para mudar de ideia. Mas agora? Em meio à tragédia? Hora de fazer trabalho voluntário professor….socorrer os que precisam desesperadamente comer…pagar as contas…e os milhares que ainda estão morrendo nas filas da saúde. Hora de acordar! A tragédia ainda está no começo…..

  37. Luiz Müller permalink
    23/04/2017 12:23

    Republicou isso em Luíz Müller Blog.

  38. 23/04/2017 13:09

    A gente nunca consegue ver nossa própria torre de marfim, é da pessoa construir sua narrativa de modo a não ver as rachaduras na sua armadura, ainda que esta seja tenha a perfeição da forma dos santos. É difícil fazer uma critica aos argumentos sem fazer uma critica à pessoa, eu não consigo vê-los em separado, visto que é da própria tessitura dos argumentos e dos conceitos que se erigem as muralhas lógicas, as mesmas que projetam para fora uma imagem, mas cujos pilares inevitavelmente vão se apoiando um no outro até se firmarem na pessoa, e não na torre, e não nos muros, e não nas construções. Eu o respeito moralmente, em função da sua professa defesa dos despossuídos, mas discordo completamente de seus métodos, e custo a crer na sua analise dos acontecimentos, seu diagnostico e direção, bem como sua avaliação de caráter dos envolvidos. Por isso creio que uma grande trave tenha se colocado nos seus olhos, pois é assustador aquilo que você não vê e que insiste que não existe.

    Critica-lo, Boff, assume um aspecto assustador, e indesejável, mas que julgo necessário, porque sem duvida ainda há em você algo real, dentro de uma grande delusão dentro dos fatos concretos. É impossível imaginar que minha pedrinha ultrapasse suas defesas. Não acho correto dizer que todos nós que o criticamos, exigentemente o fazemos por não termos a compreensão daquilo que você disse e defendeu ao longo desses anos todos, talvez valha a pena abrir um pouco os ouvidos e entender as criticas. Muitos de nós pedimos uma coerência bem mais ampla e sistêmica de seu discurso com os fatos, bem como uma demonstração de responsabilidade sua com os efeitos de seus vínculos e investimento político. Da realpolitik que foi praticada por esses anos não se sai limpo com facilidade.

    Seria ingênuo presumir que você, um escritor e um influenciador, não tenha noção precisa do efeito de seu discurso, e do quanto ele estava atrelado ao e do tanto quanto conduzia o modo de operar do Partido. Boff no seu twitter até incitação de se jogar bolinha de gude na pata dos cavalos da policia havia… mesmo que eu me abstenha de fazer um julgamento do teor desse compartilhamento passional, ele revela seu investimento como um agente político. Por isso eu presumo que você sabia e é responsável por um vinculo pessoal e por uma defesa feroz do Partido e de seus expoentes. Acredito mesmo que você foi responsável por alçar o Lula a uma posição exagerada, e principalmente lhe emprestou uma estatura moral e intelectual que o mesmo não possuía, e em cascata para todo o cerne duro do Partido. Sua defesa de um segundo turno para Dilma fala por si só, Aécio não era bom, mas Dilma era muito pior. Eu não acredito que as urnas venezuelanas nos deram o resultado real do pleito, nem acredito que as pedaladas fiscais da Dilma eram da mesma ordem de magnitude, ou fossem da mesma categoria de qualquer ato similar anterior. Elas foram um tiranossauro para uma lagartixa, e só quem acredita que os números não tem significado real pode não entender a diferença de qualidade e a dimensão da devastação. Pior, não acreditei quando te vi sentado ao lado de Renan, de todos os ajudantes do capeta, para trabalhar por alguma forma de articulação politica que salvasse a Dilma. Talvez enfim tenha em parte salvo seus direitos políticos naquela aberração final do julgamento. Enfim, posso não ter todos os fatos mas é visível que trafegavas politicamente entre políticos, defendendo o partido, sua estratégia, suas personalidades.

    Não sei com que tipo de antolhos que uma grande inteligência, cultura e preparo lhe penalizou, mas seus equívocos são visíveis, e sua “impenitência” diante deles é abismal, assim como é a impenitência de todos os que sequestraram um projeto de um pais mais justo, no qual acredito e em que acreditei podia ocorrer por meio daquelas forças. Entretanto, eu aqui de fora fui logo desabusado da noção de que Lula Paz e Amor faria algo novo, pois o que se viu logo à primeiras horas foi que o que era promissor se rendeu ao material, operando “realpolitikamente”. O que era “novo” ao invés de delatar a podridão da política a ela se aliou, com grande sanha e competência, e transformou a promessa em um projeto de manutenção do poder a todo custo, usando a causa da pobreza como escudo. Nunca deixei de me abismar como você nunca se desvinculou, e anda investia moral e intelectualmente naquilo, emprestando àqueles uma grandeza moral e de objetivos que nunca tiveram. O aparelhamento político/ideológico que você nunca denunciou e que se seguiu nesses anos ainda vão nos impedir de chegar a uma sociedade integra e coerente. A guerra como forma de “trabalho” já nos infectou, e me assusta que um ex-religioso, que ainda oferece a persona do bom pastor como imagem projetada, tenha sido tão operacional e ativo em oferecer modelos não religantes em tantas esferas sociais.

    Não acredito no economicismo como modo de governo mas a dilapidação do Brasil é uma conta terrível que teremos que pagar. Teremos enorme dificuldade de encontrar cominhos inovadores e eficazes, autóctones e autênticos, sem impregnação ideológica disfuncional, por que foi implantado um processo político que divide a nação em facções guerreiras, que nos fratura na micro administração de pautas que não nos levam a lugar nenhum outro que a micro administração de pautas, enquanto nos digladiamos. Você sempre cita as Elites, mas como, estando tão próximo das pessoas e eventos, você não viu que o Partido se tornou uma elite, abraçada com a elite, se mantendo como elite? Como você não entendeu que isso é exatamente o que ocorre pelo processo e ideologia que você sempre defendeu, e são problemas antidemocráticos de domínio tanto de centralizações politicas de direita como de esquerda? Como você não entendeu, ou não consegue conceber que Democracia não é um “popularismo”, nem o fraturamento da sociedade em facções de disputa, mas é a inclusão da sociedade inteira num projeto coletivo, criativo e compartilhado?

    A teologia da libertação, como você nos apresentou até agora, nos ofereceu luta, e não libertação para todos, do egoísmo e da ganancia. Ela nos ofereceu dissensão e não união num projeto coletivo que nos libertasse, a todos, da iniquidade, do medo e da pequenez da alma. A vinculação de um ideal espiritual a um processo político ideológico só empresta à falibilidade uma grandeza mítica que ela não tem, e impede o espiritual, corrompido com tantas falcatruas mundanas, de oferecer uma bússola efetiva nessa terra de tolos. A revolução e o paraíso proletário na terra, a reparação da injustiça histórica são impossibilidades dentro da incoerência da guerra como processo. São na realidade uma sedução “diabólica” que nunca pode ser atingida por meios infectados pelo mal do antagonismo.

    Por isso quando você usa a sua estatura moral pra dizer que o problema são as elites, que a culpa e responsabilidade do mal são os outros, não vê o quanto está vinculado a uma elite, a um grupo especifico, que cometeu crimes sem fim.

    Ao ouvir de você o argumento estatisticamente duvidoso da inclusão social de 36 milhões num pais praticamente em falência, onde a possibilidade de crescer e multiplicar, prosperamente, está comprometida, onde nossa política regrediu para um estágio inacreditável ao invés de avançar para o século em que estamos, gente burra como eu que não entendeu o que você está dizendo há tantos anos se pergunta, ser incluído em nada, em uma terra política e economicamente arrasada, como um Rio Doce devastado, equivale a que?

    • 23/04/2017 22:30

      Guga, lamento em dizer que atrás das suas muitas palavras se esconde um pensamento conservador ainda ligado à logica da Casa Grande. Sempre que na história, leia os melhores historiadores da área, os pobres e marginalizados que são as grandes maiorias de nosso pais levantam a cabeça, logo as elites econômicas e financeiras surgem para quebrar-lhes a cabeça. Agora não foi diferente. Seria bom já que pretend saber tanto, escrevesse à FAO e à ONU que mentiram quando publicaram que as políticas sociais dos governos Lula-Dilma fizerm o Brasil sair do mapa da fome mundial. Escreva em ingles que vc sabe para eles entenderem melhor.Vá dizer o que vc disse a mim aos milhões que foram beneficiados, para ver a carreira que vai receber. Nem tudo vale nesse mundo, não vale distorção, o preconceito, o moralismo e espiritualismo na ilusão de que apenas com moralismo e espiritualismo se mata a fome dos milhões de famintos. Não se mata a foma lendo a eles fórmulas de culinária, mas criando condições para que comam verdadeiramente.Aconselho que leia o livro do renomado sociólogo e cientista político Jessé Souza, A tolice da inteligência brasileira, Leya,São Paulo 2015 que lhe ajudará a ter uma ideia mais clara de como foi e continua sendo a política brasileira face ao drama dos pobres,com políticas ricas para os ricos e pobres para os pobres. lboff

  39. Afonso Maria S Cruz permalink
    23/04/2017 13:27

    Depois de ler alguns comentários e as respostas do romântico Leonardo Boff, cheguei a seguinte conclusão: Ele continua achando que o Lula e Dilma foi o melhor governo em favor dos pobres, sem levar em conta, o mau que essa dupla causou ao país. Meu caro Boff não existe almoço de graça e você já deveria saber que é por isso que o socialismo não é sustentável. Acredito na dignidade do trabalho com preocupações sociais, mas sem ideologias comunistas!

    • 23/04/2017 22:09

      Afonso, vc deveria escrever para a ONU e à FAO dizendo que mentiram quando anunciaram que os governos Lula-Dilma tiraram o Brasil do mapa da fome mundial. Escreva a eles já que vc sabe tanto.

  40. 23/04/2017 13:28

    Republicou isso em O LADO ESCURO DA LUA.

  41. 23/04/2017 13:35

    Lágrimas de crocodilo, essas, de Boff. Quem ainda acredita em “mea culpa” dessa gente? Corrupção sempre houve, mas os governos do PT instalaram, usando palavras de Ernest Becker, “o verme no cerne”.

  42. Antônio Amâncio de Oliveira permalink
    23/04/2017 14:18

    No que presenciamos até o momento, resta claro que não podemos deixar algo tão importante como a cassação de um Presidente da República nas mãos de um congresso cuja parte mais visível é a sua podridão. Corrupto, pusilâmine e venal, mas que não abre mão da arrogância, prepotência e pretensão. No modelo atual fica aberta a possibilidade para que os derrotados vá intimidando este congresso fraco e sem caráter conseguindo reverter ou pelo menos vingar a derrota. Assim aconteceu com o golpe capitaneado pela rede Globo, o cartel financeiro, os beneficiados pela privataria e a plebe ignora por eles manipulados. Portanto, a cassação de um Presidente da República só deve se dar após ouvir o povo mediante o plebiscito. Nis inicio do governo FHC qdo Serjão nós empurrava a reeleição,.um deputado propôs um plebiscito, o que era lógico, Serjão esbravejou que o plebiscito cassava os poderes do congresso … ninguém deu gargalhada. Com uma mediocridade não é possível contar pra nada.

  43. Jolindo Rennó Costa permalink
    23/04/2017 14:44

    Elite amoral,esquerdista e petralha da pior espécie!

  44. Adson dos Santos Gomes permalink
    23/04/2017 14:49

    Sr. Leonardo Boff ,o Sr citou que Lula foi o presidente que mais tirou pessoas da pobreza , a que taxa de comissão ??
    um programa social se mede pela quantidades de pessoas que vc retira dele , e não inclui nele, esse é o objetivo dos programas sociais ,
    sob pena dele se tornar um programa ELEITOREIRO

  45. Nildo Marques permalink
    23/04/2017 14:57

    E pensar que um dia já admirei o senhor. E pensar que um dia já influenciei pessoas para que admirassem o senhor. Precisou vir uma jornalista de fora para abrir sua cabeça? É isso mesmo? É possível acreditar em mais esse típico e baixo argumento oportunista?

    • 23/04/2017 22:03

      Nildo, se um brasileiro escreve dizem que está a serviço de algum partido ou ideologia. Então vamos buscar gente de fora que com distância pode fazer um juizo mais isento. Foi o que fiz. Se a verdade lhe custa aceitar o problem sé de eu estômago.

  46. Fatima permalink
    23/04/2017 16:04

    Deixei um comentario e 2 perguntas ao senhor, sumiram porque? Fui educada e respeitosa, deixei nome e endereço porque nao as piblicou? Estou decepcionada. Fatima Aragao

    • 23/04/2017 22:00

      Fatima, acha que devo ficar o dia inteiro na internet responde às pessoas?Não precisa perguntar a mim pois há outras fontes de informação. E vc não tem nenhuma obrigação de me seguir.

  47. 23/04/2017 16:31

    o governo Lula tirou da miseria milhoes de brasileiros e hoje sabemos como e temos uma conta a pagar que todos trabalhadores pagam também e o senhor pelo visto acha que os fins justificam os meios Rouba se bilhoes do Brasil mas ajudou os pobres tudo bem?? para mim, o grande papel da religiao é evangelizar e despertar nos homens o desejo de ser solidario com os outros seus irmaos, mas politica é algo sujo que a igreja nao deveria se meter e essa mistura com a politica esta afastando muitos fieis

    • Josimar José de Oliveira. permalink
      23/04/2017 22:14

      A verdadeira religião é aquela que tem os pés no chão. Se importa com a felicidade de todas as pessoas e busca o desenvolvimento individual delas.
      Política e religião andam juntas. Ambas devem estar em sintonia com a felicidade das pessoas.
      Religiões preocupadas com o que vai acontecer depois que morreremos, não devem receber nenhum crédito. Estas apenas anestesiam as pessoas para serem conformadas é não mudarem nada.

  48. 23/04/2017 16:40

    gostaria de saber se o senhor ainda acha que Lula foi de esquerda algum dia? filiado a elite financeira do Brasil, bancos, empresarios, e com a revelação de suas açoes desde quando era lider sindical dá para empregar e termo esquerda para Lula???

  49. Diana permalink
    23/04/2017 16:58

    O texto mais sucinto, e por isso mesmo esclarecedor, que tenho lido nos últimos tempos! Com certeza essa frase resume bem, infelizmente, a política nacional:
    “Definitivamente, a propinocracia brasileira tem muitos reis.”

  50. Luzimar Vieira Cunha Mello permalink
    23/04/2017 17:27

    Duro, cruel, mas realista.

  51. Maria cecilia alcantara e silva permalink
    23/04/2017 17:37

    Bravo!!! Eu nunca me decepcionei com o senhor. Que sentimento bom!

  52. Ivo permalink
    23/04/2017 18:39

    Me espantam os comentários que apontam uma suposta mudança nas posições de Leonardo Boff. Ele sempre foi coerente com a ideia de crescer o espaço e a força dos pobres e excluídos, dentro desta nossa república de araque. O presente artigo só confirma, a meu ver, a retidão e coerência de suas posições.

    • 23/04/2017 21:47

      Ivo, agradeço suas palavras e servem de esclarecimentos a tantos que estão me acusando sem ter lido o artigo de Carla Jimenez no El Pais. Quem dos governso passados fez algo significativo para os milhões de pobres de nosso pais? É imperioso reconhecer que Lula tirou o Brasil do mapa da fome. Isso foi a ONU e a FAO que declaram e seguramente sabiam o que diziam. Mas muitos querem manter os pobres e famélicos lá onde estão, na periferia para somente eles poderem ter acesso aos shoppings e aos bens sociais.

      • 24/04/2017 8:22

        É inegável que houveram avanços, mas não se pode avançar de forma irresponsável ou meramente eleitoreira.
        É inadmissível que um país com tantos recursos e potencial, tenha pessoas passando fome por falta de condições ou oportunidade.
        Eu me sinto traído por Lula, eu acreditei nele desde os meus 16 anos e quando tivemos a chance de por abaixo as estruturas que massacravam o povo, ele fez exatamente como disse a matéria:

        “Se embebedou com o poder. Arvorou-se da defesa dos pobres como álibi para deixar tudo correr solto e deixou-se cegar. Martelou o discurso de ricos contra pobres, mas tinha seu bilionário de estimação”

  53. 23/04/2017 19:07

    Caríssimo Leonardo Boff, no passado também eu li algumas coisas suas que me deixaram, no primeiro momento, muito triste, supondo estar o senhor a defender o Partido dos Trabalhadores e insistindo na defesa da senhora Dilma Roussef e do ex-presidente Lula. Entristecia-me isso porque o tinha como referencial de pessoa lúcida e isenta. No entanto, em meio à perplexidade, me neguei a aceitar o que eu considerava estreiteza de visão e me pus a refletir; foi então que elaborei uma inferência: o senhor os defendia fazendo projeção. Sei que o senhor conhece bem os conceitos junguianos e os freudianos do funcionamento psicológico humano e poderá me entender. Os maus projetam as maldades deles nos outros, mas as pessoas se esquecem que os bons também fazem isso; pessoas generosas enxergam bondade e boas intenções naqueles em quem ainda predomina a maldade. Conheço outro homem cristão que, como o senhor, me parece muito generoso. E ele ainda defende o PT. É uma pessoa esclarecida, ex-padre, formado em Teologia, Sociologia e muito bem informado. Mas deixou-se aprisionar pelas teias do fanatismo e a cegueira ideológica o impediu de ser racional e pragmático. Temi que o mesmo tivesse lhe acontecido, mas percebo, aliviada, que não. Acredito quando o senhor diz que o tempo todo apenas defendeu ações que beneficiassem os pobres e o combate à miséria. Acredito que essa também é a motivação do meu amigo. Mas precisamos ficar a tentos às armadilhas dos manipuladores: eles usam os bons e o desejo deles de salvar o mundo da maldade humana justamente contra aqueles a quem os bons querem ajudar. São ardilosos e competentes em descobrir o ponto fraco dos adversários. E todos nós que nos opomos à corrupção, às mentiras, às injustiças sociais, à má distribuição de renda, aos desvios de dinheiro público e toda gama de falcatruas detalhadas pelos delatores da Odebrecht, somos adversários deles e temos a obrigação moral de permanecer vigilantes e com a racionalidade ativada. Perdoe-me se me expressei de modo rude ou pouco clara ou se provoquei sequer uma sombra de tristeza em sua alma… não é esta minha intenção. Somos muito gatos por integrar o cordão dos verdadeiros brasileiros que defendem o Brasil e a nossa gente.

  54. 23/04/2017 19:12

    É lamentável: “os dois governos fizeram tanto” Como? Onde? Por favor, é hora de posição real ao lado dos pobres, inclusive pelos injustiçados, empobrecidos e enganados pela igreja.

    • 23/04/2017 21:40

      Marilda, vc precisaria ter um pouco mais de misericordia e compaixão com aqueles milhões de nossos irmãos/as que sofrem. Vc não ve nada disso. Talvez porque pertence ainda à Casa Grande.

      • 23/04/2017 22:32

        Imagino que o correto seria esperar…Qualquer conclusão, agora, será considerada precipitada…Leonardo foi abrangente mas inoportuno…Comentar pode, tirar conclusões não…ainda nem amanheceu o dia…O tolo é conhecido na pressa em fazer o juízo e na multidão das palavras…. Foi no minimo precoce a constatação de Leonardo.

  55. Josimar José de Oliveira. permalink
    23/04/2017 19:17

    Acredito que revelar e punir todas as pessoas que roubaram este país é um grande passo para mudarmos a cultura de corrupção aqui existente.
    Não podemos esquecer que, grande parte da população brasileira é corrupta de costume. Doutro modo é revelador a influência que a mídia tem em transformar suspeitos em criminosos.
    Outro fato revelador é a postura de membros do judiciário tomarem posição, deixando de lado a postura de isenção esperada dos órgãos do judiciário.
    Carrego comigo uma esperança muito grande de que as pessoas que fizeram a revolução neste país, possam sair ilesos é possamos contar com eles pra mudar de vez a cara do Brasil. Falo de Lula e Dilma.

  56. 23/04/2017 19:42

    Preciso dizer que li com um alívio na alma que alguém, enfim, entendeu E ADMITIU que a corrupção ESTÁ EM TODOS e não somente em seus adversários políticos. Como no discurso de lados, praticado ao extremo pelo PT, onde seu lado é o guardião da virtude e da justiça social e o outro é a maldade encarnada.

    Mas… ao ler as respostas aos comentário percebi que a verdade é realmente amarga de engolir. Vi um Leonardo Boff tentando, meio constrangido, diminuir os fatos abomináveis praticados, TAMBÉM E MUITO “PROLÍFICAMENTE”, pelo PT. Como se um programa social ou bons números de governo suavizassem a situação bizarra e abominável da corrupção dominante no Brasil de hoje.

    Prefiro me revoltar por tudo aquilo que deixou de ser feito, por todos os que morreram por falta daqueles bilhões que foram desviados, pelos duros anos vindouros que, ao invés de melhorar, serão utilizados para REVERTER os danos causados.

    Muita coisa boa aconteceu durante os governos petistas? É óbvio! Mas sempre imputam à Lula/Dilma a paternidade/maternidade de tamanho desenvolvimento. E as pessoas que se esforçaram, estudaram e trabalharam? E aqueles que lutaram por um mundo melhor fora das esferas governamentais (voluntários, doadores, etc., muitos produtos do desenvolvimento dos anos 90)? Porque é sempre do PT o mérito? Porque o mérito nunca é de quem efetivamente luta no dia-a-dia por um mundo mais justo e melhor?

    E mais, porque a base econômica e social DOS governoS anteriores ao PT nunca tiveram nenhum mérito nas administrações petistas? Ao contrário, foram execradas, como se da noite para o dia fez-se a Luz.

    Será que foram realmente “bondades” praticadas pelo PT? Se realmente fossem se sustentariam e não teríamos uma degradação tão violenta das conquistas da sociedade em apenas 2 ou 3 anos como o que acontece agora.

  57. Sonia Montenegro permalink
    23/04/2017 19:42

    Prezado Leonardo Boff, se alguém me dissesse que o sr. roubou, eu faria questão de ouvi-lo antes de formar meu juízo de valor, razão pela qual, antes de qualquer coisa, me admira o sr. tomar como verdade absoluta as acusações de criminosos e ladrões confessos, numa operação comandada por um juiz que não obedece as leis brasileiras, que afirma querer acabar com a corrupção no Brasil, mas que não se interessa em saber das denúncias contra o PSDB e é fotografado aos sorrisos com o principal citado nas denúncias da Lava Jato, o senador Aécio Neves e com o atual presidente golpista, que recebeu da Odebrecht US$ 40 milhões para comprar deputados e viabilizar esse golpe, que está entregando o patrimônio público a preço vil e rasgando as leis que aboliram a escravatura no Brasil, dentre outras mazelas.

    No Brasil a corrupção vem das mais remotas eras, e todos nós sabemos disso, e o grande responsável por ela é a impunidade, que a estimula. E qual o poder responsável pela impunidade, senão o judiciário? Este é um ponto de extrema importância, que o sr. não responsabilizou em seu texto, e que eu considero uma omissão grave.

    Outro poder também responsável pela corrupção e também omitida pelo sr. é a ‘grande’ imprensa brasileira, que é seletiva e, ela mesma, também corrupta.

    Finalmente, não poderia deixar de citar o poder econômico, que compra a consciência de certos políticos, também omitido pelo sr.

    Não vou acreditar nas denúncias feitas por delatores, mantidos encarcerados com o único objetivo de condenar o Lula, portanto, não vou comentar as citações aos PTistas enquanto não ouvir o outro lado, mas me lembro que depois de ser acusado de todas as formas possíveis, José Dirceu foi condenado por “Domínio do Fato”, ou seja, sem provas.

    Não concordo com a crítica ao Lula: “Lula, por outro lado, mais do que os crimes a que responde, feriu de golpe a esquerda no Brasil.” Lula está sendo barbaramente perseguido, e como todos sabemos, não pelo seus eventuais erros, mas por ter tirado 37 milhões de brasileiros da miséria absoluta. Todos nós sabemos que o Lula não ganhou sozinho a presidência, e engoliu os sapos para dar um primeiro passo à esquerda, governando para todos.

    E por fim, não entendi quando o vi apoiando a Marina. Se o Lula tinha o seu bilionário de estimação, no que eu não concordo, a Marina tinha 2: seu vice, dono da Natura, processado por crime ambiental e o outro, o Banco Itaú, cujo nome dispensa comentários.

  58. Eric ferreira permalink
    23/04/2017 19:47

    Um dos picaretas intelectuais que a igreja produziu. Confunde religiosidade com sociologia e arrasta uma legião de mentes pouco treinadas na discriminação. Salve Bento que via longe.

    • 23/04/2017 21:30

      Eric, meus parabéns. Einstein tinha razão. Para ele haveria dois infinitos, do universo do qual ele duvidava e o dos imbecis, do qual não tinha nenhuma dúvida. Vc pertence a esse número, o dos imbecis.

  59. Walter Matos permalink
    23/04/2017 20:24

    Quem afirma quem dividiu a esquerda? a jornalista ou o L.Boff? quer dizer que Lula é o centro de tudo isso? um delator negociou sua delação, com a república de Coritiba, para se livrar das penas que foi condenado. E essa jornalista sequer coteja com a verdade real. p. ex, o irmão de Lula recebia mesada. O delator Léo Pinheiro disse que tinha provas, mas destruiu tudo a pedido de Lula. Então, mesmo assim, vale como verdade. Sta ignorância. Aí a república de Curitiba utiliza o direito penal do inimigo, para processar, julgar e condenar conforme “suas convicções” , seletivamente,dispensando a prova material. E dizem que são imparciais. Se junta a grande mídia (em especial a Golbo) para imprimir uma implacável caçada ao Lula. Pelo que ele representa fundamentalmente. A ridícula história do triplex, parece que foi a única prova que o delator L. Pinheiro não apagou, Por isso Lula será condenado e se livrarão dele em 2018. Assim esperam passar o Brasil a limpo

  60. 23/04/2017 20:47

    Caro Leonardo Boff, antes de mais me declaro uma profunda admiradora de sua cultura, inteligencia e coerencia. Recentementeo Moro postou um video no mural do face de sua mulher, em que cita um discurso realizado no congresso do s Estados Unidos em 7.12.1903 por Theodore Roosevelt, Jr em classifica a corrupção com o principal mal da republica. Nesta oportunidade postei o seguinte comentario : Caro Moro, nos estamos no sec 21 e não na aurora do sec 20. Caso voce estivesse no sec 21 voce iria constatar que existe crimes piores tanto a nivel quantitativo como qualitativo. Vossa Excelencia perdeu o bonde da historia historia https://www.youtube.com/watch?v=KMISMZZA8Wc

  61. Walter Matos permalink
    23/04/2017 20:53

    Acho também que o L.Boff compartilhar esse artigo da jornalista Carla Jimenez atirando pra todos os lados, omitindo os abusos do judiciário, ministério público e delegados da lava-jato, gera mais confusão do que informação ( a mais do que todos já sabem). Aí o L.Boff, equivocadamente, levantou a bola pra os reacionários chutarem.

  62. Luiz Freitas permalink
    23/04/2017 21:39

    So ha uma maneira de moralizar a politica: agindo conforme proposta no texto a seguir.
    VOTO REFORMADOR

    “A DEMOCRACIA É O ÚNICO REGIME POLÍTICO QUE PERMITE REVOLUÇÃO SEM ARMAS”

    Publicações recentes [agosto de 2008] dão conta de que, no Brasil, os políticos (vereadores, deputados estaduais, deputados federais, prefeitos, vice-prefeitos, governadores, vice-governadores, senadores) e seus assessores somam em torno de 850.000 (oitocentos e cinquenta mil) pessoas.
    Se considerarmos que cada político e seus assessores se lançam, em cada processo eletivo, como candidatos na disputa pelo voto popular, fica fácil concluir que dificilmente eles sejam alijados do poder, pois, qualquer um deles que se eleja (ou se reeleja) garantirá o lugar de todos no poder. Ou seja, “os macacos só mudam de galho”.
    Além do mais, cada grupo político está vinculado a um grande partido e dispõem de verba e poder para serem veiculados na mídia, consolidando o seu favoritismo eleitoral, pelo simples fato de serem conhecidos do eleitor.
    Sabendo-se que o dinheiro utilizado nas campanhas certamente será devolvido, e com vantajosos ajustes, aos provedores de recursos de campanha, é de se imaginar (concluir) que quanto maior o gasto na campanha maior será a conta para o contribuinte.
    Com vistas ao exposto é que propomos o “Voto Reformador”, conforme definido a seguir, que resultará em um “choque de Cidadania” capaz de promover uma revolução democrática (através do voto), que se repetida em quantos pleitos se fizer necessário, pode mudar o BRASIL do status de PAÍS para a NAÇÃO.

    “Voto reformador é o voto dado a qualquer candidato que NUNCA tenha exercido o cargo pleiteado”

    Ao final opte por aquele que, dentre todos que atendem a definição acima, também não tenha sido assessor de político e que não esteja filiado a um grande partido.”

    A prática do voto reformador apresenta as vantagens listadas a seguir:

    1 – Primeira vantagem: Não há a necessidade de qualquer tipo de organização, ou seja, cada cidadão vota em qualquer candidato que nunca tenha exercido o cargo pleiteado, sem nenhuma preocupação com o voto dos demais eleitores;

    2 – Segunda Vantagem: A eleição transforma-se numa loteria, sendo que a única certeza é nenhuma reeleição. Desta forma os financiadores de campanha desaparecerão, pois financiar candidato onde impera o voto lotérico constituiria uma loucura financeira.

    3 – Terceira Vantagem: Com o voto reformador proposto nós estaremos retirando do poder não só os antigos poderosos como também muitos dos seus assessores. Isto representa cerca de cento e cinqüenta mil poderosos caindo. Esta afirmativa pode ser constatada pela observação de que, geralmente, o assessor de um político na ativa é um ex-político, que no voto reformador também não será eleito.

    Com relação a esta terceira vantagem, gostaria de acrescentar algumas observações que, na nossa opinião, revela porque nunca conseguimos mudanças efetivas e reais no meio dos poderosos. São elas, por exemplo na camara legislativa:

    3.1 – Todo deputado tem .cerca de dez (será?) assessores, que também serão, na sua maioria, candidatos a cargos eletivos;

    3.2 – Se o candidato à reeleição não obtém sucesso, com certeza algum de seus assessores obterá. Desta forma o grupo do poder é mantido, à revelia da vontade popular. Por isso que conhecemos aquele ditado que diz: “Os macacos só mudam de galho, mas não caem da árvore”;

    3.4 – Por uma questão de lógica, sempre que buscamos uma renovação “cuidadosa” caímos na cilada de manter os mesmos poderosos no lugar em que sempre estiveram.

    Por isso, A ÚNICA FORMA DE RENOVAÇÃO ESTÁ NA PRÁTICA DO VOTO REFORMADOR PROPOSTO”.

    4 – Quarta vantagem: Queda brutal de um elevado número de poderosos, já que estaremos eliminando deputados e assessores.

    5 – Quinta vantagem – Poderoso que cai torna-se fiscal ferrenho dos podersos que entram. Assim teremos mão de obra gratúita na fiscalização das ações dos novos poderosos.

    6 – Sexta vantagem – Devido à inexperiência do novo poderoso, ele levará algum tempo até que possa encontrar os caminhos seguros da corrupção. Descanso para o povo. Os mais afoitos e precipitados serão “linchados” pelos erros e fiscalização dos ex-poderosos. Os cautelosos, aguardarão longo aprendizado e, talvez, antes de iniciarem a rapinagem já estaremos diante de novo pleito “RENOVADOR”.

    SÓ REELEJA QUALQUER PODEROSO OU PARTIDO, NO OUTRO PLEITO, SE E SOMENTE SE O PAÍS ESTIVER DANDO CERTO, COMO NO FUTEBOL”.

    Não tenha medo, pior é impossível. Renovação total não muda o Brasil para pior.

    Não tema, o sistema funcionará igual ou melhor, apesar da renovação brutal que propomos, pois quem mantém o seu funcionamento são os técnicos de carreira e não os políticos.
    OS POLÍTICOS SÃO APENAS UM “MAL” NECESSÁRIO.

    Caro leitor, pense com carinho nesta proposta. Ela pode significar o começo da nossa independência política e econômica.

    SABEMOS QUE É PRECISO CORAGEM PARA PRATICAR O VOTO REFORMADOR.

    CORAGEM, BRASILEIROS QUE DESEJAM VER ESTE PAÍS CHAMADO BRASIL SE TORNAR UMA NAÇÃO, VOTEM PARA REFORMAR.

    Algumas restrições tornariam a proposta mais forte no sentido de reformar, tais como:

    1 – Após definidos os candidatos que nunca exerceram o cargo, faça a opção por votar naquele que foi menos divulgado na mídia;

    2 – dentre todos que atenderem estes quesitos, escolha aquele que não estiver vinculado a nenhum dos partidos que têm dominado o poder nos últimos tempos, tais como (atualmente):. PMDB, PSDB, PT, DEM…etc..

    Não espere que os novos poderosos melhorem o Brasil. Mas, neste caso, no próximo pleito votem de novo para reformar, agora excluindo todos os anteriores, e elegendo outros novos, assim sucessivamente, até que os que estiverem no poder demonstrem, com resultados, que governam para o povo brasileiro. Aí sim, pratique, finalmente, o voto consciente.

    Eleitor entenda que, procedendo como proposto, os atuais “donos do Poder” (em qualquer tempo) ficariam desconcertados quanto à forma de influenciar nosso voto.

  63. Ieda permalink
    23/04/2017 21:48

    Tenho pena dos filhos e netos deste país…pois muitas gerações ainda terão que trabalhar apenas para reconstruir este país. E outras tantas para moraliza-lo!

  64. Alfredo Passos permalink
    23/04/2017 22:14

    Demorou bastante para Leonardo Boff fazer uma crítica ao @ptbrasil e ao companheiro @lulapelobrasil. Reconhecer que os governos do PT foram marcantes na “corrupção”. E por mais inclusão, deixaram 13 milhões de desempregados. Se incluíram 36 milhões, multiplique 4 x 13 e alcance o número de brasileiros em desespero pelo desemprego do governo @dilmabr! A esquerda não se mostrou eficiente em nenhum lugar do mundo, Rússia, França e Venezuela com Chavez e Maduro. Cuba uma ilha atrasada, certamente só exemplo para mais dinheiro desviado do Brasil.

  65. Aureo Meira Marques permalink
    23/04/2017 22:28

    Prezado Senhor Leonardo Boff, compreendo bem a ajuda aos pobres nos governos do PT nos 13 anos que governaram. Enquanto Eng. Agrônomo atuante na agricultura familiar no Estado de Mato Grosso e na Bahia (baixio de Irecê), pude ver o quanto vários programas beneficiaram grande parte de populações vulneráveis. Ví também grande parte dos agentes políticos se aproveitando destes programas (prefeitos, vereadores e até governos estaduais) e isso me doía e eu em muitos casos denunciei. Minha pergunta ao senhor enquanto conhecedor profundo destas questões por suas viagens Brasil afora seria…A quem iremos nós depois dessas podridões afloradas em todos os partidos corroidos pela corrupção que vem de tempos q remontam nosso nascimento enquanto pátria ?…o Partido a quem a maioria dos Brasileiros ainda colocam sua esperança, ainda que seja na pessoa do Lula, também se mostra hoje enlameado no mar de corrupção e de acordo com Noam Chomsky: não conseguiram ficar com as mãos fora da caixa registradora. Fico triste com a falta de diálogo verdadeiro entre nós Brasileiros e nos colocamos apenas a julgar e jogar pedra em quem tem posicionamento partidário contra aquilo a que possa ele pensar. Precisamos de diálogos verdadeiros sem olhar interesses que não sejam os dos menos favorecidos. forte abraço fraternal.

  66. 23/04/2017 22:30

    Imagino que o correto seria esperar…Qualquer conclusão, agora, será considerada precipitada…Leonardo foi abrangente mas inoportuno…Comentar pode, tirar conclusões não…ainda nem amanheceu o dia…O tolo é conhecido na pressa em fazer o juízo e na multidão das palavras…. Foi no minimo precoce a constatação de Leonardo.

  67. Rogerio Fernandes Machado permalink
    23/04/2017 23:03

    Desafio para Leonardo Boff, o que explica que depois de 20 anos de governos com políticas assistencialista ainda hoje temos mais de 7 milhões de miseráveis no Brasil, lembrando que somos pouco mais de 200 MI e mais de 14 MI de famílias recebem o tal bolsa familia, a aritmética é implacável, aguardo sua visão Marxista da questão!

    • 23/04/2017 23:06

      Rogerio, nunca fui marxista. Pergunte a um marxista, se é que existe, a não ser na sua cabeça, que ele lhe vai dar números oficiais.

      • Rogerio Fernandes Machado permalink
        24/04/2017 0:31

        Obrigado pelo esclarecimento, inclusive me desculpo por então ter considerado que era marxista, mas a questão segue aberta, como explicar 7 MI de miseráveis depois de 20 anos de políticas públicas voltadas para o assistencialismo? Para mim é simples, nunca tiveram vontade verdadeira de acabar com a pobreza, a busca sempre foi pelo voto e pelo poder pelo poder, Eu sou um Cristão absolutamente crítico da pobreza, inclusive a favor de políticas sociais, mas que tenham como foco real a pobreza / miséria, que inclusive deveria ser Lei e não política partidária, com regras claras, objetivas para entrada, permanência e saída do plano de assistência, com forte políticas públicas visando o fim de bolsões de miséria, mas isso nunca foi o foco, vivo no deserto do Chile, onde um córrego abastece a Cidade, em 3 anos nunca me faltou água e o mesmo com os bairros mais humildes, porque existe uma política de estado, acima da partidaria e ideológica, acredito que um País rico como o nosso jamais deveriam existir pessoas passando fome, enquanto isso nossos Governos cobram 2% para a exploração de minerais e o Cidadão pagando 27,5% de IR e uma média de mais de 30% de impostos no consumo, uma verdadeira farra com o Brasil e com os Brasileiros, penso em uma solução, um início de solução, ensino público de alto nível na fase fundamental, médio e técnico profissional, entre 12 e 14 anos de estudos públicos para todos de alta qualidade, Universidade pública só se sobrar dinheiro, vejamos o sistema atual perverso e que os 20 anos de esquerda não se deram o trabalho de tocar, filho de pobre estuda 12 anos em escola pública e depois alguns vao a universidades particulares de baixo padrão, enquanto a classe média e rica paga 12 anos de escola de Boa qualidade e depois ficam com mais de 95% das vagas nas universidades públicas renomadas, claro, com algumas excesssoes, quer sistema mais perverso que este para manter a desigualdade social? É o Brasil vive um momento critico, mas que também pode ser de oportunidade! Deus Abençoe nosso País!

      • José Pedrosa de Souza permalink
        24/04/2017 0:36

        Prezado Leonardo Boff, não perca seu tempo com essa gente estúpida, ignorante, egoísta e preconceituosa, nada que lhes diga será suficiente para chegar as suas mentes porque são todos de umas mesma linhagem e, no âmago de cada um desses seres, reside as qualidades mencionadas acima.
        Pro Sr. que ainda não sabe, a esse tipo tipo gente, dar-se o nome de COXINHA.

  68. MARIA CORINA MELO permalink
    23/04/2017 23:23

    O q essa jornalista falou tem sido incessantemente repetido na mídia alternativa. Nada de novo no front. Até agora sabíamos o que o juiz de Curitiba apresentou como pretensas provas contra Lula foi o apto triplex, um sítio e um pedalinho.não se comprova. Porque então agora a delação desses corruptores passa a ser aceita como verdade absoluta? O que mudou? Qual parte eu perdi? Seu posicionamento me confunde, pois de repente o bando de delatores e a mídia golpista estão falando a verdade? Não entendi?

  69. Ana Pereira permalink
    23/04/2017 23:32

    Eu, uma simples professora do ensino médio, já dizia isso há tempos e as pessoas que pensam como o senhor me rotularam de coxinha e burra. Será que agora vão dizer a mesma coisa do senhor? Lamento pela intransigência, pela recusa ao diálogo e sobretudo pelo desrespeito à opinião dos outros.

  70. 23/04/2017 23:44

    Frei, concordo em parte com o seu artigo. Mas não precisava vir uma jornalista de fora para abrir seus olhos. Sou jornalista há 40 anos, defendi o PT pelos seus ideias de justiça social na época que o partido surgiu. Comprei briga com patrões para dar espaços aos petistas nas emissoras de TV que trabalhei. As roubalheiras dos outros partidos eu já conhecia e esperava do PT no governo a ética e a honestidade como realidade e não apenas bandeiras de oposição. Mas o presidente Lula se afastou dos companheiros que sonhavam com um país mais justos e se juntou aos poderosos. Primeiro veio o mensalão que Lula nada sabia. Superfaturamentos em obras e serviços para os governos Federal, Estadual e Municipal este jornalista sempre soube, assim como outros colegas, mas não conseguíamos provas para denunciar. O que lamento é que o PT ficou 14 anos no poder e não fez as reformas necessárias, nem taxou as grandes fortunas e ainda desonerou as empresas, levando a previdência a esta situação. Fernando Henrique Cardoso criou o Fator Previdenciário e Lula e Dilma não fizeram nada para acabar com ele, que reduziu a aposentadoria de milhões de trabalhadores. Já os bancos ganharam muito dinheiro com os planos privados. A realidade é dura, Lula deixou o PT, o PMDB e outros partidos assaltarem os cofres públicos. Se aliou a Odebrecht. Não culpe as elites, culpe quem se aliou a ela. Eu tive muitas propostas para me corromper, mas não aceitei. Aos 59 anos e 40 de jornalismo, minha riqueza maior é poder criticar todos estes políticos corruptos, independente de partidos. O partido dos empobrecidos, na verdade, usou os pobres e em nome deles assaltou os cofres públicos com a falácia de que os fins justificam os meios. Para ajudar os pobres eu não preciso roubar, eu preciso administrar o dinheiro público com honestidade, não distribuindo aos comparsas. Frei, a imprensa brasileira pode ter defeitos, assim como têm jornalistas corruptos, mas o senhor não precisava de ninguém de fora para abrir seus olhos. Eu abri os meus há muito tempo, quando Lula com a maior cara de pau disse que não sabia do “mensalão”. Mas parabéns por ter aberto os olhos, mas não coloque a culpa nas elites, pois elas estão no papel delas. Se eu erro, a culpa é minha, não das elites.

    • 24/04/2017 0:40

      Paulo Francisco, não sou ingênuo. Há 17 anos escrevo semanalmente no JB on line e em jornais em espanhol, alemão, italiano e ingles (o mesmo artigo). Quando escrevo as críticas aqui logo vem alguém e diz que é ideologia que é partidarismo etc. Por isso é melhor ouvir alguém de fora para nos dizer aquilo que já sabíamos mas que vem logo desqualificado. O que a Globo e outros jornais do stablisment fazem é um atentado contra o direito à informação e verdadeira campanha de difamação e destruição da imagem de Lula e do PT. Não creio que numa democracia minimanente estabelecida isso seja tolerável, pois não o é nos USA e Europa que negam a acumulação de meios de comunicação numa mesma mão e família. Aconselho que leia o livro de Jessé Souza,eminente sociólogo e cientista político até recentemente presidente do IPEA e logo defenestrado por Temer:”A tolice da inteligência brasileira” (Leya 2015). Aí verá o tipo de elites que temos que segundo Darcy Ribeiro são mas mais reacionárias e acumuladora so mundo inteiro. lboff

  71. Rolf permalink
    23/04/2017 23:52

    Olá, observei que faz uma crítica aberta ao capitalismo, inclusive argumentando baseado em dados que desconheço, que a diminuição da intervenção estatal nos países de primeiro mundo é a causa da miséria nestes. Gostaria, antes de se levantar argumentos superficiais do contrário, dizer que conheço bastante bem o sistema trabalhista e social na Alemanha, Itália e USA.
    Tanto o elogio intenso às praticas socialistas e centralizadoras quanto as críticas ao sistema capitalista e liberal transparecem a origem socialista da “Teoria da Libertação”. Vemos ainda que baseia seus argumentos em uma obrigação e necessidade de “caridade”. Portanto cabe uma pergunta fundamental no âmbito cristão: existe caridade na ausência de propriedade privada? Ou mais: Redistribuição estatal de renda, através ou não de bolsas, satisfazem a um quesito pessoal e individual, de misericórdia e caridade?
    Se estas respostas forem não, sua “Teoria da Libertação” se sustenta em um vazio teológico e cristão que não só não suporta, mas contradiz a tese central.
    Portanto, melhor seria remover o fundamento religioso desta “Teoria”, pois afinal, segundo Marx e Stalin, “A religião é a maior inimiga do estado”.

    • 24/04/2017 0:33

      Rolf, em primeiro lugaar não é Teoria da Libertação, mas Teologia da Libertação que já existe há mais de 40 anos. Suaa questão básica não é “caridade” mas justiça social, especialmente entre nós, e no mundo, onde grassa pervesa desigualde social que em termos ético-políticos signficia injustiça social e em termos teológicos pecado social, estrutural que afeta Deus, seu desígnio e seus filhos e filhas. Ela nasceu ouvindo o grito do oprimido, não só da sociedade,mas o grande oprimido que é a Terra que também deve ser libertada. Contra a opressão vale a libertação, concreta,social, política, econômica e espiritual. O Papa Francisco vem deste caldo cultural da teologia da libertação e lhe deu um caráter mais universal. Há uma imensa literatura sobre o tema. Como introdução pode servir “Conmo fazer teologia da libertação” (Vozes) de minha autoria e de meu irmão também teólogo Clodovis Boff. Se for mais exigente aconselho ler o livro o Tao da libertação:explorando a ecologia de transformação “(590 pp Vozes) escrita por mim e por um cosmólogo norte-americano Mark Hathaway com prefácio de Fritjof Capr. Nos USA quando foi publicada em 2010 ganhou a medalha de ouro em nova ciência e cosmologia e em novembro deste ano a medalha de prata da Sociedade Científica Karl Friedrich von Weizsäcker em Berlim, em sua tradução em alemão. E mais não digo. Basta entrar no Google que encontrará milhares de referências a este tipo de teologia. Ela não tem por base o socialismo mas a tradição dos profetas e de Jesus que dedicou especial ateção aos pobres. Nem Marx é pai e padrinho desta teologia como os militares queriam que fosse. Ela se baseia ns proprias fontes cristãs, mediadas por um leitura crítica da atual sociedade. Para isso a mim me serviu muito Karl Polanyi com seu livro A Grande Transformação onde mostra que passamos de uma economia de mercado para uma sociedade de mercado para a qual tudo vira mercadoria, até as coisas mais sagradas como as religiões e órgãos humanos. Marx em sua Miséria da Filosofia chamava profeticamente isso de “a grande perversão”. Felicito-o pelo interesse. Abraço lboff

  72. 24/04/2017 0:19

    Prezado Irmão em Cristo Leonardo Boff, infelizmente eu deixei de acreditar no Lula quando ele trocou o Fome Zero, que era efetivamente uma medida de inclusão, para o Bolsa Família, um programa meramente compensatório e não sustentável, aí ficou claro que a proposta inicial do PT de desenvolvimento do país foi trocada por uma proposta de manutenção do poder. Como bem dissestes, Lula se enebriou com o poder e as consequências estão bem expostas na herança de um país vilipendiado ao extremo.

  73. sergio permalink
    24/04/2017 0:23

    Achei inoportuno esse texto de Leonardo Boff. Essas delações parecem todas encomendadas. Com um judiciário partidarizado não se pode descuidar. O objetivo final da Lava Jato é evitar Lula candidato.

  74. 24/04/2017 0:43

    O mais espantoso não é a postura em si, afinal de contas a classe intelectual sempre acaba aderindo ao poder, mas a miséria intelectual e moral do texto de Boff. Tempos escuros estamos vivendo.

    • 24/04/2017 9:00

      José,volte à escola para aprender a ler. Não viu que o artigo não é meu mas da jornalista Carla Jiménez do el Pais? Eu apenas publiquei porque achei oportuna a crítica que faz as empreiteiras e aos corruptos beneficiados por elas.

  75. Marina permalink
    24/04/2017 1:14

    Agora é tarde pra vir com essa retórica. O sr apoiou demais a conduta nefasta desse sujeito que tem as mãos cheias sangue, senão sangue de pessoas específicas, as tem por ter roubado o futuro da nação. Ele era o único que não podia prevaricar.

    • 24/04/2017 9:02

      Só uma santa como vc, Marina, podia colocar-se no lugar de Deus e fazer juizos tão peremptórios. Estude um pouco mais e não repita o que a Globo diz isso o que vc diz 24 horas por dia.

  76. 24/04/2017 1:22

    Frei Leaonardo (desculpe mas não consigo dispensar o título), o que está faltando na política e no pensamento das pessoas, é JESUS.

    Faltou o Cristo no PT e falta o Cristo naqules que só pensam no prestígio e no poder para satisfazerem o seus apetites desregrados e infelizes. O grande monstro continua sendo o egoismo e o egotismo; o novo Mamon, o Moloch que seduz pela luxúria inebriante do poder e da ganãncia.
    Dizem que o Estado tem que ser laico. Besteira; o Estado está seguindo os dógmas nefastos do materialismo cego e burro.

    Enquanto o homem negar a si mesmo como alma imortal, vai continuar agindo como uma besta-fera, devorando os próprios irmãos. Isso transcende os partidos políticos e as ideologias. É o GRANDE PROBLEMA HUMANO.
    Falta o Cristo em nós.

    Não desanime. O sr. sempre fez um excelente trabalho de conscientização e de esclarecimento. Desfrute disso e aceite que teremos ainda um calvário a caminho da Luz.

    Grd abraço
    JEsus nos abençoe.

  77. Fernando Pereira permalink
    24/04/2017 4:51

    Finalmente Boff desce da canoa furada do PT e do Lula
    “Saiam todos” façam este bem pro Brasil

    • 24/04/2017 8:57

      Fernando, vc parece que ainda deve frequentar a escola para aprender a ler. Não viu que o artigo não é meu mas da jornalista Carla Jiménez do el Pais? Vc provavelmente está dentro do Titanic afundando e cantando viitória.

  78. Antônio Carlos permalink
    24/04/2017 7:48

    Me desculpe Frei Bofe, mas o seu artigo não me foi muito convincente. O senhor criticou todo mundo e se esqueceu de tecer os comentários adequados para o seu irmão amigo Lula, o maior e pior de todos os ladrões, aquele que trás um discurso em defesa dos pobres e na realidade tudo foi uma fantasia, enganando os pobres para conquistar os seus votos. Hoje nós sabemos que os pobres que ele tanto defendia era, o pobre do meu filho, a pobre da Marisa, as pobres das minhas ex e das minhas raparigas, os pobres dos meus amigos. Logo, Frei Bofe o senhor continua sem me convencer quanto a sua posição anti lula e ante PT. Me responda uma coisa, se a eleição fosse hoje é Lula fosse candidato, o senhor não iria fazer campanha e votar no companheiro?

    • 24/04/2017 8:55

      Antonio Carlos, vc parece que não frequentou a escola pois não sabe ler. O artigo não é meu mas da jornalista Carla Jiménez do el Pais. Eu apenas transcrevi. Não fui eu que usou as palavras sobre Lula, por isso seu argumento é falho e injurioso.

  79. GIULIANO BENETTI permalink
    24/04/2017 8:08

    AGORA QUE TUDO ESTÁ VINDO A LUZ, VC “CRISTÃO” COMUNA , AMIGÃO DO PT E LULA VEM AGORA FINGIR QUE ESTÁ “REVOLTADO” COM A SITUAÇÃO QUE SEMPRE SOUBE: PT É ORGANIZAÇÃO CRIMINOSA E SEU AMIGO LULA É CHEFE COM A MAIOR SOBERBA DO MUNDO! E VAI PESQUISAR DIREITO ,, POIS A ONU É A MAIOR ORGANIZAÇÃO SATÂNICA DO MUNDO , FEITA PELOS GLOBALISTA MANDANTES DO MUNDO!

    • 24/04/2017 8:53

      Giulano, vc usa palavras de um imbecil, chamando a ONU de organização satânica,onde 192 representantes dos povos estão aí presentes. Vc deve ser um fundamentalista e inimigo da verdade.

  80. Marilia Balbi permalink
    24/04/2017 8:37

    Falou tudo!! Obrigada

  81. Humberto José permalink
    24/04/2017 8:42

    Vocês não querem aceitar o que Frei escreveu, só isso!!! e não conseguem fazer uma reflexão sobre as colocações reais e verdadeiras… é difícil aceitar…

  82. 24/04/2017 8:48

    Vocês não querem aceitar o que Frei escreveu, só isso!!! e não conseguem fazer uma reflexão sobre as colocações reais e verdadeiras… é difícil aceitar…

Trackbacks

  1. Uma elite amoral e mesquinha se revela nas delações da Odebrecht | Leonardo Boff | BRASIL S.A
  2. Jacinto Pereira » Uma elite amoral e mesquinha se revela nas delações da Odebrecht
  3. Sermão: E aí malandragem? – haereticus
  4. Boff aceita críticas, mas se vier de fora | Lucia Motta
  5. O acólito do PT Leonardo Boff após todas as provas apresentadas na operação Lava Jato acusa Lula de “trair os pobres”. – O Apologista Católico
  6. Boff aceita críticas, mas se vier de fora – Lucia Motta

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: