Skip to content

Marielle e Anderson vivem

15/03/2018

 

Dois sentimentos nos tomam neste momento: de indignação e de respeito.

Indignação pela execução traiçoeira feita à lider política da comunidade da Maré, Marielle Franco, mulher, negra, pobre que sempre lutou pela dignidade e direitos desses abandonados e invisíveis. Não é à toa que aqueles que tiram a vida de tantos, tiraram também a vida da incansável defensora da vida Mirelle Franco e de seu motorista Anderson. Eles esquecem que agora ele viraram semente de tantas e tantas outras Marielles e Anderson que brotarão no seio do povo que já não aceita a humilhação e o desprezo.

Respeito diante dessa pessoa vitimada, intencionalmente, com 4 tiros na cabeça porque suas denúncias corajosas atingiam muitos que vivem do crime. Sua voz era potente demais para ser suportada. Por isso devia ser calada. Mas todos os que os acompanhamos não nos calaremos: persistiremos em denunciar a violência praticada pelo crime organizado e por um governo de exceção que escolheu o pior caminho: enfrentar com mais violência a violência instalada. Isso só produzirá uma espiral de violência.

Marielle se transformou para todos nós num arquétipo da mulher que sempre soube unir justiça social com política, sorriso irradiante e determinação na luta, ternura com vigor. É o legado imorredouro que ela nos deixa.

Marielle e Anderson vivem. Por isso todo o nosso respeito, solidariedade aos familiares e conforto à militância do PSOL e a todas as pessoas que lutam pela mesma causa.

 

Leonardo Boff e Márcia Miranda

Anúncios
12 Comentários leave one →
  1. Ana Laura Castro permalink
    15/03/2018 15:58

    Solidarizo-me!

    Curtir

  2. Pedro da Silva Feitoza permalink
    15/03/2018 16:18

    Lindas palavras.
    Também assino.

    Curtir

  3. 15/03/2018 16:45

    “Pai perdoa-lhes, eles não sabem o que fazem”.(Lucas 23,34). “Venha a nós o vosso Reino. Seja feita a vossa Vontade assim na Terra como no Céu.” “Perdoai-nos…Também nós perdoamos àqules que nos ofenderam; e não nos deixes cair em tentação…” (Lc 11,1-4).

    Curtir

  4. Adelia Sylvia Penna Ramos permalink
    15/03/2018 18:09

    Intuo que a morte de Marielle é o estopim que acordará o Povo. A ironia perfeita: uma mulher, negra, pobre consegue o que todos os discursos da esquerda não vem conseguindo. Ver todas aquelas mulheres no Rio me faz orgulhosa de ser uma.

    Curtir

  5. 15/03/2018 20:28

    Republicou isso em Não ao Golpe2.

    Curtir

  6. 15/03/2018 22:47

    Republicou isso em luveredas.

    Curtir

  7. 16/03/2018 6:56

    Aproximadamente 20% dos assassinatos no RIo são praticados por PM’s FARDADOS (dados oficiais da própria PM). . . Estatísticas extraoficiais sinalizam que outros 50% dos assassinatos no Rio são praticados também por PM’s e ex-PM’s, clandestinamente, em serviço ou não . . Só 30% desses crimes seriam praticados por bandidos civis.

    Curtir

  8. 17/03/2018 13:51

    Os que pediram a morte de Nosso Senhor Jesus Cristo eram líderes religiosos. Esses que vitimaram a Vereadora e seu Chofer são menos culpados….

    Curtir

  9. 17/03/2018 22:18

    Republicou isso em Paulosisinno's Bloge comentado:
    Marielle e Anderson vivem
    15/03/2018

    Dois sentimentos nos tomam neste momento: de indignação e de respeito.

    Indignação pela execução traiçoeira feita à lider política da comunidade da Maré, Marielle Franco, mulher, negra, pobre que sempre lutou pela dignidade e direitos desses abandonados e invisíveis. Não é à toa que aqueles que tiram a vida de tantos, tiraram também a vida da incansável defensora da vida Mirelle Franco e de seu motorista Anderson. Eles esquecem que agora ele viraram semente de tantas e tantas outras Marielles e Anderson que brotarão no seio do povo que já não aceita a humilhação e o desprezo.

    Respeito diante dessa pessoa vitimada, intencionalmente, com 4 tiros na cabeça porque suas denúncias corajosas atingiam muitos que vivem do crime. Sua voz era potente demais para ser suportada. Por isso devia ser calada. Mas todos os que os acompanhamos não nos calaremos: persistiremos em denunciar a violência praticada pelo crime organizado e por um governo de exceção que escolheu o pior caminho: enfrentar com mais violência a violência instalada. Isso só produzirá uma espiral de violência.

    Marielle se transformou para todos nós num arquétipo da mulher que sempre soube unir justiça social com política, sorriso irradiante e determinação na luta, ternura com vigor. É o legado imorredouro que ela nos deixa.

    Marielle e Anderson vivem. Por isso todo o nosso respeito, solidariedade aos familiares e conforto à militância do PSOL e a todas as pessoas que lutam pela mesma causa.

    Leonardo Boff e Márcia Miranda

    Curtir

  10. 20/03/2018 10:45

    Concordo com quase tudo que foi escrito. No entanto, discordo sobre o posicionamento em relação a intervenção feita no Rio de Janeiro. O caos estava instalado. O Carnaval de 2018 no Rio de Janeiro mostrou para o resto do Brasil o descaso das autoridades locais com a segurança e a cidadania.

    Curtir

Trackbacks

  1. Sementes do despertar de um novo amanhã | Hebert Lima
  2. Marielle e Anderson vivem — Leonardo Boff – Sociología en la Red – Divulgación, Innovación y Tecnología para la UNJFSC

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: